Blog da Magda Vieira; Nutrição, Saúde e Bem-Estar

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Comer mais frutas ajuda a parar de fumar



Para quem está tentando parar de fumar, talvez seja hora de ir um pouco além. Uma alimentação com mais frutas e legumes pode diminuir a fissura de quem é ex-fumante recente e ajudar a manter a escolha de largar o cigarro no longo prazo.

É isto o que diz uma pesquisa feita pela Universidade de Buffalo, nos EUA, publicada no periódico Nicotine and Tobacco Research, fruto de uma pesquisa longitudinal (realizada durante grande período de tempo, revisitando os entrevistados várias vezes) e que reuniu mais de mil fumantes com idade média de 25 anos.

Esses ex-fumantes foram acompanhados durante os meses após decidirem parar de fumar. Entre outras coisas observadas, estava o padrão alimentar desses indivíduos.

“Outros estudos já haviam acompanhado a dieta de ex-fumantes, então já haviam indicativos de que isso poderia ser um fator que influenciaria na manutenção do hábito mais saudável, diminuindo a fissura e a volta ao tabagismo”.

“Apesar de uma questão ainda pouco conhecida, pesquisas anteriores já apontavam que pessoas que largavam o vício consumiam mais frutas e legumes. Mas o que observamos parace ser o inverso. É o consumo de frutas e legumes que ajuda a não voltar a fumar e a ter maior tendência em largar o fumo com sucesso”.

Bons resultados servem para todos

Os resultados da pesquisa parecem ser gerais: indivíduos de vários níveis socioeconômicos, culturas, tipos, idades, gênero e históricos de saúde diversos se beneficiaram da alimentação mais saudável para ajudar no controle do tabagismo e diminuição da fissura.

Mesmo entre os fumantes, quanto mais frutas e verduras consumidas, menor o número de cigarros consumidos diariamente. Eles tinham maiores chances de fumar o primeiro cigarro mais tarde durante o dia (um indicativo do nível de vício em tabaco) e fumavam menos do que aqueles com uma alimentação com poucas frutas e vegetais (um indício do nível do vício em nicotina).

“É possível dizer com grande nível de acuidade que a dieta pode interferir na hora de parar de fumar”, aponta Jeffrey Haibach, outro pesquisador envolvido no estudo. “Melhorar os hábitos alimentares ajuda a se tornar um ex-fumante, sem contar os outros benefícios para o organismo e a saúde”.


Saciedade e alimentos que aumentam ou diminuem a fissura

As explicações possíveis para esses resultados são diversas. Uma delas diz respeito à quantidade de fibras solúveis consumidas quando se come mais frutas e legumes. Elas aumentam a saciedade e isso pode levar a uma sensação menor de urgência no organismo, o que facilita o controle da fissura (que pode se intensificar quando a pessoa sente fome, por exemplo).

Outra questão apontada pelos pesquisadores é que, da mesma forma como alguns alimentos reconhecidamente aumentam a vontade de fumar (como café e carne vermelha), um consumo maior de frutas e legumes pode diminuir o consumo destes outros alimentos.

“Frutas, legumes e verduras podem deixar um gosto na boca que reage com a fumaça do cigarro, resultando em um gosto ruim. Este é outro fator que pode fazer com que os fumantes demorem para acender um cigarro. Consumir mais destes alimentos, mais vezes ao dia, pode fazer com que a pessoa adie o momento de acender um cigarro. No dia, isto pode levar a uma grande queda no número de cigarros”.

Os pesquisadores agora trabalham em identificar outros alimentos que possam ajudar na hora de diminuir ou interromper por completo o hábito tabagista. Mas os amantes de fast-foods não precisam se animar: carnes, gorduras e açúcares têm grande possibilidades, de acordo com pesquisas já feitas por outros pesquisadores, de estar fora dessa lista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Blog da Magda Vieira - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Giovanna Lacerda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo