Blog da Magda Vieira; Nutrição, Saúde e Bem-Estar

domingo, 30 de outubro de 2011

O poder dos alimentos que queimam gordura corporal

Conheça esses cinco aliados da boa forma



Muita gente já conhece a nutrição funcional e a usa no seu dia-a-dia. Os alimentos considerados funcionais agem como remédios para alguns e veneno para outros, por isso a importância da análise com uma especialista antes. 
Esses verdadeiros achados não têm contra indicação e promovem uma queima de gordura de forma natural. Veja abaixo como eles agem no seu organismo. Peras Lote sua fruteira de peras se quer perder peso . É o que dizem estudos feitos na Universidade do Rio de Janeiro. 
No estudo, que foi publicado na revista Nutrition (EUA), mulheres que comeram três peras por dia, ingeriram menos que o total de calorias diárias permitidas, e perderam mais peso do que as que não comeram a fruta. Ricas em fibras, as peras ajudam a pessoa a sentir saciada, o que evita que a mesma coma demais nas refeições principais. Uma pêra antes da refeição ajuda a amenizar a fome de leão , porém deixe a casca! A maior parte da fibra esta lá! 

Grapefruit ou Toranja 

De acordo com pesquisadores da Scripps Clinic, na Califórnia, EUA a ingestão de meia toranja antes de cada refeição pode lhe ajudar a perder peso - até um quilo por semana- mesmo se você não mudar mais nada em sua dieta. Os autores do estudo dizem que um composto da fruta ajuda a regular a insulina, hormônio que armazena gordura. 

Como comer?
Casca e polpa. Cortadas em pedaços, as adicione à salada de espinafres. É também bom acompanhamento para camarão ou simplesmente descascadas, cortadas em tiras. 

Amêndoas

Comer um punhado de amêndoas por dia, juntamente com uma dieta saudável, poderá ajudá-lo a secar gordura, sugere pesquisa publicada no International Journal of Obesity, EUA. Uma dieta-estudo pediu aos participantes que ingerissem amêndoas diariamente durante seis meses. O resultado: perderam 18% da sua gordura corporal. Os que seguiram uma dieta com a mesma quantidade de calorias e de proteínas, mas sem amêndoas, e com carboidratos complexos (como bolachas de trigo) perderam apenas 11%. 

Como comer? 
Ótimas para deixar na sua mesa para pequenos lanches ou picadas e adicionadas à iogurtes e/ou vitaminados. 

Chocolate

Quem resiste a um bom chocolate? O chocolate amargo - e outros alimentos ricos em antioxidantes - podem ajudar a evitar a acumulação de gordura nas células do corpo, precursor para doenças cardíacas e obesidade, segundo a nova pesquisa de Taiwan, publicada no Journal of Agriculture and Food Chemistry. 

Como comer?
Derreta meia barra de chocolate escuro no microondas por 30 segundos e espalhe em frutas de sua preferência. 

Feijão branco

Eles são carregados de amido resistente, um poderoso queimador de gordura (meia xícara tem quase 10 gramas de amido resistente). Se você comer feijão branco com outros alimentos ricos em amido resistente, na mesma refeição, você pode queimar 25% mais gordura do que de outra forma, segundo pesquisadores da Universidade do Colorado, EUA. 

Como comer? 
Em saladas: com cebola, alho e azeite. Adicione duas latas de feijão escorrido, misture e sirva. 

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Reeducação alimentar é a solução

Muita calma nessa hora queridos!!!!!


Rsss.... Tudo tem solução! Opte por uma reeducação alimentar sem sofrimento. Consulte seu nutricionista.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Espinafre protege o sistema nervoso e melhora a digestão

Para usufruir dos benefícios, são necessárias cinco porções semanais



O preço acessível, o sabor marcante e a presença de muitos nutrientes têm tornado o espinafre uma das hortaliças mais consumidas atualmente. Rico em sais minerais, como ferro, cálcio e fósforo, e com alta concentração de vitaminas dos complexos A e B, a verdura ajuda na formação dos ossos, dentes, construção muscular, coagulação sanguínea e conservação da visão. "O espinafre é uma hortaliça de alto valor nutritivo, importante fonte de vitaminas e sais minerais, e que possui algumas substâncias pouco conhecidas, mas que trazem grandes benefícios para o ser humano".
O espinafre ainda age na conservação da pele, na proteção do aparelho digestivo e, principalmente, na saúde sistema nervoso, tornando-se essencial para o desenvolvimento dos nervos e do cérebro. De acordo com uma pesquisa realizada no ano passado, pelo neurocientista Fernando Gómez-Pinilla da Universidade da Califórnia, o espinafre faz parte de um grupo de alimentos antioxidantes responsáveis pelo melhoramento das atividades mentais do ser humano. 
Segundo o estudo, o cérebro consome muita energia para funcionar e isso resulta na sobra de resíduos químicos oxidantes. É neste momento que alimentos como espinafre, nozes, castanhas, óleos vegetais, lentilha, couve-flor, aspargo e abacate começam a trabalhar para eliminar as substâncias em excesso, "desenferrujando" o cérebro. "Levando em conta que a maioria dos alimentos citados pela pesquisa possui alto teor de gordura monoinsaturada, uma gordura benéfica ao nosso organismo, acredito que possa haver uma relação com a exclusão de resíduos oxidantes, pois muitas hortaliças são alimentos antioxidantes e previnem o envelhecimento das células".
Assim como a maioria das hortaliças de folhas verde-escuras, o espinafre é recomendado principalmente para gestantes e crianças, pois previne a anemia e a desnutrição. "Além dos nutrientes mais tradicionais, o espinafre é uma importante fonte de ácido fólico, uma vitamina que contribui diretamente para a formação do tubo neural do feto e essencial para o tratamento de certas anemias. Além disso, o ácido fólico contribui para a manutenção da memória, fluência da fala e velocidade de processamento das informações".
            Para aproveitar e potencializar os nutrientes presentes na hortaliça, é recomendado que o espinafre seja consumido nas principais refeições do dia. "Uma porção média de espinafre cozido pesa 90g e o ideal é que um adulto consuma cinco porções semanais. Para facilitar esta ingestão, o espinafre pode ser utilizado nas mais variadas receitas, como tortas, suflês, refogados e saladas cruas. Além disso, o ideal é que seja diminuído ao máximo o período de cozimento, para que os nutrientes sejam conservados.

Panquecas rápidas de espinafre



Ingredientes

1 colher de sopa de farinha de trigo
1 maço de espinafre limpo
1 colher de chá de sal 
2 ovos batidos 

Modo de fazer

Cozinhe o espinafre e, em seguida, fatie as folhas em pequenos pedaços. Acrescente a farinha de trigo, o sal e os ovos batidos e misture até a massa ganhar liga. Frite em firgideira bem untada, usando meia xícara de chá da massa para fazer cada panqueca. Vire a massa para que os dois lados fiquem dourados. Se quiser, use o recheio de sua preferência, como ricota com tomates frescos picados e temperados com azeite e manjericão.

Morango estimula a beleza

Vitamina C e polifenóis colaboram com juventude



Delicioso e suculento o morango faz sucesso entre os brasileiros. Tortas, bolos, sorvetes, enfim, são diversas as receitas que contêm a fruta como ingrediente principal. A Boa noticia, é que além de deliciosa, a fruta também colabora com a beleza. "O que pouca gente sabe é que esta fruta é uma das mais ricas em vitamina C e polifenóis, que são poderosas armas no combate aos radicais livres que envelhecem e destroem nossas células, inclusive a fibra capilar", explica o professor de Cosmetologia e diretor da Consulfarma, Maurício Pupo. 
Os resultados podem ser percebidos na pele e nos cabelos, e garantem resultados positivos. "Na pele, a aplicação do morango terá uma ação desintoxicante profunda. Ele irá limpá-la dos radicais livres, estimular a circulação sanguínea, deixá-la mais clara, mais macia e muito mais viçosa. Os sais minerais e as demais vitaminas irão mantê-la bem hidratada. O couro cabeludo e a raiz também sofrem muito com todos os poluentes e agentes agressores a que somos expostos diariamente, a ponto de gerar radicais livres, contaminar o sebo que recobre o couro cabeludo e até provocar doenças como a caspa e o envelhecimento da fibra dos cabelos, que contribuem para a perda do brilho e da maciez. O morango devolve o brilho perdido e protege a raiz contra doenças e queda dos fios".
Uma importante dica também é utilizar morangos orgânicos cultivados sem inseticidas e sem fertilizantes químicos. Isso por si só já é uma excelente razão para preferi-los. Mas, vale lembrar também que os produtos orgânicos possuem uma maior quantidade de nutrientes.

Máscara revitalizante e desintoxicante facial: 

Ingredientes: 
Morango, iogurte, aveia e mel.

Modo de preparo:

Bater com auxílio de um mixer três morangos médios, uma colher de sopa de iogurte, uma colher de sopa de aveia e uma colher de sopa de mel. Você irá obter uma mistura deliciosamente perfumada e extraordinariamente rica em nutrientes, vitaminas e polifenóis.

Aplicação:
Para aplicar limpe primeiramente a pele lavando-a com água e sabão. Em seguida, aplique a máscara em camada generosa. Deixe agir por cerca de 30 minutos e retire apenas com água gelada. Este procedimento pode ser feito uma vez por semana ou até diariamente no caso de se desejar um resultado de choque. Quanto maior o número de aplicações, melhores os resultados. 
Vale lembrar que, devido ao fato de a vitamina C oxidar-se rapidamente, esta máscara deve ser preparada e aplicada na hora.

Para recuperar o brilho dos cabelos

Aplicação:
 Para os cabelos siga a mesma receita acima, adicionando, porém, uma colher de sopa de abacate para a reposição dos lipídios naturais do cabelo. Aplique com os cabelos previamente lavados, deixando agir por 30 minutos enrolado com uma toalha, e em seguida enxágüe apenas com água. Nos cabelos, uma vez por semana é suficiente.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Operação verão: emagreça com saúde!



Está próximo das férias, época de curtir as praias e as festas de fim de ano. Que tal aproveitar o tempo que falta para emagrecer de maneira saudável e ficar em forma?
Você sabia que beber a quantidade adequada de água, fracionar as refeições e praticar atividade física acelera o metabolismo? É, e isso facilita o emagrecimento. Fracionar as refeições evita o excesso de calorias em uma única refeição com consequente ganho de peso, além da dilatação do estômago que sugere aumento da sensação de fome.
Além disso, ingerir frutas, verduras e legumes e dar preferência aos alimentos em sua forma integral também auxiliam o emagrecimento, em função da presença de fibras, que melhoram o trânsito intestinal, aumentam a sensação de saciedade, além de reduzir os níveis de colesterol sanguíneo.
Vale ressaltar que no emagrecimento rápido, perdem-se músculos ao invés de gordura, favorecendo o efeito sanfona, com aparecimento de flacidez e estrias, principalmente. Para o início de um processo de emagrecimento com sucesso, uma dica fantástica é reduzir as quantidades consumidas e evitar o consumo de frituras e doces que não oferecem os nutrientes essenciais. Moderação é a palavra chave!
Para emagrecer de forma saudável, o ideal é procurar um profissional nutricionista capacitado para fazer um planejamento alimentar individualizado e sem restrições de grupos de alimentos, bem como um bom educador físico para prescrever atividade física regular.

ATENÇÃO: devemos lembrar que a saúde vem em primeiro lugar! Não vale a pena perdê-la para emagrecer! Procure orientações para seu caso e emagreça de forma saudável!

sábado, 15 de outubro de 2011

Piadinha

Momento descontração! rs...

Boa noite queridos!!! Eu li essa piadinha e me lembrei de muitas histórias que ouço no consultório e por ai.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Dieta antioxidante prolonga a juventude

Os alimentos protegem a aparência e o organismo contra os efeitos do tempo



Eles previnem uma série de doenças, incluindo câncer e infarto, preservam sua juventude e ainda fortalecem o sistema imunológico. Além disso, são todos uma delícia: os alimentos antioxidantes são aliados indispensáveis da sua saúde e não podem, jamais, sumir do prato, os alimentos retardam a deterioração das células (uma resposta natural do organismo à passagem do tempo, mas que pode ter sua velocidade alterada com a dieta adequada).
"Os alimentos com propriedades antioxidantes controlam os radicais livres, que podem interferir e alterar a estrutura das moléculas, lesando o nosso organismo",. Mas, além de prevenir esses danos, os alimentos antioxidantes também podem ajudar no combate de algumas doenças, como câncer e infarto.
Isso acontece porque eles ajudam a eliminar um dos principais agentes causadores dessas doenças. “A maioria das doenças, especialmente as crônicas e degenerativas, que são responsáveis pela deterioração da qualidade de vida e agridem as pessoas no processo de envelhecimento, sofrem o chamado estresse oxidativo”. O infarto do coração, o acidente vascular cerebral, o diabetes, o câncer, a artrite e muitas outras doenças têm origem neste estresse.
Aí que entra o poder dos alimentos antioxidantes: eles têm o poder de regular o transtorno, colaborando na manutenção da saúde desde a prevenção da doença até a ajuda no tratamento.

Juventude

O tão temido estresse oxidativo, no entanto, nem sempre causa doenças. Ele assina o processo e envelhecimento do organismo daí a importância da dieta antioxidante na rotina de quem deseja permanecer jovem por mais tempo (não apenas na aparência, mas também nas funções metabólicas).
As células envelhecidas são mais susceptíveis às lesões e possuem menor poder de defesa, lembra o médico, o que facilita a ação dos radicais livres e colabora ainda mais com o envelhecimento, gerando um ciclo vicioso. Assim, a ingestão de alimentos protetores auxilia no controle destas substâncias, reduzindo o prejuízo.

Onde eles estão?

Mas com tantos benefícios deve ser difícil encontrar esses alimentos com poder antioxidante, não é mesmo? Nada disso, muitos deles estão presentes no nosso dia-a-dia. Os antioxidantes mais conhecidos estão presentes na vitamina C, na vitamina E, e no beta caroteno, uma pró-vitamina que no organismo transforma na vitamina A ativa.
E a maneira mais fácil de encontrar essas vitaminas é incluir muitas frutas, legumes e verduras no cardápio. Cenoura, mamão, abobrinha, vegetais e frutas a laranjadas, germe de trigo, óleos vegetais, vegetais de folhas verdes, gordura do leite e nozes são ótimas fontes. Também é o caso da gema de ovo, da acerola, frutas cítricas, tomate, melão, pimentão, repolho cru, morango, abacaxi, goiaba batata e kiwi.

Quantidade

A quantidade ideal desses alimentos que deve ser consumida para garantir um resultado favorável para saúde depende do organismo e do estilo de vida de cada pessoa. Por isso, o mais indicado é consultar seu nutricionista ou médico. “Cada pessoa possui particularidades, histórico de saúde, hábitos de vida e intolerâncias alimentares, por isso a ingestão adequada precisa ser analisada por um especialista”.

Torta de ricota light

Encremente o seu cardápio com esta sobremesa leve



 Ingredientes:
- 500 g de ricota
- 1 copo (200 ml) de leite desnatado
- 2 colheres (sopa) de leite em pó desnatado
- 2 gemas
- 3 claras

- 1 colher (sopa) de amido de milho
- raspas de limão
- 5 colheres (sopa) de adoçante culinário
- 1 colher (sopa) de uva passa
- gotas de baunilha

Modo de preparar: 

No liquidificador, bata a ricota, o leite desnatado, as gemas, a maisena, o adoçante culinário e gotas de baunilha. Despeje em uma vasilha apropriada e reserve. Bata as claras até o ponto de neve. Junte-as aos poucos à mistura reservada, delicadamente. Acrescente as passas e as raspas de limão.

Despeje em um pirex untado com margarina light e farinha de rosca. Leve ao forno e asse por 40 minutos ou até começar a dourar.

Rendimento: 20 unidades
Calorias: 62 kcal/porção

Carboidratos: 4,8 g
Proteínas: 4,2 g
Lipídios: 2,9 g

Receita Convencional: 84,4 kcal/porção 

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Peixes são aliados da saúde e da dieta




As propriedades nutricionais que os peixes carregam e os benefícios que trazem ao nosso organismo fazem deste alimento uma ótima opção de proteína para fazer parte de uma alimentação equilibrada durante o ano inteiro. 
Cada brasileiro consome, em média, menos de 7 quilos de peixe por ano. A quantidade mínima recomendado pela Organização Mundial de Saúde são 12 quilos. Mesmo assim, muita gente bate o pé e assume que não gosta desta carne branca de jeito nenhum. 
Mas será que você não gosta de peixe mesmo? Ou provou uma espécie ou modo de preparo que não combinou com o seu paladar? Para te ajudar nesta descoberta, temos aqui os oito peixes mais consumidos do Brasil. Em breve estarei postando sobre suas propriedades nutricionais e deliciosas receitas.

1. Salmão, versátil e amigo do coração
2. Atum, ideal para receitas elaboradas
3. Bacalhau, a versão desfiada faz o prato render 
4. Sardinha: peixe barato que cai bem no patê, no forno e no molho
5. Linguado para o recheio de tortas e bolinhos
6. Cação incrementa ensopados 
7. Truta: ela é perfeita para quem faz dieta
8. Cavalinha também é excelente fonte do ômega-3

Hora de comprar o peixe




Este momento é fundamental para que sua garfada seja ainda mais nutritiva e saborosa. "É importante destacar que a forma de preparo do peixe influencia muito na quantidade de calorias e gorduras. A pele do animal não deve ser retirada, pois ela é considerada a proteção contra o ressecamento, preservando o suco natural e o sabor do peixe". 

Como comprar o melhor peixe, o fresco. Observe: 

Olhos: Devem ser transparentes e brilhantes, como se o peixe ainda estivesse vivo. Quando o peixe fica muito tempo no gelo ele fica com os olhos achatados e sem brilho.

Corpo: Tem que estar liso, com a pele intacta e a carne firme, quando pressionamos o dedo sobre ela. 

Guelras: Devem estar brilhantes e ter cor vermelha, clara, sem marcas cinzentas. Pele Tem que estar brilhante e úmida ao tato. A cor pode variar, dependendo das características das espécies.

Escamas: Devem estar brilhantes e firmes, presas ao corpo. Não devem estar embaçadas e opacas, passe a mão no peixe e verifique se as escamas estão se soltando facilmente. Caso estejam, evite. 

Odor: O cheiro não deve ser forte ou azedo, parecido com iodo ou amônia, que é sinal de que já passou da data de validade. 

Como comprar peixes Não frescos 

Seco e salgado: O peixe seco e salgado já vêm limpo, sem a cabeça. Alguns até sem o rabo. Para comprar, verifique se está realmente seco, com a carne clara e firme, sem a presença de manchas, marcas ou pintas. O cheiro também deve estar agradável, sem um odor de azedo. Não deve ter manchas na carne de cor avermelhadas, que é causada por um fungo, o "vermelhão". A carne não pode estar úmida e mole. As bordas não devem estar descoloridas ou escurecidas. 

Congelado: Os peixes congelados devem estar acondicionados em embalagens fechadas e bem lacradas. Opte pelas embalagens transparentes que permitem analisar o produto. A carne não deve estar descolorida, com manchas ou pintas. Geralmente os congelados vêm sem a pele. Prefira os filés e postas. Observe se não há formação irregular do gelo, que pode se formar pelo descongelamento e recongelamento. 

Enlatado: Os enlatados são as chamadas conservas. A lata deve estar inteira, sem ferrugens, sem furos ou amassados, principalmente nos cantos ou bordas e não deve estar estufada. Defumados O peixe deve ter a carne firme, com a coloração uniforme, sem manchas ou pintas escuras ou de mofo. Quanto mais velhos, mais ressecados eles ficam. Apesar do odor de defumado, não deve ser azedo ou muito forte. 

Tire já esta dúvida 

Peixes de água doce, como Pacu, Dourado e Pintado, são bastante gordurosos e calóricos? 

"Não. Pelo contrário. Eles têm baixa quantidade de caloria e gordura, apenas o pacu é considerado o mais calórico e contém um maior teor de gordura entre eles". 
Peixes
Calorias (Kcal)
Gordura (g)
Pintado
91
1,3
Dourado
80
0,5
Pacu
145
8,0

Todos os peixes são ricos em ômega 3, a gordura que faz bem ao coração? 

Os peixes de água doce e salgada são considerados fontes de proteínas na nossa alimentação. Porém, as espécies de origem marinha apresentam maior quantidade de ácidos graxos ômega 3 do que os de água doce. Isso acontece, pois os peixes de água salgada se alimentam de fitoplâncton marinhos que contém esses ácidos graxos, já os animais de água doce são mais ricos em ômega 6, pois, estes se alimentam de crustáceos, larvas, além de fitoplâncton de água doce. 
© Blog da Magda Vieira - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Giovanna Lacerda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo