Blog da Magda Vieira; Nutrição, Saúde e Bem-Estar

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Que tal uma sopa?!?

Vamos aproveitar esse friozinho para apreciarmos sopas deliciosas, nutritivas e bem magrinhas!


Sopa creme de abóbora com ricota

Espante o inverno com uma refeição quente e turbinada em vitamina

Sopa de abóbora

Ingredientes:

8 pedaços pequenos de abóbora moranga (crua)
4 fatias médias de ricota
2 colheres de sopa cheias de requeijão light
2 pratos de sobremesa de couve manteiga (crua)
1 unidade pequena de cebola (crua)
2 unidades pequenas de alho
5 copos médios de água
1 colher (chá) de sal refinado

Modo de Preparo:

Em uma panela grande coloque a água, sal, o alho amassado, a cebola picada e a abóbora cortada em cubos. Deixe cozinhar em fogo baixo até a abóbora ficar bem macia (se necessário acrescente mais água). Quando estiver cozida, bata no liquidificador com a própria água do cozimento, juntamente com as fatias de ricota e o requeijão.Transfira para a panela e leve ao fogo médio. Acrescente a couve cortada em tiras finas e deixe cozinhar por alguns minutos, deixando somente abrandar as fibras da couve. Sirva a seguir.
Rendimento: 2 porções
Valor calórico por porção: 181,19 Kcal 

Sopa cremosa de ricota

Saboreie essa receita nos dias frios sem se preocupar com a balança

Sopa cremosa de ricota

Ingredientes:

1 fatia grossa de ricota
6 buquês de brócolis cozido
1 unidade de cebola
2 dentes de alho
1 xícara de leite desnatado
1 colher de sobremesa de amido de milho
5 xícaras de água
1 envelope de caldo de galinha (0% gordura)
3 colher de sopa de salsinha
Sal a gosto

Modo de Preparo:

Em uma panela, coloque a água, o caldo de galinha, o alho e a cebola picados. Deixe ferver. Acerte o sal e acrescente o leite com o amido de milho dissolvido e ferva até engrossar. Desligue o fogo. Reserve. Divida a ricota em cubos no fundo dos pratos e despeje o creme por cima. Salpique a salsinha. Sirva bem quente com buquês de brócolis cozido.

Valor calórico: 82,3 Kcal/porção

Sopa cremosa de legumes

Faça em casa a refeição que é um sucesso nas noites frias

Sopa de legumes

Ingredientes:

20 g de margarina light
100 g de cenouras picadas
100 g de nabos picados
100 g de batatas picadas
100 g de aipo picado
100 ml de caldo de frango
375 ml de leite desnatado
20 g de frutose
Noz-moscada, sal, pimenta-do-reino branca
1 gema
Cerefólio picado

Modo de Preparo:

Numa panela, derreta a margarina light e refogue os legumes por 5 minutos. Adicione o caldo de frango, o leite, a noz-moscada, o sal, a pimenta e a frutose. Cubra, cozinhe por 20 minutos em fogo brando, mexendo sempre. Deixe esfriar. Liquidifique a misture até ficar cremosa. Torne a aquecer. Numa tigela, bata as gemas e adicione à sopa. Salpique cerofólio e sirva.

Rendimento: 8 porções
Calorias por porção: 62 cal

5 Dicas para se comer bem


Cinco dicas super fácies e simples para tornar o momento da refeição algo divertido e gostoso para você e sua família, confira:
 
 
Dica 1: Sirva os alimentos em travessas e pratos bonitos

Aqui vale lembrar que beleza não é sinônimo de coisa cara e sim de bom gosto. Não sirva os alimentos em  panelas, travessas lascadas ou trincadas. Tenha sempre o cuidado com a apresentação da comida. Afinal, todos nós começamos a comer com os olhos. Um alimento bem apresentado deixa a gente curioso pra querer provar! Ah... e se você quiser dar um destaque ainda mais especial a sua comida, sirva-os em travessas e pratos brancos. Pois assim as cores dos alimentos ficarão super realçadas!



Dica 2: Decore suas preparações com ervas e especiarias

Sabe quando você vai a um restaurante e o prato vem com uma raminha de salsa ou cebolinha ou manjericão? Aquilo não é lindo aos olhos? Então...e porque você acha que não merece esse mimo em casa também? É super simples e fácil, afinal esses ingredientes são itens básicos de qualquer cozinha. Basta higienizar e pronto! Você já tem com o que decorar seus pratos!



Dica 3: Coloque rodelas de laranja ou limão dentro da jarra de água ou suco

A princípio parece uma coisa super boba, mas dá um charme super especial à refeição.Sem contar que você acaba estimulando as pessoas a consumirem água ou suco ao invés dos refrigerantes, por exemplo.Você pode colocar fatia de laranja ou limão dentro de uma jarra simplesmente com água filtrada ou colocar nos sucos.Aproveite para soltar a criatividade e decorar sua bebida com outras frutas.Deixe sua imaginação rolar solta!



Dica 4: Alimente-se em locais calmos e agradáveis

Evite ver TV ou escutar rádio neste momento. Torne o ato de alimentar-se ainda mais prazeroso colocando ao fundo uma música suave e calma. Algo bem tranqüilo, que faça você parar por alguns minutos e apreciar a cor e o sabor dos alimentos que está ingerindo.Pode parecer bobo, mas muitas vezes a gente acaba comendo rápido por causa dos ruídos a nossa volta...pense por exemplo em shoppings...quem consegue saborear com calma uma refeição em uma praça de alimentação super barulhenta? Se quiser, vale colocar à mesa um vasinho de flor. Para dar um gracejo!


Dica 5: Saboreie a companhia

Por conta do corre-corre dos tempos atuais, as pessoas acabam usando o horário das refeições como reuniões com a família...Pois é um dos poucos horários que as pessoas da casa conseguem se encontrar. Ai aproveitam para falar do salário que não é suficiente para as contas, para puxar a orelha do filho que está indo mal na escola ou para discutir a relação do casal. Quem consegue comer com um estresse desses? Aproveite esse momento para os elogios! Elogiar a comida, a decoração dos pratos e da mesa, elogie quem está junto com você. Busque partilhar alegria neste momento, fale de coisas agradáveis. 


Com o tempo você vai ver que se alimentar (mesmo com um tempo curto) vai se tornar algo muito mais divertido e sua família também vai gostar de ter esse momento de união e diversão!

Quem sabe um dia ainda vai chegar o tempo em que todos da família ficarão na cozinha rindo e se divertindo enquanto a refeição é preparada... assim como era feito antigamente. Aonde a cozinha era o centro da casa!

Tente fazer isso com sua família nem que seja aos domingos. Você vai perceber que os alimentos tem o poder de unir as pessoas!

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Comer mais frutas ajuda a parar de fumar



Para quem está tentando parar de fumar, talvez seja hora de ir um pouco além. Uma alimentação com mais frutas e legumes pode diminuir a fissura de quem é ex-fumante recente e ajudar a manter a escolha de largar o cigarro no longo prazo.

É isto o que diz uma pesquisa feita pela Universidade de Buffalo, nos EUA, publicada no periódico Nicotine and Tobacco Research, fruto de uma pesquisa longitudinal (realizada durante grande período de tempo, revisitando os entrevistados várias vezes) e que reuniu mais de mil fumantes com idade média de 25 anos.

Esses ex-fumantes foram acompanhados durante os meses após decidirem parar de fumar. Entre outras coisas observadas, estava o padrão alimentar desses indivíduos.

“Outros estudos já haviam acompanhado a dieta de ex-fumantes, então já haviam indicativos de que isso poderia ser um fator que influenciaria na manutenção do hábito mais saudável, diminuindo a fissura e a volta ao tabagismo”.

“Apesar de uma questão ainda pouco conhecida, pesquisas anteriores já apontavam que pessoas que largavam o vício consumiam mais frutas e legumes. Mas o que observamos parace ser o inverso. É o consumo de frutas e legumes que ajuda a não voltar a fumar e a ter maior tendência em largar o fumo com sucesso”.

Bons resultados servem para todos

Os resultados da pesquisa parecem ser gerais: indivíduos de vários níveis socioeconômicos, culturas, tipos, idades, gênero e históricos de saúde diversos se beneficiaram da alimentação mais saudável para ajudar no controle do tabagismo e diminuição da fissura.

Mesmo entre os fumantes, quanto mais frutas e verduras consumidas, menor o número de cigarros consumidos diariamente. Eles tinham maiores chances de fumar o primeiro cigarro mais tarde durante o dia (um indicativo do nível de vício em tabaco) e fumavam menos do que aqueles com uma alimentação com poucas frutas e vegetais (um indício do nível do vício em nicotina).

“É possível dizer com grande nível de acuidade que a dieta pode interferir na hora de parar de fumar”, aponta Jeffrey Haibach, outro pesquisador envolvido no estudo. “Melhorar os hábitos alimentares ajuda a se tornar um ex-fumante, sem contar os outros benefícios para o organismo e a saúde”.


Saciedade e alimentos que aumentam ou diminuem a fissura

As explicações possíveis para esses resultados são diversas. Uma delas diz respeito à quantidade de fibras solúveis consumidas quando se come mais frutas e legumes. Elas aumentam a saciedade e isso pode levar a uma sensação menor de urgência no organismo, o que facilita o controle da fissura (que pode se intensificar quando a pessoa sente fome, por exemplo).

Outra questão apontada pelos pesquisadores é que, da mesma forma como alguns alimentos reconhecidamente aumentam a vontade de fumar (como café e carne vermelha), um consumo maior de frutas e legumes pode diminuir o consumo destes outros alimentos.

“Frutas, legumes e verduras podem deixar um gosto na boca que reage com a fumaça do cigarro, resultando em um gosto ruim. Este é outro fator que pode fazer com que os fumantes demorem para acender um cigarro. Consumir mais destes alimentos, mais vezes ao dia, pode fazer com que a pessoa adie o momento de acender um cigarro. No dia, isto pode levar a uma grande queda no número de cigarros”.

Os pesquisadores agora trabalham em identificar outros alimentos que possam ajudar na hora de diminuir ou interromper por completo o hábito tabagista. Mas os amantes de fast-foods não precisam se animar: carnes, gorduras e açúcares têm grande possibilidades, de acordo com pesquisas já feitas por outros pesquisadores, de estar fora dessa lista.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Bananas são melhores que bebidas esportivas



Bananas durante exercícios
As bananas têm sido uma fonte de energia muito apreciada por atletas profissionais e amadores.
Elas são uma rica fonte de potássio e outros nutrientes, e são fáceis para os ciclistas, corredores ou caminhantes carregarem.
E uma nova pesquisa, feita com ciclistas de competição, acaba de revelar benefícios adicionais das bananas como alimento para esportistas.
"Nós queríamos ver o que era mais benefícios quando consumido durante exercícios intensos - bananas ou uma bebida esportiva contendo carboidratos," explica o Dr. David C. Nieman, do Laboratório de Desempenho Humano, na Universidade da Carolina do Norte (EUA).
Embalagem natural
No estudo, os ciclistas profissionais consumiram, a cada 15 minutos, ou um copo de bebida com carboidrato, ou metade de uma banana, durante uma corrida de estrada de 75 km, com duração de 2,5 a 3 horas.
Amostras de sangue foram coletadas antes e após o exercício e analisadas para mais de 100 metabólitos, moléculas associadas com o metabolismo.
As bananas forneceram antioxidantes não encontrados nas bebidas esportivas, bem como um maior impulso nutricional, incluindo potássio, fibras e vitamina B6, mostrou o estudo.
"As bananas vêm pré-embaladas com fibras, nutrientes e antioxidantes," disse Nieman, acrescentando que os resultados são extensíveis a qualquer tipo de exercício.
Açúcares saudáveis
Além disso, as bananas têm uma mistura mais saudável de açúcares do que as bebidas isotônicas.
"O modo de exercício não é a questão. Há um monte de atletas que não gostam da ideia de beber bebidas esportivas, que são essencialmente água com açúcar aromatizado".
"Esse tipo de pesquisa mostra que você pode ter fontes de carboidratos mais saudáveis antes e depois dos exercícios capazes de sustentar o desempenho esportivo tão bem como uma bebida esportiva".
O estudo foi publicado na revista PLoS ONE.

Entre no clima de festa junina e experimente essas receitas


Pé de moleque com açúcar light mascavo



Ingredientes:


2 3/4 xícaras de amendoim torrado por uns 15 minutos em forno médio sem a pele
3 1/4 xícaras de açúcar mascavo
1 xícara de água
1/2 colher (sopa) de gengibre ralado
Manteiga para untar

Modo de Preparo:

Em uma panela grande, adicione o açúcar, a água e o gengibre. Cozinhe em fogo alto mexendo até derreter o açúcar. Deixe no fogo até virar uma calda em ponto de fio. Adicione o amendoim e misture bem. Despeje em uma forma retangular untada. Espere esfriar para cortar em quadrados


Valor calórico: 46 calorias por unidade

Arroz doce light



Com poucas calorias, o doce tem sabor de sobra.

Tempo de cozimento: 1 hora
Tempo total: 1 hora

Ingredientes
- 1 copo americano de arroz branco
- 1 litro de leite desnatado
- 33 g de adoçante para culinária
- 1 pacote de coco ralado
- canela a gosto

Modo de Preparo

Cozinhe o arroz em água até ficar molinho. Junte o leite, o adoçante e o coco ralado. Deixe em fogo baixo até engrossar um pouco. Polvilhe canela à gosto e sirva em seguida ou gelado.

Rendimento: 8 porções

Análise calórica e nutricional por porção
Calorias:
 225 kcal
Carboidratos: 32,6 g
Proteínas: 6,5 g
Gorduras: 8,7 g

Quer que seu filho coma bem? Então não grite com ele



Muitas famílias já passaram por essa cena: na hora do jantar, a criança se recusa a comer verduras e os pais, sem paciência, gritam e os obrigam a comer. Pois saiba que, segundo pesquisadores da Universidade Estadual de Michigan, nos Estados Unidos, essa é a pior forma de fazer uma criança se alimentar bem.

Os pesquisadores criticam, também, a atitude de pais que restringem a ingestão de alguns alimentos pelos filhos enquanto outros os estão comendo. “Os pais devem parar de forçar ou restringir a alimentação de seus filhos”, diz Sharon Hoerr, coordenadora da pesquisa. “O ideal é oferecer um ambiente repleto de alimentos saudáveis, criando um hábito alimentar favorável para toda a família e evitando levar para dentro de casa alimentos não saudáveis”, explica.

Levar as crianças ao supermercado, fazer uma horta com a ajuda delas e permitir que ajudem na preparação dos alimentos são alternativas para criar um hábito alimentar saudável. Os resultados foram publicados no American Journal of Clinical Nutrition.

Fonte: Boa Saúde UOL

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Cansaço demais pode ser falta de ferro, sono ou hipotireoidismo



Um cansaço constante, sem motivo aparente, pode ser sinal de que algo não vai bem com você.
 
Por isso, é preciso prestar atenção na sua alimentação, no seu sono, no funcionamento da tireoide, na quantidade de vitamina D do seu corpo e em outras questões de saúde.
 
Segundo o endocrinologista Alfredo Halpern e a ginecologista e sexóloga Tânia Mauadie, o desânimo que muitas mulheres sentem pode estar relacionado ao hipotireoidismo, uma alteração na tireoide que faz o organismo funcionar mais devagar.

Por essa razão, examine a sua glândula, localizada no pescoço, principalmente se estiver desanimado(a), com os cabelos e unhas fracos. Um teste clínico e laboratorial também pode ajudar.
 
Os especialistas citaram, ainda, a importância de comer alimentos com ferro para evitar anemia. Outra questão fundamental é o aumento da ingestão de cálcio, mas também da absorção de vitamina D, pois não adianta ingerir cálcio se seu corpo estiver com falta dessa vitamina. Sem ela, o cálcio não se fixa nos ossos, e aí pode surgir uma osteoporose. Para isso, tome sol por 15 minutos, sem protetor, antes das 10h e após as 16h.
 
Estudos apontam que a vitamina D também pode ajudar no tratamento de doenças reumáticas, autoimunes, diabetes e alguns tipos de câncer. Essa substância dá, ainda, mais vigor aos músculos, o que ajuda a manter o equilíbrio e evitar quedas.
 
A falta de vitamina D pode ocasionar o raquitismo, inclusive em crianças, uma doença que provoca uma calcificação insuficiente e a deformação dos ossos. A falta dela pode ser identificada em testes laboratoriais, pela análise do cálcio na urina ou por exames de sangue.

Procure orientação de um médico e nutricionista!

Fonte : G1

Hidratação e desidratação no idoso



A água, assim como o ar, é fundamental para nossa saúde. Nosso corpo é constituído por 2/3 de água. O nosso sangue, que é responsável pelo transporte de nutrientes até as células,ou seja, vital para o funcionamento do nosso corpo, é líquido, consequentemente, riquíssimo em água.

Só temos uma via de “entrada” de água: a boca. Ao bebermos a água, ela será absorvida por todo o nosso intestino e enviada para todas as partes do corpo; entretanto, temos várias formas de saída: após a filtração dos rins, pela urina; no bolo fecal; pelo suor, a respiração. Todas essa vias de “saída” são constantes, daí a necessidade de beber 1,5 a 2 litros de água por dia, ou, para ser mais específico em idosos, 30 ml de líquidos por quilo de peso atual.

No idoso, a desidratação se faz presente mais frequentemente, pois o mecanismo da sede está muitas vezes deficiente. O fato de não sentir sede, faz com que idosos não procurem beber ou solicitar água. Ainda, essa deficiência na sensação de sede pode dar impressão de que o idoso, não precisa de tanta água como quando era jovem, entretanto, não há uma diminuição da necessidade da água com a idade.

Como hidratar:

- Oferecendo e insistindo com a ingestão de pelo menos 5 copos de 200 ml de água, ou, 10 copos de 100 ml ao dia;

- No caso de recusa à água, substitua por chá de frutas (lembrem que chá de ervas pode interagir com medicamentos);

- Oferecer frutas amassada, picada,liquidificada ou cozida (a fruta é rica em líquidos);

- Oferecer leites (o idoso costuma aceitar bem o café com leite);

- Oferecer suco de frutas natural, aproveite os horários das 10h, almoço e jantar;

- Se o idoso apresentar disfagia (dificuldade de deglutição) e necessitar de líquidos espessados, espesse com espessantes industrializados ou acrescente banana , mamão ou abacate aos suco de frutas natural ou leite (vitamina). Ofereça na consistência de creme.

Quais os sinais do idoso desidratado:
 
- Fraqueza;
- Gemedeira;
- Aumento da agitação psicomotora;
- Indisposição para realização das atividades diárias;
- Dores de cabeça;
- Boca seca ou com pouca saliva;
- Choro sem lágrimas;
- Diminuição da urina ou urina concentrada(de cor forte);
- Diminuição da pressão arterial;
- Aumento da freqüência cardíaca;
- Letargia e sonolência;
- Pele que ao pinçar com os dedos, demora para voltar ao normal.

Consequências da desidratação
 
Sonolência excessiva, confusão mental e morte.

ATENÇÃO!

- Aos idosos que necessitam ser medicados com diuréticos.

- Diarreia: Oferecer soro caseiro após cada evacuação, além da hidratação recomendada para as situações naturais do dia-a-dia;

- Dias muito quentes ou febre com suor excessivo: reforce a oferta de líquidos.

Preparo do soro caseiro: 1 litro de água fervida ou filtrada, 2 colheres de sopa cheias de açúcar, 1 colher de café de sal.

É importante ressaltar que em caso de desidratação grave, com sonolência excessiva e/ou dificuldade de ingestão de líquidos, procure atendimento médico imediatamente
© Blog da Magda Vieira - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Giovanna Lacerda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo