Blog da Magda Vieira; Nutrição, Saúde e Bem-Estar

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Que venha 2014!!

Oi genteeeee...

Foi tão corrido meus dias até chegar ao tão esperado Natal, não tive tempo de escrever para vocês, turminha preciosa que me acompanha.
Para mim, duas datas mexem muito comigo... meu aniversário e o querido natal. Porque ambos remetem ao nascimento... meu e o do Senhor Jesus! Passar esses dois dias com minha família, não tem preço.
Vi uma reportagem super bacana para podermos parar e repensar o verdadeiro sentido do natal. Vou compartilhar com vocês. E que possamos viver o real sentido do natal sempre!


Que o espírito do Senhor Jesus inunde suas vidas... seus lares!Beijosssssssssssssssssssssssss....

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Trinta dias para o grande dia!!!!!


Bom dia meus leitores preferidos!


Não poderia deixar de dividir isso com vocês. Gente... está chegando!!!!! 
Simplesmente estou ha trinta dias do grande dia. O dia do meu casamento!!! \0/
Até chegar aqui foram tantas emoções que pensei que não conseguiria sentir mais nada.... mas o que está por vir me encherá de sensações inexplicáveis.
É uma fase tão gostosa, mas tão corrida também. Acredito que não só eu, como muitas noivas, deixamos de viver essa fase como deveria ser vivida. São muitos afazeres, muita cobrança, muitas ideias, muitas opiniões, muitas decisões. Envolve seu sonho de criança, adolescência e vida adulta... envolve família.... envolve amigos. É muita coisa gente. Mas é muuuuuuuuito dez!!! Só sei de uma coisa... sempre orei por esse dia. E ele está prestes a acontecer. Haaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.... Que delícia! 

Participe desse momento comigo: www.viniciusemagda.com.br !!!

Não tem como não falar sempre e sempre e sempre... Deus não demora, Ele capricha!!!!!!!!!

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Bombom crocante de soja

Rendimento: 20 porções 
Calorias: 51,80 Kcal por porção 

Ingredientes 8 barras pequenas de chocolate de soja 
6 colheres de sopa de proteína texturizada de soja 
1 colher de chá de essência de baunilha 

Modo de Preparo 
Derreta o chocolate picado no microondas por 2 minutos ou em banho-maria.
Retire e mexa até esfriar, sem endurecer.
Acrescente a proteína texturizada de soja e a essência, misturando devagar.
Forre uma forma com papel-manteiga e pingue a massa com uma colher de chá.

Leve à geladeira por 10 minutos.
Retire da geladeira e deixe secar por 12 horas.
Sirva a temperatura ambiente. 

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Tratamento natural para insônia


Tratamento natural para insônia

Um excelente tratamento natural para insônia é tomar 1 xícara de chá de alface todos os dias antes de ir dormir. Fazer uma massagem relaxante com óleos essências relaxantes, como na receita que segue, sempre que possível também ajuda a dormir melhor.

Chá para insônia

Ingredientes
100 g de alface
500 ml de água

Modo de preparo

Para preparar o chá corte bem os talos e folhas de alface e adicione na água fervente, tampe o recipiente e deixe o chá descansar por aproximadamente 15 minutos. Beba o chá de alface morno antes de dormir.

Para preparar um chá de alface com qualidade é preciso saber escolher as folhas certas, prefira as de tonalidade verde-escuro, pois geralmente são as folhas mais alimentícias e melhores fontes de vitaminas.

O alface proporciona um efeito sedativo que relaxam os músculos e acalmam os nervos. Esse remédio caseiro é ideal para quem sofre de insônia, stress ou ansiedade.

Outras ervas que podem ser usadas para fazer chá para insônia são o maracujá, a camomila, a melissa, e até as folhas da valeriana.
Massagem para insônia

A massagem com óleos essenciais é uma forma natural e muito eficiente para tratar a insônia e ajudar a dormir melhor.

Ingredientes

8 ml de óleo de amêndoas
2 gotas de óleo essencial de flor de lima
2 gotas de óleo essencial de Bergamota
3 gotas de óleo essencial de alfazema

Modo de preparo

Para preparar o óleo de aromas adicione misture todos os ingredientes e agite bem. Utilize o óleo para massagear o corpo todo.

A quantidade indicada acima é suficiente para um massagem terapêutica. Não prepare mais mistura do que o necessário para a massagem, pois pode oxidar e perder o seu potencial de tratamento.

Escolha um momento tranquilo do dia, utilize uma musica de fundo e garanta que o quarto onde vai acontecer a massagem está a uma temperatura confortável e que a intensidade da luz não seja forte.

Fonte: Site Minha Vida

domingo, 24 de novembro de 2013

Chef Jamie Oliver Vence Demanda Judicial Contra McDonald’s

O chef Jamie Oliver justo acaba de vencer uma batalha contra a mais poderosa cadeia de Junk Food do mundo. Uma vez que Oliver demonstrou como são produzidos os hambúrgueres, McDonald's anunciou que mudará a receita.

De acordo com Oliver, as partes gordurosas da carne são “lavadas” com hidróxido de amônia e, em seguida, são utilizadas na fabricação do “bolo” de carne para encher o hambúrguer. Antes deste processo, de acordo com o apresentador, essa carne já não era apropriada para o consumo humano.

Oliver, chef ativista radical, que assumiu uma guerra contra a indústria de alimentos, diz: estamos falando de carne que tinha sido vendida como alimento para cães e após este processo é servida para os seres humanos. Afora a qualidade da carne, o hidróxido amônia é prejudicial à saúde.

Qual dos homens no seu perfeito juízo colocaria um pedaço de carne embebido em hidróxido amônia na boca de uma criança?

Em outra de suas iniciativas Oliver demonstrou como são feitos os nuggets de frango: Depois de serem selecionadas as “melhores partes”, o resto- gordura, pele, cartilagem, víceras, ossos, cabeça, pernas - é submetido a uma batida - separação mecânica - é o eufemismo usado por engenheiros de alimentos, e, em seguida, essa pasta cor de rosa por causa do sangue é desodorada, descolorida, reodorizada e repintada, capeadas de marshmallow farináceo e frito, este é refervido em óleo geralmente parcialmente hidrogenado, ou seja, tóxico.

Nos EUA, Burger King e Taco Bell já abandonaram o uso de amônia em seus produtos. A indústria alimentar utiliza hidróxido de amônia como um agente anti-microbiano, o que permitiu ao McDonald’s usar nos seus hambúrgueres, carne, de cara, imprópria para o consumo humano.

Mas ainda mais irritante é a situação que essas substâncias à base de hidróxido de amônia sejam consideradas “componentes legítimos em procedimentos de produção” na indústria de alimentos, com a bênção das autoridades de saúde em todo o mundo. Portanto, o consumidor nunca poderá se informar quais produtos químicos são colocados em nossa comida.

Fonte: iestrj.org - Traduzido e adaptado de: http://diariocronica.com.ar/94020-el-chef-jamie-oliver-gana-demanda-contra-mcdonalds.html

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Abóbora, seus benefícios e utilidades

Nós falaremos especificamente sobre a abóbora japonesa, mais conhecida como abóbora cabotiá, pois é uma das mais consumidas no Brasil. Ela combina com todas as épocas e festividades, pois é gostosa, nutritiva e pouco calórica.
Se você ainda revira os olhos para a abóbora, nós te provamos que ela é tudo de bom:
  • Possui betacaroteno, precursor da vitamina A, um importante nutriente para a visão. Ainda, é um potente antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce e diversos tipos de cânceres.
  • Possui fibras, contribuindo para o bom funcionamento intestinal e prolongando a sensação de saciedade.
  • Possui baixo índice glicêmico, liberando glicose lentamente no organismo. É recomendada, portanto, para diabéticos e atletas.
  • Possui potássio, importantíssimo para as funções neuronais e ideal para prevenir as câimbras musculares.
Vamos aos números:
100g de abóbora cozida contém:
Valor energético48 kcal
Carboidrato10,8 g
Proteína1,4 g
Lipídeo0,7 g
Cálcio8,0 mg
Magnésio9,0 mg
Fósforo33 mg
Potássio199 mg
Vitamina C7,5 mg
Vitamina A3537 µg

Abaixo, selecionamos algumas receitas utilizando a abóbora cabotiá como ingrediente principal. Você vai adorar a simplicidade e, principalmente, o sabor!
Abóbora Cabotiá Especial
Receitas Abóbora Cabotiá
Abóbora Cabotiá Especial
  • Ingredientes
¼ de abóbora cabotiá
2 colheres (sopa) de mix de ervas finas
2 colheres (sopa) de óleo de girassol
Sal com moderação
  • Modo de preparo
Lave bem a abóbora com a casca e corte-a em fatias finas. Em uma assadeira, distribua essas fatias. Numa vasilha à parte, misture as ervas finas com o óleo de girassol e o sal. Pincele a mistura sobre todas as fatias. Leve para assar em forno preaquecido até que estejam macias e sirva em seguida.
Escondidinho de Carne Seca e Cabotiá
  • Ingredientes
Receitas de Abóbora Cabotiá
Escondidinho de Carne Seca e Cabotiá
- Purê de cabotiá:
1 kg de abóbora cabotiá cortada em cubos
1 tablete de caldo de legumes
1 xícara (chá) de leite
1 colher (sobremesa) de margarina
Sal e pimenta a gosto
Manteiga para untar
Queijo parmesão ralado (para polvilhar)
- Recheio de carne seca:
2 colheres (sopa) de azeite
1 cebola grande picada
600 g de carne seca dessalgada, cozida e desfiada
Cheiro verde a gosto
Muçarela ralada no ralo grosso a gosto
  • Modo de preparo
Para fazer o purê, cozinhe a abóbora cabotiá, depois bata no liquidificador ou no processador com o caldo de legumes e a metade do leite;
Em uma panela aqueça a margarina e junte o creme de cabotiá, misturando bem;
Acrescente o leite e deixe a mistura descansar por cerca de 3 minutos;
Para o recheio, depois da carne seca já dessalgada e desfiada, aqueça o azeite e refogue a cebola;
Então adicione a carne seca e deixe refogar um pouco;
Retire do fogo e acrescente o cheiro verde picado;
Em um refratário untado coloque uma parte do purê de cabotiá, espalhe bem;
Coloque por cima o recheio de carne seca, a muçarela ralada e o restante do purê, escondendo toda a carne seca;
Por cima acrescente o queijo parmesão ralado;
Leve ao forno pré-aquecido em temperatura média, para gratinar, por 10 minutos.
  • Tempo de preparo: 1 hora
  • Rendimento: 8 porções
Suflê de Abóbora Cabotiá
  • Ingredientes
    Receitas de Abóbora Cabotiá
    Suflê de Abóbora Cabotiá
1 cebola grande bem picada
2 colheres (sopa) de manteiga
1/3 xícara (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de purê de abóbora cozida – faça o mesmo da receita anterior (escondidinho)
4 ovos (clara e gema separadas)
Sal e pimenta-do-reino branca a gosto
  • Modo de preparo
Aqueça o forno em temperatura alta e unte uma forma refratária de 17 cm de diâmetro. Em uma frigideira grande, no fogo médio, frite a cebola na manteiga até dourar. Junte a farinha de trigo e misture bem. Adicione o leite, mexendo sempre. Retire do fogo. Ponha o purê de abóbora e as gemas, uma a uma. Misture. Volte ao fogo e cozinhe, sem parar de mexer, até o creme soltar do fundo da panela. Retire do fogo. Bata as claras em neve e junte-as com cuidado ao creme. Tempere com sal e ponha na forma. Leve ao forno por 30 minutos ou até crescer e dourar. Decore com a cebolinha verde e sirva.
Tortei de Abóbora Cabotiá
  • Ingredientes
    Receitas de Abóbora Cabotiá
    Tortei de Abóbora Cabotiá
- Massa
200 g de farinha de trigo
2 ovos inteiros
Sal
- Recheio
500 g de abóbora cabotiá cozida no vapor e passada no espremedor
50 g de parmesão ralado
1 colher (sobremesa) de açúcar
2 colheres (sopa) de farinha de rosca
Noz-moscada
Canela
  • Modo de preparo
- Massa:
Misture todos os ingredientes até formar uma massa firme, se necessário acrescente um pouco de água, tudo vai depender do tamanho dos ovos;
Abra com um rolo de massa ou em um cilindro, corte em quadrados e empregue o recheio dobrando na diagonal e depois junte as 2 pontas inferiores.
- Recheio e montagem:
Misture todos os ingredientes formando uma pasta firme, reserve para empregar no recheio da massa;
Cozinhe os torteis em bastante água fervente com sal apenas, use o molho de sua preferência, ou apenas manteiga derretida com folhas de sálvia e muito parmesão.
  • Tempo de preparo: 1h30min
  • Rendimento: 10 porções
Abóbora Cabotiá Recheada com Frango
  • Ingredientes
    Receitas de Abóbora Cabotiá
    Abóbora Cabotiá Recheada com Frango
1 abóbora cabotiá média
1 peito de frango
Óleo para refogar
1 cebola média picada
1 tomate maduro grande picado
1 colher de extrato de tomate
1 lata de milho verde
1 1/2 xícaras de água
2 xícaras de palmito em conserva picado
2 xícaras de champignon em conserva picado
Cheiro verde a gosto
1 copo de requeijão cremoso
Tempero e sal a gosto
  • Modo de preparo
Primeiro abra uma tampa na parte superior da abóbora, limpe-a em água corrente removendo com uma colher as sementes;
Em uma panela grande com tampa (se a tampa não fechar pode cobrir a panela com papel alumínio) coloque a abóbora e preencha com água até a metade da abóbora e deixe cozinhar por aproximadamente 1 hora ou até que ela esteja macia. Cuide para a água não secar;
Cozinhe o peito de frango e depois desfie um pouco, ou corte em pedaços não muito pequenos. Reserve;
Em uma panela média refogue primeiro a cebola. Na sequência, misture o frango e tempere a gosto, acrescente o tomate deixe refogar um pouco. Adicione o extrato de tomate e o milho verde;
Cubra com água e deixe cozinhar até que o molho reduza, devendo ficar bem homogêneo com pouca água;
Acrescente o palmito e o champignon e deixe cozinhar por mais 2 minutos;
Tempere com cheiro verde e corrija o sal;
Reserve.
- Montagem
Com a abóbora já cozida monte da seguinte forma: passe no fundo e nas laterais da abóbora o requeijão cremoso; depois coloque uma camada de frango, uma de requeijão e uma de frango;
Leve a abóbora ao forno em uma forma (com um pouquinho de água no fundo da forma para não queimar), por aproximadamente 30 a 40 minutos;
Retire do forno e sirva.
  • Tempo de preparo: 1h 30min
  • Rendimento: 4 porções
Sopa Creme de Abóbora Cabotiá
  • Ingredientes
    Receitas de Abóbora Cabotiá
    Sopa Creme de Abóbora Cabotiá
3 colheres de óleo
1 cebola picada
1 dente de alho amassado
Cheiro verde picadinho
1/2 abóbora cabotiá descascada e picada
2 batatas descascadas e picadas
Sal a gosto
Água o suficiente para cozinhar as verduras
  • Modo de preparo
Frite em uma panela com o óleo, a cebola e o alho; adicione os outros ingredientes e deixe cozinhar até amolecer as verduras;
Bata no liquidificador;
Leve ao fogo novamente para cozinhar;
Sirva quente com torradas.
  • Tempo de preparo: 25min
  • Rendimento: 8 porções
E você acha que nós jogamos as sementes fora, assim, sem mais nem menos? De jeito nenhum! As sementes da abóbora são usadas como vermífugo natural e são riquíssimas em fibras e zinco. O zinco possibilita várias funções bioquímicas, pois é componente de inúmeras enzimas. Ele participa na divisão celular, expressão genética, processos fisiológicos como crescimento e desenvolvimento, na transcrição genética, na morte celular, age como estabilizador de estruturas de membranas e componentes celulares, além de participar da função imunológica e desenvolvimento cognitivo.
Receitas de Abóbora Cabotiá
Sementes de Abóbora Cabotiá
Você pode comer as sementes da abóbora cruas, assadas ou fritas. Pode comê-las com ou sem tempero. E, ainda pode comê-las inteira (com casca) ou apenas a semente, como se fosse pistache. Opções não faltam!!
Como elas saciam a fome, é ideal tê-las sempre à mão, para quando a fome apertar… assim, você mata o que estava te matando e não sai da dieta!
E então, gostaram das receitinhas? A abóbora é ou não é muito mais do que um simples enfeite de Haloween?! Palmas para ela!
Bibliografia consultada:
Tudo Gostoso

Mdemulher Culinária

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO). NEPA-UNICAMP: Campinas, 2011. 161 p.

MAFRA, D.; COZZOLINO, S. M. F. Importância do Zinco na Nutrição Humana. Revista de Nutrição, 2004.

GOMES, F. S. Carotenoides: Uma Possível Proteção Contra o Desenvolvimento de Câncer. Revista de Nutrição, 2007.

Fonte: Blog Chocolate com Pimenta 

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Confira 15 dicas para reduzir a barriga e ficar em forma em poucos dias.

1. Coma alimentos crus e ricos em fibras, para melhorar o funcionamento do intestino e a digestão;

2. Evite bebidas com gases, elas em geral são muito açucaradas e aumentam o volume abdominal;

3. Não coma alimentos fritos sob nenhuma circunstância. Além possuírem muitas calorias dispensáveis pode se ingerir os mesmos alimentos com outro tipo de preparação;

4. Evite consumir temperos prontos ou comidas congeladas industrializadas, pois possuem mais sal e promovem retenção hídrica, aumentando a sensação de inchaço;

5. Inicie as refeições sempre com um prato raso de salada. Isso serve para "forrar" o estômago e controlar a sensação de fome. Comer uma pera 20 minutos antes do almoço e jantar também é um bom truque para diminuir o apetite.

6. Faça alguma atividade física de forma regular. Além de ajudar a emagrecer a barriga, também melhora a circulação, o bem estar e a autoconfiança;

7. Aumente o metabolismo, com o consumo de pimenta vermelha, chá verde, gengibre e água gelada. Esses alimentos são termogênicos e ajudam o corpo a perder calorias, mesmo parado. Cinco a oito copos de água por dia são 200 calorias a menos;

8. Mantenha uma boa postura, pois ela ajuda a diminuir a forma arredondada da barriga;

9. Faça 6 refeições por dia e mastigue bastante. Assim, dá tempo do cérebro entender que já tem comida no estômago;

10. Beba bastante água de preferência longe do horário das refeições. Além de limpar o corpo, também hidrata o intestino, regularizando a função intestinal;

11. Evite os doces como sobremesas, dê preferência às frutas cítricas ou mesmo à gelatina, que também ajuda a combater a flacidez;

12. Elimine todas as fontes de gorduras de adição, como a margarina, as peles das aves ou a gordura das carnes;

13. Não coma mais de um alimento fonte de carboidrato por refeição. Por exemplo, se comer batata, não precisa comer arroz ou se comer macarrão não precisa comer pão na mesma refeição.

14. Leia os rótulos das embalagens antes de comprar e tenha atenção se a informação se refere ao pacote todo ou à apenas uma porção. 

15. Siga essas dicas por, pelo menos, 10 dias e deixe o seu corpo se acostumar com essas mudanças. Os resultados aparecerão em pouco tempo.

É importante adotar um bom estilo de vida e não ficar ansioso por emagrecer, que é uma consequência natural dos bons hábitos alimentares.

Subir todos os dias na balança é desaconselhado, por isso, recomenda-se acompanhar a perda de peso sentindo a evolução na roupa e fazendo a medição da linha da cintura com uma fita métrica e se pesar, somente, a cada 10 dias por exemplo e sempre À mesma hora e na mesma balança

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Restrição de lactose reduz Síndrome do Intestino Irritável

Uma dieta com restrição de lactose foi responsável pela melhora dos pacientes portadores da Síndrome do Intestino Irritável (SII). A doença é psicossomática, ou seja, não tem causa anatômica específica, mas é reflexo de perturbações no organismo, como o estresse, a ansiedade e possíveis infecções anteriores. Os testes foram realizados na Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e englobaram dois grupos de pacientes, ambos com a SII, sendo que um grupo possuía também o diagnóstico de má digestão de lactose. A pesquisa que diagnosticou a melhora nos pacientes foi realizada pela nutricionista Marília Pinheiro César. Os sintomas da SII são cólicas que passam e voltam, gases que provocam distensão do abdômen, crises alternadas de diarreia e prisão de ventre, sensação de que o intestino não foi plenamente esvaziado após a evacuação.

Segundo Marilia, o estudo teve como principal objetivo “avaliar se a dieta com restrição de lactose gera melhora dos sintomas em todos os pacientes com SII ou somente naqueles que possuem má digestão de lactose diagnosticada”.

Causas da doença
Entre as possíveis causas da SII, estão as ineficiências nos movimentos intestinais ou o intestino pode sofrer com sensibilidade no alongamento. A sua detecção depende da exclusão de outras doenças que possuem causas aparentes. “O portador da SII quase sempre possui algum tipo de intolerância alimentar”, afirma a nutricionista.

Dentre os pacientes estudados, havia dois tipos: aqueles com apenas a SII e os que apresentavam, além da SII, uma má digestão de lactose diagnosticada. Em todos os 81 pacientes foi realizado o exame para diagnosticar a má digestão de lactose. Após esse processo, foi aplicada uma dieta com restrição de lactose em todos os envolvidos na pesquisa. A partir disso, foi avaliado se havia alguma melhora com a inserção da dieta.
O acompanhamento médico dos pacientes foi capaz de comprovar que ambos os grupos com SII, tanto os com má-digestão de lactose e os que digeriam a lactose obtiveram algum tipo de melhora com a dieta de restrição de lactose.

Os resultados surpreenderam a pesquisadora e deram respaldo para outros estudos que visam entender melhor a relação da digestão da lactose e a SII. “O que me surpreendeu foi o fato de que todos pacientes melhoraram com a dieta com restrição de lactose, o que provavelmente defende o fato de serem outros componentes do leite que não a lactose que causem melhora nesses pacientes, ao serem retirados”, comenta Marília.

SII no Brasil
A SII é uma doença que afeta até 25% da população brasileira e, dentre eles, de 70% até 80% possuem alguma intolerância alimentar. Portanto, é de extrema necessidade que a SII seja tratada de forma adequada e de acordo com as tolerâncias do paciente, sem restrições alimentares muito rígidas, que podem provocar deficiências de nutrientes importantes. “Trata-se de um estudo de importância no cenário brasileiro contemporâneo”, considera a nutricionista.

Marilia iniciou sua pesquisa em 2010, pensando em “melhorar a qualidade de vida e o tratamento dietoterápico aplicado aos pacientes com SII”. O período de recrutamento de pacientes foi de maio de 2010 até junho de 2011 e, após análise de resultados, a dissertação de mestrado Efeito da dieta com restrição de lactose em pacientes com síndrome do intestino irritável foi defendida em abril de 2013. A pesquisa contou com a orientação de Adérson Omar Mourão Cintra Damião.

Fonte: www.usp.br

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Novo vilão: leite pode ser um dos causadores da acne


Quem sofre com a acne já deve ter recorrido a todo tipo de tratamento para suavizar o problema. Porém, é comum encontrar especialistas que defendam que não adianta cuidar da alimentação para acabar com as marcas na pele: para muitos deles, elas ainda são causadas apenas por alterações hormonais.

Para analisar profundamente o tema e atualizar este debate, pesquisadores da Universidade de Nova York resgataram pesquisas dos últimos 50 anos que relacionam alimentação e acne. Ao fim do levantamento, os especialistas defenderam que o leite e os alimentos com alto índice glicêmico, ou seja, ricos em açúcar, podem agravar e até provocar os casos de acne.

A nova tese foi publicada e estará disponível no periódico da Academy of Nutrition and Dietetics. De acordo com ela, desde o final do século 19 a acne era relacionada com açúcar e gordura. Porém, a partir da década de 1960, eles deixaram de ser vilões, pois os pesquisadores concluíram que as marcas na pele eram causadas apenas pelas alterações hormonais.

O diferencial do levantamento nova-iorquino é perceber que os alimentos podem ser os causadores dessas oscilações nos hormônios e, consequentemente, da acne. Isso porque eles possuem alto índice glicêmico, que faz com que essas substâncias sejam absorvidas rapidamente pela corrente sanguínea. Assim, com o excesso de insulina, o corpo começa a fabricar sebo em excesso. O leite, em contrapartida, seria um vilão para a pele porque é rico em hormônios.

As duas conclusões foram tiradas de estudos realizados em 2007 na Austrália e na Universidade de Harvard, respectivamente. No primeiro, os participantes que passaram por uma dieta de baixo índice glicêmico viram a face ficar livre de manchas, enquanto na segunda, aqueles que beberam leite desnatado perceberam que o surto de acne foi pior, com chance de deixar marcas.

Para a Dra. Jennifer Burns, que ajudou a conduzir o levantamento na Universidade de Nova York, a comunidade médica não deve descartar a possibilidade de que uma dieta específica pode ajudar a combater a acne. 

A melhor abordagem é tratar cada paciente individualmente, sem descartar a hipótese de um aconselhamento alimentar. PROCURE UM NUTRICIONISTA!

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Fantástico mundo do casamento

 


Oi genteeeeeeeeeee....

Pensa em uma pessoa empolgadaaaaaaaaaaa. Sou eu com essa história de casamento. Estou vivendo meu sonho... haaaaaaaaaaaaaaaaaa.... Mega feliz!!!

Quero compartilhar o máximo de coisas possíveis com vocês, meus queridos seguidores!


 
Uma das coisas que fiz recente, foi o site de casamento pelo icasei! E lá coloquei e colocarei detalhes do casamento. O site icasei, contatos da minha super cerimonial Bia, empresa de filmagem e fotografia. Logo mais detalhes dos outros profissionais.

Estou rodeada de pessoas abençoadas e maravilhosas! Sem dúvidas, os procurem.

Corre lá na página.... está o máximo! http://www.viniciusemagda.com/home




Buquet com frutas.... ultima tendência... a não gente!!! Cara de nutri né.... kkkkk...

Beijossssss.....

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Adotar uma perspectiva positiva em relação à vida tem um efeito direto na redução de eventos potencialmente fatais, como ataques cardíacos. 
 
O resultado é que pessoas com temperamento alegre são significativamente menos propensas a sofrer um evento coronariano, o que resulta diretamente em um aumento na longevidade. 
 
Pesquisas anteriores já haviam mostrado que as pessoas deprimidas e ansiosas são mais propensas a ter ataques cardíacos - e morrer por causa deles - do que pessoas com disposição mais otimista. 
 
Otimismo melhora saúde e faz viver mais

Mas, como essas comparações são sempre feitas contra uma média, os pesquisadores queriam saber se uma sensação geral de bem-estar - sentir-se alegre, descontraído, cheio de energia e satisfeito com a vida - teria um efeito positivo real sobre a saúde cardíaca.

Foi o que o que eles confirmaram além de qualquer suspeita.

Alegria no coração

"Se você é, por natureza, uma pessoa alegre e olha para o lado positivo das coisas, você está mais protegido dos eventos cardíacos," conta a Dra. Lisa Yanek, da Universidade Johns Hopkins (EUA). "Um temperamento mais feliz tem um efeito real sobre a doença e, como resultado, você se torna mais saudável."

É claro que muitos podem argumentar que as pessoas que têm a sorte de ter características pessoais tão positivas também são mais propensas a cuidar melhor de si mesmas e ter mais energia para fazer isso.

Yanek diz que o trabalho levou esse argumento em consideração, mas sua pesquisa mostrou que as pessoas com níveis mais elevados de bem-estar também apresentam muitos fatores de risco para as doenças coronarianas - ainda assim, elas tiveram menos eventos cardíacos graves.

O bem-estar positivo dos participantes foi associado com uma redução de 33% dos eventos coronarianos. Entre aqueles considerados com maior risco para as doenças cardíacas, houve uma redução de quase 50% nos eventos graves.

Os resultados levaram em conta outros fatores de risco de doenças cardíacas, tais como idade, tabagismo, diabetes, níveis elevados de colesterol e pressão arterial elevada.

O acompanhamento dos voluntários foi feito durante 12 anos.

Mente e corpo

Apesar da constatação inquestionável, os pesquisadores admitem que os mecanismos por trás do efeito protetor do bem-estar positivo ainda terão que ser desvendados - quais moléculas são ativadas e como elas atuam no sistema circulatório etc.

Adiantando sua própria interpretação, a Dra Yanek observa que a pesquisa oferece insights sobre as interações entre mente e corpo, e pode fornecer pistas para estudar esses mecanismos.
 
Fonte Diário da Saúde

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Sucos poderosos soltam o intestino


Suco Refrescante
Ingredientes
- 2 pires de rúcula picada
- 2 laranjas sem sementes -
1/2 copo de água
- 1 colher (sopa) de açúcar mascavo

Modo de Preparo Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata. De preferência, tome sem coar.

Saiba mais! A rúcula contém poucas calorias e muitas fibras. É uma hortaliça rica em vitaminas A e C, além de ser uma boa fonte o cálcio, ferro, enxofre, potássio e ômega 3. A laranja contém fibras e é a fruta com o mais alto nível de antioxidantes. Ela apresenta propriedades antiinflamatórias e inibe a formação de coágulos no sangue.

Rendimento: 1 copo
Calorias: 228Kcal

Vitamina Deliciosa
 Ingredientes
- 1 unidade média de mamão papaya
- 2 laranjas sem sementes
- 1 colher (sopa) de semente de linhaça
- 1 colher (sopa) de açúcar mascavo

Modo de Preparo
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata. De preferência, tome sem coar.

Rendimento: 1 copo
Calorias: 401,2 Kcal

Saiba mais!
A laranja é rica em fibras e o mamão papaya possui uma substância chamada papaína que estimula a mucosa intestinal de maneira natural, facilitando os movimentos de expulsão das fezes. A linhaça, além de ótima para o intestino, previne o envelhecimento precoce e as doenças degenerativas.

Vitamina cremosa
Ingredientes
- 2 ameixas pretas sem caroço
- 1 pote de iogurte desnatado 0% de gordura
- 1 colher (sopa) de aveia
- 1 colher (sopa) de açúcar mascavo

Modo de Preparo 
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata. De preferência, tome sem coar.

Rendimento: 1 copo
Calorias: 199,1 Kcal

Saiba mais! A ameixa é laxativa graças ao seu conteúdo em fibra, especialmente pectina. A pectina tem ação cicatrizante, diminui o colesterol e ajuda na digestão. A aveia é rica em fibras e aumenta o bolo fecal, facilitando a expulsão das fezes. 

Dicas de saúde: A adição de linhaça, aveia, lecitina de soja e fibras solúveis pode ser feita em qualquer uma das receitas para aumentar a quantidade de fibras e, portanto, a eficácia dos sucos. Prefira ingerir os sucos sem coar, para que todas as fibras dos alimentos sejam aproveitadas pelo organismo. O iogurte pode ser substituído por leite fermentado (Yakult, Chamyto). 

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Chá de maracujá

Ingredientes
10 colheres (chá) de Açúcar light
1 litro de Água
Canela em pau a gosto
Cravo da Índia a gosto
1 unidade picada de Maçã vermelha
3 unidades grandes de Maracujá

Modo de preparo
Retire a polpa do maracujá, corte a maçã em pequenos cubos e reserve.
Em uma panela, prepare um caramelo com o açúcar light.
Em seguida, adicione os demais ingredientes e ferva por cerca de 15 minutos.
Sirva quente.

Informações nutricionais por porção
Rendimento da receita: 5 porções
Nível de dificuldade: Fácil
Tempo de preparo: 20 minutos

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Vida de nutri

Oie,

No vida de nutri de hoje, vou mostrar para a galera que fala que não tem tempo e não dá para carregar uma marmitinha. A minha marmitinha de viagem.

Eu atendo no Hospital Master em Goiânia, na Fisioclínica em Uruaçu e no Laboratório Bio Center em Campinorte. A cada 20 dias viajo para o interior. E levo comigo, minha saudável marmitinha de frutinhas e barrinhas de cereais para os intervalos. alimentação fracionada sempre!


Nesse dia aí, levei para dois dias! Nos dias que estou em Goiânia, também trago comigo as barrinhas e as frutinhas!

Em bolsa de mulher não falta batom. Não pode faltar barrinha de cereal ou lanchinhos rápidos também. Para os homens que carregam bolsas ou mochilas, vale o mesmo. Se não carregarem, deixem no carro ou na gaveta do trabalho.... ou dê um jeito. Mas não diga que não tem tempo! Hábito se constrói.

Comer de três em três horas é essencial para quem quer perder peso, manter, ganhar massa muscular, ter uma vida saudável e daí vai!!!!!

É isso aí queridos!

Beijos...

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Vida de nutri

No vida de nutri de hoje.... mais um pedacinho da nossa saudável vida! \0/

A alguns dias postei no instam um mingauzinho que faço sempre. Frio combina com mingau, que combina com frio. Ótimo e prático para o café da manhã ou para o jantar... pra quem está de dieta, ou que a dieta já faz parte da sua vida, que é o meu caso. Lembrando que DIETA, significa estilo de vida!
Uma xícara de leite de soja; 1 colher de sopa de quinoa; 2 colheres de sopa de granola. Leve ao fogo baixo e vá mexendo até ficar o ponto da sua preferência. Eu gosto mais consistente. Bom apetitee!

É isso meus queridos leitores! Sugestão para quem está sem tanta criatividade para o friozinho. Light, prático e saudável!!!!

Beijos....

A importância da nutrição para o adolescente

A adolescência é conhecida como um momento de conflito e autoafirmação. Temos a mudança do corpo, os grupos sociais e a necessidade de ser aceito na sociedade. Com isso, algumas preocupações no campo da estética, atividade física e alimentação começam a ser mais frequentes. A pele sem acne, o corpo magro ou definido, são algumas das preocupações dos adolescentes. Assim, pode-se perceber um aumento desse público nas academias, e com isso aumenta também a preocupação com alimentação, pois ao tentar atingir um padrão de beleza muitos adolescentes começam dietas da moda (que são restritas em determinados nutrientes que são importantes para o crescimento e desenvolvimento do adolescente), fazem uso de suplementos sem a orientação de um profissional habilitado ou utilizam hormônios por indicação dos colegas. Tudo isso visando alcançar o objetivo de forma rápida.

Na adolescência o fato que de maior impacto no comportamento alimentar é a aparência. Entre as meninas temos o desejo pela magreza, onde há um excesso de atividade física associado a restrições alimentares severas. Já entre os meninos, a preocupação é com o ganho de massa muscular e definição muscular.
A preocupação com o peso e as dietas de emagrecimento é mais comum entre as meninas do que entre os meninos. Segundo estudos, 60% das meninas estão em dieta de emagrecimento, enquanto entre os meninos esse percentual é de 30%. Entre as amigas, sempre circulam as dietas da moda (a dieta da proteína, da sopa, da lua, do chá, etc.) e com isso as adolescentes acabam se submetendo a restrição alimentar, resultando em uma perda de peso, porém de forma inadequada. Essa conduta pode ocasionar deficiências nutricionais que nessa fase tem como consequências um crescimento inadequado (lembra-se que o adolescente está em fase de crescimento e maturação sexual?) e até a suspensão do ciclo menstrual (também conhecida como amenorréia). Outra grande preocupação é com o desenvolvimento de distúrbios alimentares como anorexia e bulimia, que podem ter sequelas psicológicas, ginecológicas e metabólicas.

O ganho de massa muscular sempre foi mais almejado entre os meninos, apesar de atualmente haver muita menina querendo também ganhar massa muscular e definir o corpo. Porém, a falta de orientação, bem como a influência dos amigos e colegas de treino, pode levar ao uso indiscriminado de suplementos alimentares e até anabolizantes. O desejo por resultado rápido e a falta de preocupação com consequências futuras, faz com que muitos vejam o uso de medicamentos e suplementos como atalho para alcançar o objetivo.
 
Diante do exposto, percebe-se a importância do acompanhamento nutricional de adolescentes. Não somente orientando no uso de suplementos (quando estes são necessários – geralmente em atletas de alto rendimento), como também auxiliando nas melhores escolhas alimentares. Vale ressaltar que nessa fase a interação com os colegas está associada ao consumo de fast food e alimentos não tão saudáveis, o que muitas vezes pode colocar a perder o treino. Assim, uma avaliação individualizada faz-se necessária a fim de estabelecer as necessidades nutricionais e de cada indivíduo, promovendo então o fornecimento adequado de nutrientes para que o adolescente. As características de crianças, adolescentes e adultos requerem condições nutricionais específicas relativas à idade e maturação, o que requer um maior aporte de proteínas e energias para dar suporte ao processo de crescimento, bem como uma maior necessidade de cálcio para a saúde dos osso, um cuidado maior com a hidratação para evitar o risco de desidratação e uma maior necessidade de ferro.

 Ou seja, adolescente devem sim se manter ativos, mas há uma necessidade de um acompanhamento nutricional a fim de manter o bom requerimento de nutrientes para não comprometer o crescimento e a maturação. E lembre-se, cada indivíduo possui uma necessidade específica, e o que serve para o seu colega, nem sempre é o que serve para você. Sendo assim, consulte um nutricionista, pois este sim saberá o que é melhor PARA VOCÊ



quinta-feira, 11 de julho de 2013

Frio combina com sopa que combina com torradinhas

Sopa creme de palmito

Tempo: Médio: até 1h e 30 minutos.

Ingredientes

- 1 lata de palmito picado
- 2 tabletes de caldo de frango
- 1 litro de água fervente
- 2 unidades de gema de ovo
- 2 colheres (sopa) de farinha de trigo integral
- 1 colher (sopa) de manteiga
- 1/2 lata de creme de leite light
- Quanto baste de cebolinha verde picada(s)
- Quanto baste de sal
- Quanto baste de pimenta-do-reino branca

Modo de preparo

1. Dissolver a farinha de trigo integral na água do palmito e acrescentar o caldo de frango dissolvido na água quente.
2. Juntar a manteiga, as gemas e o palmito picado.
3. Cozinhar até o creme engrossar.
4. Pouco antes de servir, adicionar o creme de leite light, a cebolinha verde, corrigir o sal e a pimenta-do-reino.

Rendimento: 4 porções de 390 ml.

Classificações no cardápio: entrada.



Torradas com pasta de alho

Tempo: Rápido: até 30 minutos.

Ingredientes

- 1 colher (sopa) bem cheia de margarina (20g)
- 3 dentes de alho grandes espremidos (12g)
- 1 colher (sopa) de queijo parmesão ralado (15g)
- 1 colher (sobremesa) de azeite de oliva (8g)
- 1/2 colher (chá) de orégano (8g)
- 6 fatias de pão de forma integral (150g)

Utensílios e equipamentos: Forno mircroondas.

Modo de preparo

1. Misturar a margarina, o alho (amassado), o queijo parmesão, o azeite de oliva e o orégano até formar uma massa homogênea.
2. Passar a massa sobre um lado dos pães.
3. Colocar os pães sobre papel toalha e levar ao forno micro-ondas por 3 minutos na potência alta.
4. Servir quente.

Rendimento: 6 porções de 35 g.

Classificações no cardápio: lanche.

Substitutos na dieta: Pão.

Dica: O pão integral é uma boa escolha por ser mais nutritivo, com maior teor de fibras, vitaminas e minerais em relação ao pão branco!

Fonte: Nutrição em foco


sexta-feira, 5 de julho de 2013

Tomar uma lata de refrigerante por dia aumenta o risco de diabetes em 22%, diz estudo

Que os refrigerantes são ricos em substâncias que interferem nas atividades do nosso organismo de forma negativa, você provavelmente já sabe. Sódio, corantes e grandes quantidades de açúcar são apenas algumas delas. Mas que quantidades moderadas da bebida são suficientes para fazer mal deve ser novidade. Segundo um amplo estudo europeu, desenvolvido pelo Imperial College London, 340 ml refrigerante por dia, o equivalente a uma lata, aumenta em 22% o risco de desenvolver diabetes tipo 2. 

Para chegar a esses resultados, os pesquisadores contaram com a informação de 350 mil pessoas de oito países europeus diferentes: Grã-Bretanha, Alemanha, Dinamarca, Itália, Espanha, França, Suécia e Holanda entraram nessa lista. Foram respondidas questões sobre dieta, incluindo a quantidade de refrigerantes adoçado e suco natural consumida por dia. 

O consumo de suco de frutas não mostrou ligação com o desenvolvimento de diabetes tipo 2. No entanto, foi detectado que ingerir 340 ml de refrigerante por dia aumentou em 22% o risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2 em comparação com o consumo de uma lata ou menos por mês. 

Um outro estudo recente divulgado pela Stanford University School of Medicine, nos Estudos Unidos, descobriu que o diabetes pode estar diretamente ligado ao consumo desse alimento, independente do peso e do estilo de vida do indivíduo. 
Abolir o refrigerante da alimentação é a primeira e mais eficiente medida para reduzir o consumo de açúcar. Beber uma latinha de refrigerante todos os dias resulta na ingestão de um quilo de açúcar no fim do mês. Para matar a sede, nada melhor do que água, sucos naturais diluídos ou isotônicos, quando se estiver praticando exercícios.

Reduza o açúcar da alimentação

Em geral, quem está de dieta vive em pé de guerra com doces. Se, por um lado, é impossível evitá-los, por outro é muito difícil comê-los com moderação. Agora, entretanto, há mais um bom motivo para controlar a ingestão de açúcar. A recomendação para não ultrapassar a recomendação diária de açúcar, que é de 200 calorias em uma dieta de 2.000 calorias por dia, mas é bom consultar uma nutricionista para saber seu perfil de gasto calórico individual.

Fonte: Site Minha vida.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Conheça os benefícios dos diferentes chás

Com a chegada do frio, os alimentos e bebidas mais quentes são os mais procurados, já que ajudam a esquentar o corpo. Entre as bebidas, se destacam os chás, que além de aquecer, podem trazer muitos benefícios à saúde.

Feitos a partir de ervas, flores ou frutas, cada tipo de chá tem uma ação diferente no organismo. Alguns podem ter um alto poder antioxidante, outros ajudam em desconfortos abdominais e ainda tem os que ajudam a relaxar depois de um dia estressante.

Conheça os benefícios de alguns chás que são comumente utilizados e escolha o seu preferido:


Chá de Camomila: muito conhecido e utilizado por ter "calmante", além disso novos estudos apontam que esse chá oferece benefícios para a TPM, crises nervosas e ansiedade;

Chá Verde: é rico em antioxidantes, retarda o aparecimento de rugas e melhora a saúde da pele. Além de ter em sua composição diversas vitaminas e minerais;

Chá de Erva-Cidreira: conhecido também como "Remédio Caseiro" em muitas culturas, porém ainda nem todos os benefícios foram comprovados. Esse chá está relacionado com o controle da ansiedade e tem ação calmante;

Chá Mate: possui muitos benefícios, por ter uma boa quantidade de antioxidantes, está relacionado com a saúde da pele, combatendo o envelhecimento precoce. Novos estudos têm demonstrado que o consumo do chá mate associado a uma alimentação saudável, ajuda na redução do colesterol ruim - LDL;

Chá de Boldo: normalmente associado a problemas estomacais, ajuda em quadros de cólicas, gases, enjoo, vômitos, azia e queimação. É preciso moderação, pois o excesso desse chá pode causar irritação estomacal, levando a piora do quadro;

Chá de gengibre: ótima opção para os dias mais frios. Atua na melhora de enjoos e vômitos. Além de possuir diversos antioxidantes, auxiliando em quadros inflamatórios;

Chá de Hortelã: além de ser muito gostoso, facilita a digestão dos alimentos, auxilia na melhora de dores de estômago e ajuda a diminuir a ansiedade.

Dê preferência às ervas, flores e frutas in natura, para conseguir atingir o máximo de benefícios, pois nos chás já preparados e industrializados há redução na quantidade de nutrientes. Além disso, os chás naturais apresentam baixo valor calórico e por isso, podem ser aliados em seu emagrecimento.

Então que tal um chazinho logo pela manhã para esquentar o seu dia?




sexta-feira, 28 de junho de 2013

Macarrão de quinua com tomates frescos


Ingredientes:

Macarrão com tomates frescos - Imagem meramente ilustrativa
2 xíc. de chá de macarrão de quinua
2 tomates médios
2 unidades de alho
Manjericão fresco
1 colher de chá de sal
½ colher de sopa de azeite de oliva

Modo de Preparo:
Cozinhe o macarrão de quinua até ficar ao dente e reserve. Em uma panela antiaderente, refogue o alho com os tomates picados sem pele e sem sementes em pedaços grandes. Quando estiverem macios, acrescente o azeite e as folhas de manjericão, mantenha em fogo baixo por alguns minutos. Tempere o macarrão com este refogado e sirva a seguir. 

Informações Nutricionais:

Calorias 156 kcal
Rendimento: 4 porções


quinta-feira, 27 de junho de 2013

Dicas para manter a forma no inverno


O inverno chegou e trouxe com ele a vontade de ficar mais tempo embaixo das cobertas, acompanhada por pratos quentes e deliciosos, como sopa e chocolate quente. Junte o aumento do apetite com a preguiça para encarar o frio na academia e, quando o calor chegar, suas roupas de verão poderão estar um pouco mais apertadas.

Quem sempre vê o ponteiro da balança subir um pouco a cada temporada fria não precisa se culpar: a maioria das pessoas passa por isso, já que nessa época é comum recorrermos a receitas ricas em gorduras e calorias para esquentar o corpo.

O organismo realmente gasta mais energia para manter a temperatura corporal nos dias frios. Nesse contexto, a resposta fisiológica é o aumento da vontade de comer. A tendência é que estes alimentos sejam mais calóricos, mas isso não é desculpa para comer em dobro.

O ideal, na verdade, é aproveitar esse crescimento do gasto calórico para manter ou chegar ao peso desejado, aliando essa vantagem a hábitos adequados. É aconselhável comer de três em três horas, seguindo um cardápio com frutas, verduras e legumes, além de alimentos integrais e frutas secas.

Em contrapartida, vale evitar as tentações do período. Entre elas, as sopas com alto valor calórico, os molhos à base de creme de leite, os queijos amarelos e o chocolate. Porém, o problema não está tanto no tipo de alimento escolhido, mas principalmente na quantidade ingerida. O segredo está em realizar um consumo consciente, ou seja, em pequenas quantidades e uma vez ou outra.

Para evitar os quilos a mais no inverno deste ano, confira as dicas abaixo e mantenha a boa forma até o verão.

Faça boas escolhas na fondue
Quem gosta de fondue levanta a mão \0/. Amoooo! Uma das melhores maneiras de espantar o frio junto com os amigos ou com seu amado é apostando em noite de fondue, em que carnes, queijos e chocolate derretido são apenas algumas das tentações que fazem parte do cardápio. Porém, não é preciso abrir mão dessa delícia para ficar de bem com a balança - basta saber fazer as escolhas certas.

No caso da fondue de queijo, você pode começar optando por receitas com as versões mais brancas do alimento, como a ricota, que são menos gordurosas. Uma dicas para poupar calorias com os acompanhamentos. Você deve preferir os legumes, como brócolis, couve-flor e cenoura, e pão italiano ou integral que seja mais consistente.

Já na fondue de carne, o truque é escolher os molhos menos calóricos. Entre eles, os de ervas e o vinagrete, que não levam muita gordura no preparo.

No caso do fondue de chocolate, é possível preparar a receita substituindo a versão ao leite do alimento pelo meio amargo. Os acompanhamentos também fazem a diferença nas calorias, por isso, é aconselhável preferir as frutas, como morango, uva e abacaxi.

Além disso, vale degustar com moderação. Quando a sensação de saciedade chegar, resista à tentação de comer mais para evitar os quilos extras. Outra dica é compensar os exageros da fondue no dia seguinte, seguindo uma alimentação balanceada ou quem sabe, fazendo uma dieta de desintoxicação orientada pelo nutricionista.

Cuidado com os doces
Apesar de o sorvete não fazer tanto sucesso no inverno, opções de sobremesa não faltam para matar a vontade de um doce ao longo do dia. Porém, não é segredo para ninguém que essas delícias são inimigas da boa forma, graças a suas receitas ricas em creme de leite, chantilly e, claro, açúcares.

Nesse caso, quando a vontade de comer um doce bater, recorra a versões mais saudáveis. O chocolate amargo, quando consumido com moderação, é uma boa opção não apenas para manter a boa forma, mas também para prevenir doenças e até emagrecer.

Prefira ainda sobremesas feitas à base de frutas, como banana ou maçã assadas com canela e mel, por exemplo.

Quem não resiste ao chocolate quente também pode poupar calorias sem abrir mão dessa delícia. Para tanto, troque o leite integral pelo desnatado e o achocolatado tradicional pelo light. Mesmo assim, o consumo deve ser moderado. Outra opção, para aquelas que conseguem resistir ao doce, é optar por chás.

Deguste vinhos com moderação

No inverno, os vinhos fazem sucesso como uma opção de bebida para esquentar o corpo em jantares com os amigos. A boa notícia é que, quando consumidos na quantidade certa, eles não comprometem a dieta e ainda trazem benefícios para o corpo.
As mulheres podem consumir até 200 mL por dia sem comprometer a silhueta, enquanto homens podem beber até 300 mL no mesmo período. Vale lembrar que essa quantidade é válida para indivíduos saudáveis. Quem tiver algum tipo de doença deve procurar um médico e o nutricionista antes de apostar no vinho ou outras bebidas alcoólicas.

Alimentos light também engordam

Aquelas que deixaram as versões tradicionais de lado para consumir alimentos light devem ter cuidado na composição das refeições. A redução do número de calorias não é sinônimo de que é possível comer à vontade.

Muitas vezes esses produtos escondem outras desvantagens, como baixo valor nutritivo e altas quantidade de açúcares, gorduras ou sódio. Para ficar claro, imaginem como um sistema de compensação. Nós reduzimos 25% de um nutriente, seja ele em calorias, gorduras ou açúcares, mas compensamos com outro para preservar o sabor ou até mesmo pensando na conservação desses alimentos. Não estou falando que não devemos em hipótese alguma consumir produtos light, mesmo porque há momentos que eles são necessários. Mas como qualquer outro alimento, o consumo exagerado poderá trazer riscos à saúde, visto que as versões light não são isentas de calorias, gorduras ou açúcares.

Por isso, fica a dica: mesmo que o lanche da tarde seja de uma versão com redução de calorias, consuma com moderação.

Coma menos e com mais frequência

No inverno, é preciso manter o metabolismo acelerado para aumentar ainda mais o gasto de calorias. Para tanto, a dica é não ficar sem comer, mas sim preferir consumir menores quantidades de alimentos mais vezes ao dia. O ideal é fazer no mínimo quatro refeições ao dia, sem deixar de ingerir algo por um espaço maior do que quatro horas.

Os lanches devem ser saudáveis e incluir frutas e cereais, que prolongam a saciedade. Além disso, procure mastigar bem os alimentos, para que o estômago não precise trabalhar em dobro.

Com esse comportamento, você mantém o gasto calórico em níveis altos e ainda evita chegar às refeições principais com muita fome, o que favorece comer exageradamente.

Aposte nas fibras

Assim como em épocas de calor, no inverno é preciso manter uma dieta rica em fibras, que estão presentes em carboidratos integrais (pães, arroz ou macarrão), frutas, verduras e legumes, por exemplo. As fibras alimentares são fundamentais para a nossa saúde. Seu consumo em longo prazo pode diminuir a absorção de gorduras e colesterol e ajuda a aumentar a saciedade.

Alguns estudos indicam que uma dieta rica em fibras também pode trazer benefícios aos indivíduos que têm diabetes, atuando na redução da glicemia. Elas ainda reduzem o risco de doenças coronarianas, possuem efeitos no sistema imunológico, previnem câncer de cólon e ajudam no bom funcionamento do intestino, quando associadas ao consumo adequado de água.

Para quem não gosta de comer salada no inverno, pode compensar o consumo de fibras recorrendo aos legumes cozidos, que também são ricos nesse composto e ainda esquentam o corpo.

Não deixe os exercícios de lado

Superar a vontade de ficar quentinha debaixo das cobertas para correr no parque ou treinar na academia não é tarefa fácil. Mas, para quem quer evitar os quilos extras do inverno, é fundamental deixar a preguiça de lado e colocar o corpo para trabalhar.

Afinal, dessa maneira é possível compensar possíveis exageros cometidos nas refeições e ainda eliminar os pneuzinhos que estão sobrando. Para não cair na tentação de se jogar no sofá, reserve horários ao longo da semana para malhar, comprometendo-se a cumprir a programação.

Escolha a sopa certa

As sopas se tornam as queridinhas das refeições no inverno. E, se você escolher as opções e acompanhamentos certos, elas podem manter o corpo aquecido sem comprometer o consumo calórico ao longo do dia.

Para não errar, deixe os cremes feitos com muita manteiga, creme de leite, batata, mandioca ou arroz de lado, preferindo aquelas ricas em legumes e fibras. As sopas caseiras ainda são as melhores opções para matar a fome.

Para substituir uma refeição, elas devem ser completas, contendo proteínas (carnes magras, de preferência), carboidratos (batata ou macarrão), verduras e legumes (cenoura, chuchu, brócolis etc.). Para temperar, devemos evitar o uso de temperos prontos, já que por mais que sejam práticos, eles apresentam uma grande quantidade de gorduras e sódio em sua composição, comprometendo a qualidade da sua sopa. Os melhores temperos são alho, cebola, alecrim, cebolinha, entre outros.
Como acompanhamento, a sugestão é saladas variadas com azeite de oliva extravirgem, torradas e pães integrais. Para esses dois últimos, ela aconselha não exagerar no consumo, principalmente se a sopa já tiver outra fonte de carboidrato.

Aquelas que preferem a praticidade das sopas de pacotinho, vendidas nos supermercados, devem ficar atentas. Elas devem ser consumidas com moderação. Não é indicado principalmente aos pacientes hipertensos. Em geral, elas são ricas em sódio, açúcares e conservantes. E nós já estamos cansados de saber que hábitos alimentares inadequados, quando associados ao sedentarismo e alto consumo de sódio, por exemplo, podem gerar hipertensão arterial (pressão alta), além de outros riscos à saúde.

Beba líquidos
Não é só no verão que é importante consumir água frequentemente. A regra de se hidratar constantemente continua em alta e também é fundamental para garantir o bom funcionamento do organismo no inverno. Por mais que a sensação de sede diminua, nós precisamos manter uma boa hidratação. E quando o consumo de água é inadequado, sentimos diferença na saciedade, no funcionamento do intestino, entre outros.

Porém, para aquecer o corpo nos dias frios vale também abusar dos chás, que possuem poucas calorias e ainda podem ser turbinados com alimentos termogênicos, como canela e gengibre, que favorecem o emagrecimento.

Procure as opções de chás que se encaixam em suas necessidades, já que há muita variedade. Os chás que eu aconselho variam de acordo com as particularidades de cada um. A camomila, a erva-cidreira e a erva-doce acalmam, por exemplo, enquanto o gengibre auxilia na aceleração do metabolismo e ajuda na digestão.

Faça r o chá a partir da infusão de ervas, em vez de usar as versões em saquinho. Se a intenção for beber o chá continuamente, é importante consultar um médico e um nutricionista, já que as plantas também podem interagir com medicamentos, mesmo sendo naturais.

Agora, é só seguir essas dicas para aproveitar o melhor da culinária no inverno sem brigar com a balança.
© Blog da Magda Vieira - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Giovanna Lacerda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo