Blog da Magda Vieira; Nutrição, Saúde e Bem-Estar

sábado, 31 de dezembro de 2011

Feliz ano novo!!!


⋎´✫¸.•°*”˜˜”*°•✫
..✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫
☻/ღ˚ •。*  ˚ ˚✰˚ ˛★* 。 ღ˛° 。* °♥ ˚ • ★ *˚ .ღ 。
/▌*˛˚ღ •˚ Feliz Ano Novo!!! 2012 de muita paz, saúde, realizações, amor e muitas alegrias!!!˚ ✰✰˚* ˚ ★
/ \ ˚. ★ *˛ ˚* ✰。˚ ˚ღ。* ˛˚  。✰˚* ˚ ★

sábado, 24 de dezembro de 2011

Feliz natal!!!



         Nesse dia mais que especial, nascimento de Jesus cristo, quero desejar a todos vocês um FELIZ NATAL... cheio de muito amor, paz, tranquilidade... Aproveite seus familiares e amigos com muito carinho e amor!!!

Um enorme abraço carinhoso em todos vocês.

Aproveite as festas do final de ano sem sair do manequim


Final de ano é sinônimo de alegria e celebração! Muitas vezes acabamos mudando o foco da festa para a comida e cometemos alguns exageros, por isso é muito importante termos em mente que nessa época assim como em outras comemorações o intuito maior é compartilhar momentos importantes com pessoas que amamos.
Procure aproveitar esses momentos raros e únicos para festejar com familiares e amigos, dar risadas, dançar e se divertir.  A comida deve ser apenas um complemento para celebrar uma data especial. 
Lembre-se: você pode e sempre poderá comer de tudo um pouco e terá muitas festas pela frente, portanto, não se preocupe em experimentar tudo o que estiver disponível nas mesas!
Para evitar os excessos durante a ceia, alimente-se normalmente, evite ficar em jejum por um longo período, faça todas as refeições. Assim, você não comete excessos à noite. 
Se a ceia for após as 22hs, faça um lanche natural um pouco mais cedo, com vegetais, carnes ou queijos magros e 1 fatia de pão integral, isso garantirá um bom humor durante o inicio da festa e suas escolhas alimentares ficarão mais saborosas! Sempre quando comemos com fome não degustamos bem o alimento.
 Consuma primeiro as saladas, elas auxiliam no controle do apetite. 
Para moderar as bebidas alcoólicas, a sugestão é alterar o consumo dela com água, para isso tenha sempre 1 copo de água a mão.
Nessa época temos a nossa disposição uma grande variedade de frutas, procure finalizar as refeições com elas antes de atacar a mesa de doces  
Um grande vilão nessas festas é o Panetone, muito saboroso, porém muito calórico seu consumo deve ser moderado. Resista aos apelos de marketing (diversos sabores e recheios, cada vez mais gordurosos) e evite estoques em casa.

Faça escolhas saudáveis e equilibradas para a sua saúde.

Boas festas!

Alimentos, Diabetes e o Natal



Está certo que época de Natal é tempo de vários excessos. Sem qualquer intenção de comprometer sua festa, convém lembrar que se devem tomar alguns cuidados para não começar o ano com arrependimentos. Se você tiver um pouco de jogo de cintura, pode passar o período de fim de ano curtindo tudo o que ele tem de bom sem causar estragos no seu peso e na sua glicemia.
"O que não pode, mesmo, faltar no Natal é o bom senso", explicando que bom senso é, por exemplo, saber que misturar vários carboidratos requer ajustes nas quantidades dos mesmos. "Se juntar arroz e farofa, por exemplo, reduza a quantidade do arroz e equilibre com uma porção de verduras e legumes", aconselha a especialista.
Outras dicas também podem ajudar. Na hora de preparar os quitutes, é possível substituir o óleo ou azeite por vinho. Algumas receitas ganham em sabor, como carnes, frango, legumes e, como passam pelo processo de cozimento, eliminam o efeito danoso do álcool, que evapora.
Em relação ao óleo, por sinal, opte pelo azeite de oliva, tanto para verduras cruas como para pratos que vão ao fogo.
Se a receita escolhida para a ceia levar creme de leite, não se apavore. Para todas elas, é possível substituir o creme de leite por iogurte desnatado. O efeito final é o mesmo com a vantagem de carregar menos gorduras. Se você achar que o iogurte deixou um sabor um pouco mais azedo, a dica é acrescentar um pouco de adoçante para neutralizar.
Na hora da sobremesa não é preciso afastar-se da mesa. Utilizando o adoçante de uso culinário, que não deixa resíduo amargo, é possível adaptar qualquer prato doce para arrematar a festa. Se entre os ingredientes houver creme de leite ou leite, a opção deve ser pelos equivalentes light ou desnatado.
Quando a preferência for por frutas, lembre-se de que a fruta seca concentra maior quantidade de açúcar e, nesse caso, a saída é mesmo reduzir a quantidade consumida. Para as frutas frescas, melhor ficar só numa porção como é de praxe.

Natal com equilíbrio é só alegria!

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Suplementos perigosos para a saúde viram moda em academias

Drogas para ganhar músculos atacam o coração e o sistema nervoso


     Eles são vendidos como suplementos para serem tomados antes da atividade física intensa, principalmente musculação; prometem aumentar a energia, acabar com o cansaço e melhorar o rendimento, tornando mais fácil o ganho de músculos. O trio Jack3D, 1MR (sigla de one more rep, mais uma repetição) e Oxylin Pro — eles viraram febre em academias — cumpre o que dizem suas propagandas, porém omitem o mais importante: afetam o sistema nervoso e causam danos graves à saúde, em pouco tempo. Sem falar que são proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), apesar de adquiridos via internet ou de pessoas que viajam ao exterior. Esse comércio ilegal, clandestino, só traz malefícios, como infarto, doenças gástricas e dependência química. Um risco desnecessário, alertam médicos e profissionais de educação física. Dá para ter um corpo forte com dieta saudável e, se necessário, suplementos aprovados pela legislação sanitária, como creatina, BCAA e os proteicos.
  Os suplementos proibidos são, na verdade, drogas estimulantes. O Jack3D contém teofilina ou dimetilxantina, receitada contra males como asma e outras doenças respiratórias. Além de dilatar os brônquios, deixa o usuário agitado e agressivo, eleva a pressão e o ritmo cardíaco; especialmente para quem sofre de arritmias. E ainda causa tonteira, náusea, insônia e diarreia. O Jack 3D contém ainda dibenzo (da classe dos benzodiazepínicos, como Diazepam ou Valium); Schizandrol A e cafeína. A fórmula é um poderoso estimulante.
    A mistura, porém, ainda que aparentemente seja estimulante, cujo pote de 250g é comprado por R$ 100, em média. Wilson Sampaio Júnior, de 18 anos, morreu em Recife depois de usar esse tipo de suplemento; que lhe foi indicado por um professor da academia. Porém mortes de consumidores não sensibilizam os fabricantes. O 1MR custa cerca de R$ 120, pote de 224g e diz ser “muito mais potente” do que o Jack3d, ou seja, mais nocivo. E o Oxylin Pro diz que é “um termogênico extremamente potente, grande queimador de gordura”. Seu pote de 90 cápsulas sai por quase R$ 160. Na internet, os relatos dos usuários quase sempre são tristes. Um deles tomou mais do que uma dose e teve problemas intestinais.
     O professor de fisiologia do exercício da UFMG Luiz Oswaldo Rodrigues não vê qualquer benefício nesses suplementos. — São apenas um placebo caro. Paga-se muito por aquilo que se tem numa dieta balanceada. Consulte seu médio ou nutricionista antes do uso de qualquer suplemente. 

Bolo de natal light

Aproveite as festas e mantenha o controle da dieta



Ingredientes:

1 colher (sopa) de adoçante tipo granular 
1 colher (sopa) de fermento em pó 
1 xícara (chá) de leite de coco light 
2 xícaras (chá) de farinha de trigo 
½  xícara(chá) de leite desnatado 
25 gramas de coco ralado sem açúcar 
80 gramas de margarina light 
120 gramas de uvas-passa 
180 gramas de frutas secas 
4 ovos

Modo de preparo:

Ligar o forno em temperatura média (180 graus). Colocar as gemas, a margarina light e o fermento numa batedeira e bater até obter um creme. Acrescentar o adoçante, o leite desnatado, o leite de coco, alternando com a farinha de trigo. Bater até ficar uma massa homogênea. Desligar a batedeira e acrescentar as uvas-passa, as frutas secas e o coco ralado. Reservar. Limpar a batedeira e seque bem. Acrescentar as claras e bater até o ponto neve. Acrescentar as claras à massa reservada e misturar bem. Untar uma forma, com furo no meio, com manteiga e farinha e acrescentar a massa. Levar o bolo ao forno preaquecido e deixar assar por cerca de 55 minutos ou até ficar pronto. Para verificar se o bolo está assado, espetar um palito na massa. Se sair limpo, está pronto. Retirar o bolo do forno, esperar esfriar e servir a seguir. 

Valor Calórico e Nutricional (por porção) 
Calorias: 180 calorias 
Carboidratos: 27,92 g 
Proteínas: 3,95 g 
Gorduras: 5,4 g
Rendimento: 15 porções 

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Bulimia nervosa relaciona-se com a insatisfação da imagem corporal


Um estudo realizado pela nutricionista Monalisa Cenci e seus colaboradores do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Santa Catarina (Florianópolis, Brasil) demonstrou que a insatisfação com a imagem corporal é o mais importante fator associado à bulimia nervosa (BN) em mulheres universitárias.
A BN é um transtorno alimentar caracterizado por períodos de compulsão alimentar seguidos por comportamentos não saudáveis para perda de peso rápido como induzir o vômito (90% dos casos), uso de laxantes, abuso de cafeína, uso de cocaína e/ou dietas inadequadas. Cerca de 90% dos indivíduos acometidos pela BN são do sexo feminino. A prevalência de BN entre mulheres adolescentes e adultas jovens é de aproximadamente 1% a 3%.
O presente estudo teve como objetivo estimar a prevalência de comportamento bulímico e os fatores associados em mulheres universitárias. Foi examinada uma amostra aleatória de 220 universitárias a respeito da presença de comportamento bulímico, identificado de acordo com a pontuação obtida no teste de investigação bulímica de Edimburgo (BITE).
Investigou-se, entre outros aspectos, a satisfação com a imagem corporal e o estado nutricional. Os fatores associados ao comportamento bulímico (BITE maior que 15) foram analisados estatisticamente. A prevalência de sintomas de bulimia nervosa foi de 3,6% e a de insatisfação com a imagem corporal foi igual a 20%.
As universitárias que apresentaram insatisfação com a imagem corporal demonstraram 15,4 vezes mais chance de desenvolver comportamento bulímico quando comparadas àquelas satisfeitas com a própria imagem, independentemente das outras variáveis analisadas.

Regime

Bom humor sempre....


Ótimo dia a todos!!!!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Mulheres só pensam naquilo... COMIDA!



Um estudo nos EUA aponta que as mulheres pensam mais em comida do que sexo: em média, são 10 pensamentos eróticos por dia e 15 sobre alimentos. A pesquisa é da Universidade de Ohio. Os homens, por outro lado, pensam quase o mesmo em sexo (19 vezes por dia) do que em comida (18 vezes).

A pesquisa foi feita com 283 estudantes, que tinham idades entre 18 e 25 anos: eles contaram quantas vezes por dia pensavam em comida, sexo e sono e apertavam botões de um contador, parecido com um controle remoto, para computar os resultados.

Ah, tanto homens quanto mulheres pensam mais em sexo e comida do que em dormir: 11 vezes ao dia para eles e 8,5, para elas.

Via Estadão que retirou da Alfa

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Faça lanches e emagreça!

Descubra os benefícios do fracionamento das refeições.


O fracionamento das refeições é essencial para o bom funcionamento do organismo, além de contribuir para o emagrecimento.  Fazer intervalos muito grandes entre as refeições faz com que a quantidade de nutrientes no organismo fique restrita e o metabolismo passa a economizar energia para conseguir desempenhar suas funções.
Além disso, quando você não realiza os lanches entre as refeições principais, a fome fica acumulada, o que fará com que você abuse na próxima refeição.
É importante ressaltar, que realizar os lanches, não significa beliscar. Essa atitude faz com que se perca a noção da quantidade de alimentos consumida, prejudicando o emagrecimento. Por isso, é fundamental estipular os horários das refeições e sempre incluir os lanches.
Além dos horários das refeições, você deve atentar-se a qualidade dos alimentos ingeridos. Frutas, barras de cereais, iogurtes light, leite fermentado, pães integrais, torradas, cereais e sucos são ótimas opções de lanches com poucas calorias e práticos, podendo ser consumidos até mesmo durante a jornada de trabalho.
As frutas assim como o pão integral, as barras de cereal, as torradas integrais e os cereais, são fontes de carboidrato que fornece energia para o organismo, e fibras que aumentam a sensação de saciedade. Além do mais estes nutrientes contribuem para o bom funcionamento do intestino.
Já o iogurte light e o leite fermentado, são fontes de proteína, que auxilia na renovação celular.

Dessa forma, os lanches intermediários ajudam que você tenha uma alimentação balanceada e saudável!

Lembre-se: você deve fracionar sua alimentação, tomando cuidado para não ficar mais de 4 horas sem se alimentar. O ideal é que sua alimentação seja dividida da seguinte forma: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia.

Pare de dar desculpas para fugir dos exercícios físicos

Soluções para quem reclama de falta de tempo; dinheiro; motivação e até companhia.



As desculpas para fugir da academia são muitas: falta de tempo, de dinheiro, cansaço... mas, enquanto você exercita o cérebro em busca de pretexto para ficar amarrado em casa e no trabalho, seu corpo sofre os efeitos da preguiça. Os quilos escorrem para fora da cintura da calça, as costas vivem doloridas, os músculos murcham e assim por diante. O bem-estar e a disposição que os exercícios físicos proporcionam transformam qualquer pessoa, todo mundo deveria experimentar esta injeção de ânimo. Realmente, existe quem não goste de fazer exercícios. Mas é difícil encontrar uma pessoa que não se sinta bem após ter praticado alguma atividade física. A seguir, vamos fazer você suar a camisa para arranjar outras justificativas que sustentem a sua moleza. 

Porque as velhas desculpas esfarrapadas, a partir de agora, não vão servir para mais nada.

 Não treino porque... 

Estou cansado
Você já ouviu falar que exercício vicia? Algumas pessoas realmente não vivem sem atividade física. Esta dependência causada pelo exercício é atribuída às concentrações elevadas de endorfina produzidas por determinados exercícios. É por isso que muitas pessoas se sentem irritadas, ansiosas, depressivas, cansadas e com péssimo humor quando deixam de fazer exercícios físicos.
Quem está por trás dessas sensações é uma substância chamada endorfina, produzida pelo cérebro durante e depois de uma atividade física. Ela regula a emoção e a percepção da dor, ajudando a relaxar e gerando bem-estar e prazer. A endorfina é considerada um analgésico natural, reduzindo o estresse e a ansiedade, aliviando as tensões e sendo até recomendado no tratamento de depressões leves. Simplificando, isso quer dizer que uma pessoa habituada a fazer exercícios regularmente se sente menos cansada e bem disposta do que quem não faz exercícios.

 Estou sem tempo
Se bobear, você perde mais tempo na fila do banco ou do restaurante do que o necessário para manter o corpo em forma. Bastam 30 minutos, seis vezes por semana, para conseguir um bom condicionamento físico e ter bons resultados estéticos com os exercícios. Ainda não está convencido? Então tem mais: fazer quatro sessões, com dez minutos cada, de algum exercício também rende ótimos resultados. Andar acelerado, subir e descer escadas, fazer um alongamento, experimentar alguns exercício localizados são opções ao alcance de qualquer pessoa, por mais ocupada que ela seja.
  
Estou sem dinheiro
Dá pata ter condicionamento físico e corpo sarado, sem gastar muito dinheiro ou mesmo sem precisar entrar numa academia. Muitas pessoas se exercitam em parques, fazendo caminhadas, corridas, alongamentos e até exercícios com pesos ou anaeróbios. Vale ressaltar a importância de uma orientação inicial, com dicas de um profissional e uma avaliação física, incluindo teste ergométrico. Isso evita acidentes e permite focar nos exercícios que se ajustam ao seu objetivo.

 Estou fora de forma
Se você está fora de forma e quer reverter este estado, é essencial fazer dieta e exercícios físicos regulares. Não há milagres. Se você não se sente bem em ir para uma academia, comece fazendo caminhadas, alongamentos ou contrate um personal trainer para acompanhar suas atividades. Com os resultados, a motivação aumenta e até surge coragem para encarar uma esteira em público.

 Estou sem companhia
Há quem deteste fazer exercícios só. E isso, muitas vezes, dificulta o início das atividades físicas afinal, conciliar agendas também não é um esporte fácil. Nesses casos, o personal trainer pode ser a solução. Se você tiver disciplina, seguir à risca as orientações do professor e, principalmente, não faltar às aulas, vai ter com quem conversar e ainda alcançar ótimos resultados. A motivação, o acompanhamento (visando segurança e eficiência) e os treinos personalizados, em horário compatível à sua rotina, são razões suficientes para qualquer molenga deixar de papo e calçar logo o tênis.

Vamos começar agora mesmo!

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Muito refrigerante pode causar agressividade em adolescentes

Açúcar e cafeína presente na bebida podem ser a causa



Adolescentes que tomam muito refrigerante estão mais propensos a ter comportamento agressivo e sofrer de estresse, diz um estudo feito por cientistas da Universidade de Boston (EUA) e publicado na revista científica Injury Preventin. A pesquisa observou que jovens que bebem mais de cinco latas da bebida por semana são significativamente mais propensos a ter atitudes violentas. 
O estudo baseou-se em entrevistas com 1.878 adolescentes de 14 a 18 anos, de 22 escolas públicas da cidade americana de Boston. Os jovens foram classificados em duas categorias: "baixo consumo", até quatro latas por semana; e "alto consumo", mais de cinco latas por semana. Essas atitudes foram avaliadas junto a outros fatores que poderiam influir nos resultados, como gênero, consumo de álcool e tabaco e as horas de sono. 
Como resultado, apenas 23% dos que bebiam uma ou nenhuma lata de refrigerante por semana responderam que se achavam agressivos. Já entre aqueles que bebiam mais de 14 latas por semana, o número chegava a 43%. A proporção daqueles que tiveram condutas violentas com os companheiros aumentava de 15% naqueles que quase não bebiam refrigerantes para 27% entre os que bebiam 14 ou mais por semana ou cinco latas por dia. 
Os pesquisadores acreditam que a agressividade dos adolescentes observada na pesquisa está ligada ao açúcar e à cafeína, componentes presentes na maioria dos refrigerantes, mas é necessário fazer mais estudos para provar essa relação.  

Bebida também envelhece 

Os efeitos negativos dos refrigerantes não são observados apenas em adolescentes. Uma pesquisa da Universidade de Harvard, dos Estados Unidos, apresenta os altos níveis de fosfato encontrados na bebida como um dos fatores de aceleramento do envelhecimento precoce. 
Segundo os pesquisadores, elevados níveis de fosfato podem acelerar os sinais de envelhecimento, aumentando a prevalência de doenças relacionadas com a idade, como doença renal crônica e calcificação cardiovascular, além de induzir à atrofia muscular e de pele. 
Para chegar a tal conclusão, os pesquisadores analisaram os efeitos do nutriente em 200 voluntários e os resultados foram surpreendentes: dos 200 voluntários avaliados durante seis semanas de pesquisa, 90 apresentaram sinais de envelhecimento celular após consumir dois copos de refrigerante por dia.  
Entre os participantes, 60 tiveram sintomas de doença renal e apenas 50 não sofreram nenhuma alteração com a ingestão da bebida. De acordo com os pesquisadores, quando o fosfato entra no organismo, reage com as substancias responsáveis pelo metabolismo celular acelerando o processo de envelhecimento. 
O fosfato é encontrado naturalmente em alguns grãos, leite, gema do ovo, mas é adicionado em quantidades maiores em refrigerantes, chocolates, pirulitos, balas, doces industrializados, sorvetes, ketchup, maionese e pratos prontos, incluindo os congelados. 

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Bendita é a fruta

Comer as frutas certas é o segredo para ficar mais bonita.



          A manga, por exemplo, rica em vitamina C, deixa a pele e o cabelo saudáveis, fortaleces as defesas do corpo e combate os radicais livres – um dos vilões responsáveis pelo envelhecimento.

         Já o melão possui baixas calorias, contém vitaminas A, C e ácido fólico (bom para as grávidas). “Diuréticas e antioxidantes, essas duas frutas ‘varrem’ os radicais livres do corpo, aliviando o stress e prevenindo doenças crônicas, como alguns tipos de câncer e diabetes”.

ANOTE: ½ manga sem a casca e em pedaços, polpa de 1 melão tipo tipo prince em cubinhos, 2 maçãs vermelhas em fatias, suco de 1 limão, 1 colher (sopa) de salsinha e outra de hortelã picadas, 3 colheres (sopa) de óleo, 1 colher (chá) de açúcar, ¼  xícara de avelãs moídas, 3 talos de salsão em pedaços e sal a gosto. Numa tigela, junte o suco de limão, a salsinha, a hortelã, o óleo, o açúcar, a avelã e o sal. Misture bem. Reserve. Coloque as frutas numa saladeira, acrescente o molho de limão e decore com folhas de salsão. Dá quatro porções.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Descobrir motivo de compulsão por comida é vital para emagrecer

Muitas vezes, a necessidade de comer vem de carências não-resolvidas


A compulsão é um grande tormento para milhares de pessoas que sofrem com o sobrepeso e obesidade. Quem nunca teve um momento de deslize e exagerou ao comer, não sabe a culpa e a auto-recriminação que as pessoas sentem quando acabam comendo em excesso. 
A compulsão, é o termo utilizado para atos que o indivíduo se sente coagido internamente a realizar e, se não o fizer, haverá incremento da angústia. 
Desta forma, podemos pensar em como a comida acaba levando a uma satisfação rápida, tanto de emoções, como de sentimentos angustiantes, pois é uma forma rápida de compensação e de alívio. 
O foco é identificar o que em você não está sendo bem canalizado, preenchido, e que a comida está tendo que tapar.
A forma de pensar gordo tem relação direta nesse aspecto, pois ao avaliarmos esses indivíduos, verificamos que os mesmos estabelecem uma relação de dependência a nível de satisfação, tanto corporal quanto pessoal.
O segredo é criar consciência do motivo que está comendo. Se está com fome, se come para acompanhar alguém, ou porque está descontando emoções na comida, e se perguntar sempre o porquê está comendo. 
Diante desses questionamentos, o único caso que deve ser resolvido com comida é a fome. Se estiver triste chore; se está ansioso, tome um banho, relaxe, respire fundo. O importante é vivenciar as emoções e resolver cada uma delas com a solução mais adequada, isto é, permitir sentir o que está acontecendo e procurar resolver da forma mais assertiva, que com certeza não será a comida. 
A partir daí, você vai começar a perceber a diferença entre fome-física e fome-emocional, e vencer a compulsão. Essa percepção e o reconhecimento das duas situações distintas abrem seu leque de opções, dando instrumentos para lidar melhor com essas situações. 
É você quem vai decidir se come ou não come, é você que tem que ter o controle sobre seu corpo e emoções. Como comer é para a vida toda, é importante que aprenda a lidar com a comida, pois viver de regime é contraproducente e gera compulsão alimentar. 
Se mesmo depois de tomar todas as medidas necessárias para perder peso você não conseguir emagrecer por não ter mantido as orientações, procure um psicólogo para poder compartilhar e solucionar aquilo que não está determinado apenas na necessidade orgânica de se alimentar. Juntos, vocês trabalharão o motivo pelo qual você está precisando se alimentar de comida, e não de afeto, carinho, alegrias e realizações. Aprenda a viver a vida com prazer, pois em nossa rotina diária, acabamos não nos permitindo vivenciar atividades prazerosas e vamos sendo esmagados pelas obrigações. 
As mulheres quando estão acima do peso, acabam por se afastar das atividades sociais e que eram prazerosas para elas. Desta forma, ocorre um aumento da ansiedade, e a comida passa ser uma das únicas fontes de prazer, podendo gerar crises de compulsão e a obesidade. 
O foco é identificar o que em você não está sendo bem canalizado, preenchido, e que a comida está tendo que tapar. 

9 dúvidas esclarecidas sobre alimentos diet, light, funcionais e suplementos alimentares

Tanta denominação para os alimentos gera confusões na hora da compra. Nesta matérias, elas são esclarecidas.


1. O que é um produto diet?

Os produtos diet são aqueles especialmente formulados e que sofreram modificação no conteúdo de nutrientes (carboidratos, gorduras, proteínas, sódio) e açúcares adequando-os à utilização a que se destina e, ao mesmo tempo, atendendo às necessidades das pessoas que apresentam alguma necessidade específica.

O conteúdo desses nutrientes deve ser de:

- Alimentos para dietas com restrição de carboidratos: no máximo, 0,5 g do carboidrato por 100 g ou 100 mL.
- Alimentos para dietas com restrição de gorduras: no máximo, 0,5 g de gordura total por 100 g ou 100 mL.
- Alimentos para dietas com restrição de proteínas: deve ser isento de proteína relacionada ao distúrbio. Por exemplo, pessoas portadoras de fenilcetonúria devem consumir alimentos isentos de fenilalanina. Pessoas portadoras de doença celíaca devem utilizar alimentos isentos de glúten.
- Alimentos com restrição de açúcar: não devem ser adicionados açúcares no produto, mas pode conter o açúcar naturalmente presente nos ingredientes do produto. Por exemplo, uma geléia de frutas apresentará, naturalmente, a frutose (açúcar da fruta), mas para ser classificada como diet, ela não poderá acrescentar açúcares (por exemplo, sacarose).

Além desses alimentos, os que são formulados para o controle de peso como, por exemplo, shakes, também podem receber a designação de diet se atenderem as recomendações feitas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

 2. O que é um produto light?

Para a classificação do alimento light é necessário um alimento de comparação. O alimento será definido como light quando apresentar uma diferença mínima, para menos, de 25% no valor energético ou de nutrientes em relação ao alimento comparado.
Além do método comparativo, é possível classificar o alimento como light de acordo com os valores absolutos. Por exemplo: 

Para a quantidade de calorias:

Alimento sólido: no máximo, 40 calorias por 100 g do alimento.
Alimento líquido: no máximo, 20 calorias por 100 mL do alimento.

Para a quantidade de gorduras totais:

Alimento sólido: máximo de 3 g de gorduras por 100 g do alimento.
Alimento líquido: máximo de 1,5 g de gorduras por 100 mL do alimento.

Para cada nutriente há os valores limites de classificação. Os dois valores acima são exemplos. Não é necessário que todos os nutrientes ou valor calórico sejam atingidos ao mesmo tempo. Se um for atingido, o alimento já pode ser classificado como light.

3. Quem deve consumir produtos diet e quem deve consumir produtos light?

Tanto o alimento light quanto o alimento diet devem ser consumidos de acordo com a necessidade individual. O alimento diet é desenvolvido para atender pessoas com alguma necessidade metabólica (diabéticos, fenilcetonúricos, celíacos). Por outro lado, o alimento light pode ser utilizado por essas pessoas também. Por exemplo, um pão light que não tem adição de açúcar pode ser utilizado pelos diabéticos.
Como vimos, uma alimento light ou diet não significa, necessariamente, que ele seja reduzido em calorias. A designação light ou diet pode ser em decorrência a restrição de algum nutriente e não da quantidade de calorias. Por isso, é importante ler o rótulo e verificar se o alimento irá atender as necessidades.

4. Há alguma situação em que é arriscado consumir diet ou light (infância, gravidez)? Em qual (quais) e por quê?

Não existe nenhuma proibição em relação aos alimentos diet e light, até mesmo em relação à utilização de adoçantes. Entretanto, como é possível ter uma alimentação equilibrada sem a utilização de adoçantes, o recomendado é para que as gestantes e as crianças os consumam em pequenas quantidades, evitando fazer o uso diário e em grande quantidade deles.

5. Há quem simplesmente limita a dieta a alimentos de baixa caloria como forma de perder peso. Isso é recomendável?

A restrição de calorias é o princípio básico de quem deseja emagrecer. A restrição calórica é necessária para que haja o emagrecimento. Entretanto, é importante conciliar uma alimentação com baixas calorias com uma elevada qualidade nutricional dos alimentos. Não é correto, por exemplo, ingerir doces, bolos, tortas diariamente, mesmo estando dentro da quantidade calórica necessária para a eliminação de peso.

6. O que são alimentos funcionais?

Os alimentos funcionais são aqueles que, além de produzir as funções básicas, apresentam um nutriente ou substância que tem papel metabólico ou fisiológico no crescimento, desenvolvimento, manutenção ou outros efeitos benéficos para o organismo.

Abaixo estão descritos alguns nutrientes ou substância com propriedades funcionais.

* Betacaroteno
Ação no organismo: Antioxidante que diminui o risco de câncer e de doenças cardiovasculares.
Fontes alimentares: Abóbora, cenoura, mamão, manga, damasco, espinafre, couve.

 * Licopeno
Ação no organismo: Antioxidante relacionado à diminuição do risco de câncer de próstata.
Fonte alimentar: Tomate.

 * Fibras
Ação no organismo: Redução do risco ao câncer de intestino e dos níveis de colesterol sangüíneo. Fontes alimentares: Frutas, legumes e verduras em geral e cereais integrais.

 * Flavonóides
Ação no organismo: Antioxidantes que diminuem o risco de câncer e de doenças cardiovasculares. Fontes alimentares: Suco natural de uva, vinho tinto.

 * Isoflavonas
Ação no organismo: Redução dos níveis de colesterol sangüíneo e do risco de doenças cardiovasculares. Fonte alimentar: Soja.

 * Ácido graxo ômega-3
Ação no organismo: Redução dos níveis de colesterol sangüíneo e do risco de doenças cardiovasculares. Fontes alimentares: Peixes, óleo de peixes.

* Probióticos
Ação no organismo: Ajudam no equilíbrio da flora intestinal e inibem o crescimento de microrganismos patogênicos. Fontes Alimentares: Iogurtes, leite fermentado.

7. O que devemos fazer para obter os benefícios dos alimentos funcionais? É preciso comê-los como se fossem "remédios"?

Os alimentos funcionais não devem ser confundidos com "remédios". Os funcionais têm como função a prevenção de doença e, por isso, é incorreto a comparação de que eles atuam como "remédios". Os medicamentos servem para tratar doenças já estabelecidas e, por outro lado, os alimentos funcionais atuam na prevenção para o desenvolvimento de patologias.
Os alimentos funcionais são os encontrados no dia a dia. Por isso, é importante o estímulo diário para seguir uma alimentação saudável e variada, incluindo frutas, legumes, verduras, peixes, carnes magras, leites e derivados.

 8. O que são suplementos alimentares?

Os suplementos ou complementos alimentares são produtos indicados para, como o nome diz, complementar a dieta de pessoas que não apresentam nenhuma doença ou deficiência alimentar, ou seja, eles complementam a dieta de uma pessoa saudável, visando atingir o valor diário recomendado dos nutrientes.

 9. É seguro consumir suplementos alimentares sem orientação médica?

Os complementos não são utilizados para tratar deficiências nutricionais e não possuem, portanto, indicação medicamentosa. Assim, eles não precisam ser utilizados sob orientação de um profissional, apesar da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) exigir a seguinte informação no rótulo do alimento "Consumir preferencialmente sob orientação profissional". O ideal é que o indivíduo procure a orientação de um nutricionista para que possa ter esclarecimentos sobre possíveis efeitos de uma superdosagem ou, ainda, se o produto é adequado para o perfil do paciente.


sábado, 5 de novembro de 2011

Piadinha

POR QUE EVA COMEU A FRUTA ? 


Não foi assim facinho não!!!
No início, Eva não queria comer a fruta.
- Come - disse a serpente astuta! - e serás como os anjos!
- Não - respondeu Eva. Virando a cara para o lado!
- Terás o conhecimento do Bem e do Mal - insistiu a víbora.
- Cruzou os braços, olhou bem na cara da serpente e respondeu firme: Não!
- Serás imortal.
- Não! Já disse!
- Serás como Deus!
- NÃO, e NÃO! Já disse que NÃO!

Irritadíssima, quase enfiando a fruta goela abaixo, a serpente já estava desesperada e não sabia mais o que fazer para que aquela mulher, de princípios tão rígidos e personalidade tão forte comesse a fruta. Até que teve uma idéia, já que nenhum dos argumentos haviam funcionado...
Ofereceu novamente a fruta e disse com um sorrisinho maroto:

- Come, boba!!! EMAGRECE!!!!

*Foi tiro e queda!!!! * 

rssss.....

domingo, 30 de outubro de 2011

O poder dos alimentos que queimam gordura corporal

Conheça esses cinco aliados da boa forma



Muita gente já conhece a nutrição funcional e a usa no seu dia-a-dia. Os alimentos considerados funcionais agem como remédios para alguns e veneno para outros, por isso a importância da análise com uma especialista antes. 
Esses verdadeiros achados não têm contra indicação e promovem uma queima de gordura de forma natural. Veja abaixo como eles agem no seu organismo. Peras Lote sua fruteira de peras se quer perder peso . É o que dizem estudos feitos na Universidade do Rio de Janeiro. 
No estudo, que foi publicado na revista Nutrition (EUA), mulheres que comeram três peras por dia, ingeriram menos que o total de calorias diárias permitidas, e perderam mais peso do que as que não comeram a fruta. Ricas em fibras, as peras ajudam a pessoa a sentir saciada, o que evita que a mesma coma demais nas refeições principais. Uma pêra antes da refeição ajuda a amenizar a fome de leão , porém deixe a casca! A maior parte da fibra esta lá! 

Grapefruit ou Toranja 

De acordo com pesquisadores da Scripps Clinic, na Califórnia, EUA a ingestão de meia toranja antes de cada refeição pode lhe ajudar a perder peso - até um quilo por semana- mesmo se você não mudar mais nada em sua dieta. Os autores do estudo dizem que um composto da fruta ajuda a regular a insulina, hormônio que armazena gordura. 

Como comer?
Casca e polpa. Cortadas em pedaços, as adicione à salada de espinafres. É também bom acompanhamento para camarão ou simplesmente descascadas, cortadas em tiras. 

Amêndoas

Comer um punhado de amêndoas por dia, juntamente com uma dieta saudável, poderá ajudá-lo a secar gordura, sugere pesquisa publicada no International Journal of Obesity, EUA. Uma dieta-estudo pediu aos participantes que ingerissem amêndoas diariamente durante seis meses. O resultado: perderam 18% da sua gordura corporal. Os que seguiram uma dieta com a mesma quantidade de calorias e de proteínas, mas sem amêndoas, e com carboidratos complexos (como bolachas de trigo) perderam apenas 11%. 

Como comer? 
Ótimas para deixar na sua mesa para pequenos lanches ou picadas e adicionadas à iogurtes e/ou vitaminados. 

Chocolate

Quem resiste a um bom chocolate? O chocolate amargo - e outros alimentos ricos em antioxidantes - podem ajudar a evitar a acumulação de gordura nas células do corpo, precursor para doenças cardíacas e obesidade, segundo a nova pesquisa de Taiwan, publicada no Journal of Agriculture and Food Chemistry. 

Como comer?
Derreta meia barra de chocolate escuro no microondas por 30 segundos e espalhe em frutas de sua preferência. 

Feijão branco

Eles são carregados de amido resistente, um poderoso queimador de gordura (meia xícara tem quase 10 gramas de amido resistente). Se você comer feijão branco com outros alimentos ricos em amido resistente, na mesma refeição, você pode queimar 25% mais gordura do que de outra forma, segundo pesquisadores da Universidade do Colorado, EUA. 

Como comer? 
Em saladas: com cebola, alho e azeite. Adicione duas latas de feijão escorrido, misture e sirva. 

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Reeducação alimentar é a solução

Muita calma nessa hora queridos!!!!!


Rsss.... Tudo tem solução! Opte por uma reeducação alimentar sem sofrimento. Consulte seu nutricionista.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Espinafre protege o sistema nervoso e melhora a digestão

Para usufruir dos benefícios, são necessárias cinco porções semanais



O preço acessível, o sabor marcante e a presença de muitos nutrientes têm tornado o espinafre uma das hortaliças mais consumidas atualmente. Rico em sais minerais, como ferro, cálcio e fósforo, e com alta concentração de vitaminas dos complexos A e B, a verdura ajuda na formação dos ossos, dentes, construção muscular, coagulação sanguínea e conservação da visão. "O espinafre é uma hortaliça de alto valor nutritivo, importante fonte de vitaminas e sais minerais, e que possui algumas substâncias pouco conhecidas, mas que trazem grandes benefícios para o ser humano".
O espinafre ainda age na conservação da pele, na proteção do aparelho digestivo e, principalmente, na saúde sistema nervoso, tornando-se essencial para o desenvolvimento dos nervos e do cérebro. De acordo com uma pesquisa realizada no ano passado, pelo neurocientista Fernando Gómez-Pinilla da Universidade da Califórnia, o espinafre faz parte de um grupo de alimentos antioxidantes responsáveis pelo melhoramento das atividades mentais do ser humano. 
Segundo o estudo, o cérebro consome muita energia para funcionar e isso resulta na sobra de resíduos químicos oxidantes. É neste momento que alimentos como espinafre, nozes, castanhas, óleos vegetais, lentilha, couve-flor, aspargo e abacate começam a trabalhar para eliminar as substâncias em excesso, "desenferrujando" o cérebro. "Levando em conta que a maioria dos alimentos citados pela pesquisa possui alto teor de gordura monoinsaturada, uma gordura benéfica ao nosso organismo, acredito que possa haver uma relação com a exclusão de resíduos oxidantes, pois muitas hortaliças são alimentos antioxidantes e previnem o envelhecimento das células".
Assim como a maioria das hortaliças de folhas verde-escuras, o espinafre é recomendado principalmente para gestantes e crianças, pois previne a anemia e a desnutrição. "Além dos nutrientes mais tradicionais, o espinafre é uma importante fonte de ácido fólico, uma vitamina que contribui diretamente para a formação do tubo neural do feto e essencial para o tratamento de certas anemias. Além disso, o ácido fólico contribui para a manutenção da memória, fluência da fala e velocidade de processamento das informações".
            Para aproveitar e potencializar os nutrientes presentes na hortaliça, é recomendado que o espinafre seja consumido nas principais refeições do dia. "Uma porção média de espinafre cozido pesa 90g e o ideal é que um adulto consuma cinco porções semanais. Para facilitar esta ingestão, o espinafre pode ser utilizado nas mais variadas receitas, como tortas, suflês, refogados e saladas cruas. Além disso, o ideal é que seja diminuído ao máximo o período de cozimento, para que os nutrientes sejam conservados.

Panquecas rápidas de espinafre



Ingredientes

1 colher de sopa de farinha de trigo
1 maço de espinafre limpo
1 colher de chá de sal 
2 ovos batidos 

Modo de fazer

Cozinhe o espinafre e, em seguida, fatie as folhas em pequenos pedaços. Acrescente a farinha de trigo, o sal e os ovos batidos e misture até a massa ganhar liga. Frite em firgideira bem untada, usando meia xícara de chá da massa para fazer cada panqueca. Vire a massa para que os dois lados fiquem dourados. Se quiser, use o recheio de sua preferência, como ricota com tomates frescos picados e temperados com azeite e manjericão.

Morango estimula a beleza

Vitamina C e polifenóis colaboram com juventude



Delicioso e suculento o morango faz sucesso entre os brasileiros. Tortas, bolos, sorvetes, enfim, são diversas as receitas que contêm a fruta como ingrediente principal. A Boa noticia, é que além de deliciosa, a fruta também colabora com a beleza. "O que pouca gente sabe é que esta fruta é uma das mais ricas em vitamina C e polifenóis, que são poderosas armas no combate aos radicais livres que envelhecem e destroem nossas células, inclusive a fibra capilar", explica o professor de Cosmetologia e diretor da Consulfarma, Maurício Pupo. 
Os resultados podem ser percebidos na pele e nos cabelos, e garantem resultados positivos. "Na pele, a aplicação do morango terá uma ação desintoxicante profunda. Ele irá limpá-la dos radicais livres, estimular a circulação sanguínea, deixá-la mais clara, mais macia e muito mais viçosa. Os sais minerais e as demais vitaminas irão mantê-la bem hidratada. O couro cabeludo e a raiz também sofrem muito com todos os poluentes e agentes agressores a que somos expostos diariamente, a ponto de gerar radicais livres, contaminar o sebo que recobre o couro cabeludo e até provocar doenças como a caspa e o envelhecimento da fibra dos cabelos, que contribuem para a perda do brilho e da maciez. O morango devolve o brilho perdido e protege a raiz contra doenças e queda dos fios".
Uma importante dica também é utilizar morangos orgânicos cultivados sem inseticidas e sem fertilizantes químicos. Isso por si só já é uma excelente razão para preferi-los. Mas, vale lembrar também que os produtos orgânicos possuem uma maior quantidade de nutrientes.

Máscara revitalizante e desintoxicante facial: 

Ingredientes: 
Morango, iogurte, aveia e mel.

Modo de preparo:

Bater com auxílio de um mixer três morangos médios, uma colher de sopa de iogurte, uma colher de sopa de aveia e uma colher de sopa de mel. Você irá obter uma mistura deliciosamente perfumada e extraordinariamente rica em nutrientes, vitaminas e polifenóis.

Aplicação:
Para aplicar limpe primeiramente a pele lavando-a com água e sabão. Em seguida, aplique a máscara em camada generosa. Deixe agir por cerca de 30 minutos e retire apenas com água gelada. Este procedimento pode ser feito uma vez por semana ou até diariamente no caso de se desejar um resultado de choque. Quanto maior o número de aplicações, melhores os resultados. 
Vale lembrar que, devido ao fato de a vitamina C oxidar-se rapidamente, esta máscara deve ser preparada e aplicada na hora.

Para recuperar o brilho dos cabelos

Aplicação:
 Para os cabelos siga a mesma receita acima, adicionando, porém, uma colher de sopa de abacate para a reposição dos lipídios naturais do cabelo. Aplique com os cabelos previamente lavados, deixando agir por 30 minutos enrolado com uma toalha, e em seguida enxágüe apenas com água. Nos cabelos, uma vez por semana é suficiente.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Operação verão: emagreça com saúde!



Está próximo das férias, época de curtir as praias e as festas de fim de ano. Que tal aproveitar o tempo que falta para emagrecer de maneira saudável e ficar em forma?
Você sabia que beber a quantidade adequada de água, fracionar as refeições e praticar atividade física acelera o metabolismo? É, e isso facilita o emagrecimento. Fracionar as refeições evita o excesso de calorias em uma única refeição com consequente ganho de peso, além da dilatação do estômago que sugere aumento da sensação de fome.
Além disso, ingerir frutas, verduras e legumes e dar preferência aos alimentos em sua forma integral também auxiliam o emagrecimento, em função da presença de fibras, que melhoram o trânsito intestinal, aumentam a sensação de saciedade, além de reduzir os níveis de colesterol sanguíneo.
Vale ressaltar que no emagrecimento rápido, perdem-se músculos ao invés de gordura, favorecendo o efeito sanfona, com aparecimento de flacidez e estrias, principalmente. Para o início de um processo de emagrecimento com sucesso, uma dica fantástica é reduzir as quantidades consumidas e evitar o consumo de frituras e doces que não oferecem os nutrientes essenciais. Moderação é a palavra chave!
Para emagrecer de forma saudável, o ideal é procurar um profissional nutricionista capacitado para fazer um planejamento alimentar individualizado e sem restrições de grupos de alimentos, bem como um bom educador físico para prescrever atividade física regular.

ATENÇÃO: devemos lembrar que a saúde vem em primeiro lugar! Não vale a pena perdê-la para emagrecer! Procure orientações para seu caso e emagreça de forma saudável!

sábado, 15 de outubro de 2011

Piadinha

Momento descontração! rs...

Boa noite queridos!!! Eu li essa piadinha e me lembrei de muitas histórias que ouço no consultório e por ai.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Dieta antioxidante prolonga a juventude

Os alimentos protegem a aparência e o organismo contra os efeitos do tempo



Eles previnem uma série de doenças, incluindo câncer e infarto, preservam sua juventude e ainda fortalecem o sistema imunológico. Além disso, são todos uma delícia: os alimentos antioxidantes são aliados indispensáveis da sua saúde e não podem, jamais, sumir do prato, os alimentos retardam a deterioração das células (uma resposta natural do organismo à passagem do tempo, mas que pode ter sua velocidade alterada com a dieta adequada).
"Os alimentos com propriedades antioxidantes controlam os radicais livres, que podem interferir e alterar a estrutura das moléculas, lesando o nosso organismo",. Mas, além de prevenir esses danos, os alimentos antioxidantes também podem ajudar no combate de algumas doenças, como câncer e infarto.
Isso acontece porque eles ajudam a eliminar um dos principais agentes causadores dessas doenças. “A maioria das doenças, especialmente as crônicas e degenerativas, que são responsáveis pela deterioração da qualidade de vida e agridem as pessoas no processo de envelhecimento, sofrem o chamado estresse oxidativo”. O infarto do coração, o acidente vascular cerebral, o diabetes, o câncer, a artrite e muitas outras doenças têm origem neste estresse.
Aí que entra o poder dos alimentos antioxidantes: eles têm o poder de regular o transtorno, colaborando na manutenção da saúde desde a prevenção da doença até a ajuda no tratamento.

Juventude

O tão temido estresse oxidativo, no entanto, nem sempre causa doenças. Ele assina o processo e envelhecimento do organismo daí a importância da dieta antioxidante na rotina de quem deseja permanecer jovem por mais tempo (não apenas na aparência, mas também nas funções metabólicas).
As células envelhecidas são mais susceptíveis às lesões e possuem menor poder de defesa, lembra o médico, o que facilita a ação dos radicais livres e colabora ainda mais com o envelhecimento, gerando um ciclo vicioso. Assim, a ingestão de alimentos protetores auxilia no controle destas substâncias, reduzindo o prejuízo.

Onde eles estão?

Mas com tantos benefícios deve ser difícil encontrar esses alimentos com poder antioxidante, não é mesmo? Nada disso, muitos deles estão presentes no nosso dia-a-dia. Os antioxidantes mais conhecidos estão presentes na vitamina C, na vitamina E, e no beta caroteno, uma pró-vitamina que no organismo transforma na vitamina A ativa.
E a maneira mais fácil de encontrar essas vitaminas é incluir muitas frutas, legumes e verduras no cardápio. Cenoura, mamão, abobrinha, vegetais e frutas a laranjadas, germe de trigo, óleos vegetais, vegetais de folhas verdes, gordura do leite e nozes são ótimas fontes. Também é o caso da gema de ovo, da acerola, frutas cítricas, tomate, melão, pimentão, repolho cru, morango, abacaxi, goiaba batata e kiwi.

Quantidade

A quantidade ideal desses alimentos que deve ser consumida para garantir um resultado favorável para saúde depende do organismo e do estilo de vida de cada pessoa. Por isso, o mais indicado é consultar seu nutricionista ou médico. “Cada pessoa possui particularidades, histórico de saúde, hábitos de vida e intolerâncias alimentares, por isso a ingestão adequada precisa ser analisada por um especialista”.

Torta de ricota light

Encremente o seu cardápio com esta sobremesa leve



 Ingredientes:
- 500 g de ricota
- 1 copo (200 ml) de leite desnatado
- 2 colheres (sopa) de leite em pó desnatado
- 2 gemas
- 3 claras

- 1 colher (sopa) de amido de milho
- raspas de limão
- 5 colheres (sopa) de adoçante culinário
- 1 colher (sopa) de uva passa
- gotas de baunilha

Modo de preparar: 

No liquidificador, bata a ricota, o leite desnatado, as gemas, a maisena, o adoçante culinário e gotas de baunilha. Despeje em uma vasilha apropriada e reserve. Bata as claras até o ponto de neve. Junte-as aos poucos à mistura reservada, delicadamente. Acrescente as passas e as raspas de limão.

Despeje em um pirex untado com margarina light e farinha de rosca. Leve ao forno e asse por 40 minutos ou até começar a dourar.

Rendimento: 20 unidades
Calorias: 62 kcal/porção

Carboidratos: 4,8 g
Proteínas: 4,2 g
Lipídios: 2,9 g

Receita Convencional: 84,4 kcal/porção 

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Peixes são aliados da saúde e da dieta




As propriedades nutricionais que os peixes carregam e os benefícios que trazem ao nosso organismo fazem deste alimento uma ótima opção de proteína para fazer parte de uma alimentação equilibrada durante o ano inteiro. 
Cada brasileiro consome, em média, menos de 7 quilos de peixe por ano. A quantidade mínima recomendado pela Organização Mundial de Saúde são 12 quilos. Mesmo assim, muita gente bate o pé e assume que não gosta desta carne branca de jeito nenhum. 
Mas será que você não gosta de peixe mesmo? Ou provou uma espécie ou modo de preparo que não combinou com o seu paladar? Para te ajudar nesta descoberta, temos aqui os oito peixes mais consumidos do Brasil. Em breve estarei postando sobre suas propriedades nutricionais e deliciosas receitas.

1. Salmão, versátil e amigo do coração
2. Atum, ideal para receitas elaboradas
3. Bacalhau, a versão desfiada faz o prato render 
4. Sardinha: peixe barato que cai bem no patê, no forno e no molho
5. Linguado para o recheio de tortas e bolinhos
6. Cação incrementa ensopados 
7. Truta: ela é perfeita para quem faz dieta
8. Cavalinha também é excelente fonte do ômega-3

Hora de comprar o peixe




Este momento é fundamental para que sua garfada seja ainda mais nutritiva e saborosa. "É importante destacar que a forma de preparo do peixe influencia muito na quantidade de calorias e gorduras. A pele do animal não deve ser retirada, pois ela é considerada a proteção contra o ressecamento, preservando o suco natural e o sabor do peixe". 

Como comprar o melhor peixe, o fresco. Observe: 

Olhos: Devem ser transparentes e brilhantes, como se o peixe ainda estivesse vivo. Quando o peixe fica muito tempo no gelo ele fica com os olhos achatados e sem brilho.

Corpo: Tem que estar liso, com a pele intacta e a carne firme, quando pressionamos o dedo sobre ela. 

Guelras: Devem estar brilhantes e ter cor vermelha, clara, sem marcas cinzentas. Pele Tem que estar brilhante e úmida ao tato. A cor pode variar, dependendo das características das espécies.

Escamas: Devem estar brilhantes e firmes, presas ao corpo. Não devem estar embaçadas e opacas, passe a mão no peixe e verifique se as escamas estão se soltando facilmente. Caso estejam, evite. 

Odor: O cheiro não deve ser forte ou azedo, parecido com iodo ou amônia, que é sinal de que já passou da data de validade. 

Como comprar peixes Não frescos 

Seco e salgado: O peixe seco e salgado já vêm limpo, sem a cabeça. Alguns até sem o rabo. Para comprar, verifique se está realmente seco, com a carne clara e firme, sem a presença de manchas, marcas ou pintas. O cheiro também deve estar agradável, sem um odor de azedo. Não deve ter manchas na carne de cor avermelhadas, que é causada por um fungo, o "vermelhão". A carne não pode estar úmida e mole. As bordas não devem estar descoloridas ou escurecidas. 

Congelado: Os peixes congelados devem estar acondicionados em embalagens fechadas e bem lacradas. Opte pelas embalagens transparentes que permitem analisar o produto. A carne não deve estar descolorida, com manchas ou pintas. Geralmente os congelados vêm sem a pele. Prefira os filés e postas. Observe se não há formação irregular do gelo, que pode se formar pelo descongelamento e recongelamento. 

Enlatado: Os enlatados são as chamadas conservas. A lata deve estar inteira, sem ferrugens, sem furos ou amassados, principalmente nos cantos ou bordas e não deve estar estufada. Defumados O peixe deve ter a carne firme, com a coloração uniforme, sem manchas ou pintas escuras ou de mofo. Quanto mais velhos, mais ressecados eles ficam. Apesar do odor de defumado, não deve ser azedo ou muito forte. 

Tire já esta dúvida 

Peixes de água doce, como Pacu, Dourado e Pintado, são bastante gordurosos e calóricos? 

"Não. Pelo contrário. Eles têm baixa quantidade de caloria e gordura, apenas o pacu é considerado o mais calórico e contém um maior teor de gordura entre eles". 
Peixes
Calorias (Kcal)
Gordura (g)
Pintado
91
1,3
Dourado
80
0,5
Pacu
145
8,0

Todos os peixes são ricos em ômega 3, a gordura que faz bem ao coração? 

Os peixes de água doce e salgada são considerados fontes de proteínas na nossa alimentação. Porém, as espécies de origem marinha apresentam maior quantidade de ácidos graxos ômega 3 do que os de água doce. Isso acontece, pois os peixes de água salgada se alimentam de fitoplâncton marinhos que contém esses ácidos graxos, já os animais de água doce são mais ricos em ômega 6, pois, estes se alimentam de crustáceos, larvas, além de fitoplâncton de água doce. 
© Blog da Magda Vieira - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Giovanna Lacerda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo