Blog da Magda Vieira; Nutrição, Saúde e Bem-Estar

terça-feira, 30 de abril de 2013

Alimentos que ajudam a aumentar a massa magra


O inverno está quase chegando, mas nem por isso é hora de descuidar do corpo. Seguindo uma das prioridades da sua lista de redefinir as curvas, apenas se inscrever na academia pode não ser suficiente.

Quem quer ganhar massa magra, ou seja, aumentar os músculos em coxas, pernas e mesmo no bumbum, precisa se esforçar além do treino. A alimentação é responsável por 70% do processo de redefinição do corpo. Assim, se você não programar um cardápio especial, dificilmente terá resultados consistentes na silhueta.

Ainda que, na hora de desenvolver uma dieta para quem quer aumentar a massa magra do corpo, é preciso levar em consideração a rotina do paciente. Em geral, ele deverá se alimentar com intervalo de no máximo três horas e consumir de 35 a 45 calorias por quilo de peso ao longo do dia.

As refeições também dependem de fatores como o horário do treino, já que existem alimentos que podem otimizar o desempenho e outros que, depois da malhação, vão ajudar a aliviar dores e favorecer a reconstrução dos músculos.
Para quem ainda está em dúvida se investir no aumento da massa magra do corpo para redefinir as curvas vale a pena, todas as pessoas podem melhorar a silhueta aliando um cardápio planejado por um profissional a um treino específico preparado pelo educador físico. Todos aqueles que não tenham problemas hormonais não tratados podem ganhar massa magra.

Para tanto, a dica é cuidar da alimentação, inserindo porções de proteína em todas as refeições do dia, além de beber bastante água. Nesse processo, consumir certos carboidratos também é fundamental para ter um ganho efetivo de massa muscular.

Assim, se você pretende conquistar coxas maiores ou braços mais definidos, confira abaixo a lista de alimentos que não podem faltar no seu cardápio. Além de ajudarem no processo de ganho de massa magra, eles ainda podem auxiliar você a ter um treino mais vantajoso.

1. Ovos

Quem acha que a gema é a vilã da formação de músculos está enganada. Ela é tão necessária no processo quanto a clara, pois é rica em vitamina B12, essencial para diminuir os níveis de gordura e ajudar na contração muscular. Essa parte do alimento ainda é rica em gorduras boas, que ajudam a amenizar a inflamação nos músculos causada pelo treino, permitindo que eles se recuperem mais rápido.

Já a clara é rica em uma proteína chamada ovoalbumina, que é repleta de aminoácidos fundamentais para o ganho de massa magra. Assim, o ovo deve ser consumido como um todo. Só não vale fritá-lo, pois dessa maneira ele se torna muito gorduroso.
2. Quinoa ou quinua

A quinua é considerada um dos cereais mais nutritivos do mundo e equilibra muito bem nutrientes diferentes, como carboidratos, proteínas e gorduras. Ela também é rica em zinco, cálcio e ferro, que são minerais fundamentais para quem treina.

A quinua também é uma boa fonte de aminoácidos essenciais que, precisam estar circulando no corpo ao longo do dia naquelas que desejam desenhar melhor as curvas.

Entre as vantagens do alimento estão também o fato de ele não possuir colesterol e açúcares, enquanto é repleto de fibras e vitaminas.
3. Carnes magras

A carne é uma das principais fontes de proteína para quem quer ver o crescimento dos músculos. Porém, é preciso investir em versões que não possuam muitas gorduras para não acabar prejudicando outros aspectos do corpo, como o colesterol. Assim, escolha opções como frango sem pele, coxão mole, patinho, peixes (que também possuem uma boa dose de gorduras boas) e o peito de peru, por exemplo, que é uma proteína bem acessível para os lanches.

4. Oleaginosas

A importância de consumir oleagionosas, como as castanhas, por elas serem ricas em antioxidantes, que amenizam os efeitos dos radicais livres liberados pelo treino. Sem esses efeitos, os músculos podem se recuperar mais rápido.

As oleaginosas ainda são fonte de vitamina E, magnésio, selênio, manganês e o resveratrol, fitoquímico presente também no suco de uva integral. A Castanha-do-Pará, mais especificamente, ajuda no aumento da massa magra por ser rica em arginina. Porém, não é recomendado consumir mais que duas ao dia.
5. Tofu

Indicado como um dos alimentos que não devem ficar de fora do cardápio de quem quer ganhar músculos, o tofu possui muita proteína e cálcio, nutriente que protege os músculos. Ele também é uma importante fonte de magnésio, mineral que evita o enfraquecimento da região que se esforçou durante o treino.
6. Feijão com arroz

Apesar de a carne ser uma importante opção de proteína para as refeições principais, a combinação bem brasileira de arroz e feijão não pode ficar de fora do prato. Além de ser fonte de energia, a refeição também é rica em aminoácidos que ajudam na recuperação muscular.

Os aminoácidos do feijão, junto com os do arroz, formam uma ótima proteína que auxilia na recuperação muscular. O arroz ainda é fonte de energia.

7. Queijos

Os queijos são uma ótima opção para os lanches de quem quer ganhar massa magra. No entanto, na hora de fazer seu sanduíche, prefira as versões com menos gordura, como a ricota, para ter uma boa dose de proteína sem muitas calorias.

8. Iogurte

Outra boa opção para o lanche é o iogurte. Isso porque ele é fonte de probióticos, que ajudam a manter o bom funcionamento do intestino e também favorecem a absorção dos nutrientes. Outra vantagem é que ele combina perfeitamente a quantidade de proteína e carboidrato em cada porção.

Além disso, ele possui alta concentração de aminoácidos essenciais, fósforo, zinco, vitaminas B5 e B12, entre outros nutrientes. A dica é consumir entre um e dois potes por dia, sendo que a ingestão pode ser logo após o treino, pois é nessa fase que a proteína consumida é destinada para a recuperação e construção dos músculos.
9. Banana

As frutas são aliadas por aumentar os níveis de insulina que ajudam a reduzir a perda de proteína que acontece logo após o treino. A banana, em específico, deve ser ingerida antes da malhação por ser uma boa fonte de energia. Ela ainda é rica em potássio, nutriente que ajuda os músculos a reservar combustível.

10. Batata doce

A batata doce por ela possuir muito manganês, que atua no metabolismo para gerar energia. Além disso, ela é rica em vitamina C, substância que combate os radicais livres liberados durante o treino. Assim, os músculos se refazem mais rapidamente.

A dica é consumi-la como alternativa ao arroz branco ou ao pão francês. Ela pode fazer parte até do cardápio do café da manhã, quando você pode criar um prato com mel e canela, por exemplo.

Fonte: Site Minha Vida

sábado, 27 de abril de 2013

Looks para inspirar e ficar linda

Para o sábado uma super inspiração!!! Dia e noite...
Listras e preto e branco.... super tendência!!!!

Cores a cara do inverno! Inspirem-se e arrase. 

Ótimo final de semana!!!

Beijos...

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Tabule de quinua


Ingredientes:


200 g de quinua em grãos
2 cenouras picadas em cubinhos
2 pepinos picados
1 cebola picada
½ pimentão vermelho picado
2 colheres (sopa) de cebolinha picada
2 colheres (sopa) de azeite de oliva virgem extra
Sal a gosto

Modo de Preparo:

Cozinhe a quinua em duas medidas de água fria, com sal, em fogo baixo e panela tampada por 10 ou 15 minutos. Espere esfriar e junte os outros ingredientes. Tempere com sal e azeite.

Informações Nutricionais:

Calorias: 50,2 kcal
Carboidratos: 7,8 g
Proteínas: 1,7 g
Gorduras: 1,4 g

Rendimento: 20 colheres (sopa)

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Gestantes que comem lanches transformam os filhos em viciados em junk food


Depois da notícia de que o gosto das crianças por frutas e verduras começa a se formar durante a gestação, não é de surpreender que pesquisadores tenham descoberto que a ingestão de comidas ricas em gorduras e açúcares por parte das gestantes pode transformar os bebês em viciados em junk food.

O estudo realizado na Austrália e divulgado no jornal The Daily Mail ainda aponta que esse tipo de alimento tem o mesmo efeito químico que drogas como o ópio, a heroína e a morfina podem causar no organismo. Isso demonstra que os impulsos causados por comidas gordurosas representam, de fato, um vício.

No caso das gestantes, os pesquisadores descobriram que esse tipo de hábito pode resultar em alterações no desenvolvimento do cérebro dos bebês. Essas mudanças fazem com que as crianças fiquem menos sensíveis à opióides, substâncias que são liberadas quando ingerimos alimentos ricos em gorduras e açúcares. Esse processo faz com que os pequenos desenvolvam uma tolerância à substância e precisem ingerir quantidades maiores de junk food para se sentirem plenamente satisfeitos.

“Esse estudo mostra que o vício em junk food realmente existe. É triste admitir que a ingestão de porcarias durante a gestação transforme as crianças em viciados em junk food”, admite Dr. Gerald Weissmann, editor do periódico Journal of the Federation of American Societies for Experimental Biology.

Para chegar a essas conclusões, os pesquisadores analisaram dois grupos de filhotes de ratos. O primeiro deles havia passado por uma gestação com uma alimentação adequada para animais e o segundo grupo de ratos havia sido alimentado com junk food humana durante a gestação e amamentação.

Depois de realizar uma série de testes, os cientistas concluíram que os animais afetados pelas porcarias administradas às mães tinham uma menor sensibilidade aos opióides, o que os levava a consumir mais comidas doces e gordurosas.

“Os resultados dessa pesquisa nos permitirão informar melhor as gestantes sobre os efeitos a longo prazo que sua dieta tem no desenvolvimento das preferências das crianças e nos riscos de doenças metabólicas. Com sorte, isso encorajará as mães a fazerem escolhas alimentares mais saudáveis que levarão a crianças mais saudáveis”, explicou Dr. Beverly Muhlhausler, da Universidade de Adelaide, na Austrália.

Fonte: Uol

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Vencendo os medos


Oie!!!! Mais um dia sentada no divã com vocês.

Passamos por tantas experiências, não é mesmo. Compartilharei mais um pedacinho do fantástico mundo da Magda!!!!

Sou sedenta por aprender coisas novas, atualmente estou encantada com varias frases do autor Algusto Cury. Uma delas que chamou minha atenção e condiz com esse momento foi sobre maturidade... "Uma pessoa madura sabe que todas as escolhas tem perdas". Simples, mas é uma frase que tem mexido comigo.

No meu mundo, parecia tudo caminhando para uma linda perfeição, quando de repente, tudo mudou. (se eu tiver filhas, não lerão contos de fada) kkkkk... Os planos que eram claros, agora não pareciam mais. De repente tudo muda de figura, e mais uma vez, você vivencia que o coração do homem faz planos, mas a resposta sempre vem do Senhor. Todas as situações que passamos na vida é para um bem maior. Porque não há fardo maior do que podemos carregar. 

Se você assim como eu, passou ou está passando por um momento complicado, ou um momento no qual você ainda não aprendeu como lidar. Acredite, vai passar e você enxergará o que Deus tem para você. 

Comecei a escrever esse post há uns 45 dias atrás. Kkkkkk.... Engraçado como eu não conseguia termina-lo, ou não queria. Como são as coisas, como nossa cabeça e atitudes mudam. Quando tinha começado a escrever, estava voltada para um post tristinho e melancólico, hoje, após esse tempo, aprendi que aquilo que sentia não existia, era apenas coisa que desviavam minha mente do foco. 

“O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã” (Salmo 30:5) Que esse versículo seja real em nossas vidas semre!!! Isso nos faz não temer a dor, não temer o desconhecido, simplesmente não temer. 

“Aqueles que semeiam com lágrimas, com cantos de alegria colherão” (Salmos 126.5). Aprender a suportar seja o que for que precisar suportar, sabendo que encontrará a alegria do outro lado! 

Por isso não credite muito no seu sofrimento, na sua solidão, na sua confusão. Pare, questione, confronte, espere e confie. Tudooo... mas tudo mesmo, passa! 

Hoje, independente de todas situações e circunstâncias... estou como sempre sou e gosto de ser... FELIZZZZZ!!! Que essa alegria e felicidade contagie e transbordem em todos vocês, meus queridos leitores.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Lanchinhos no trabalho podem engordar até 3 quilos ao ano


Bolachinhas no meio do expediente, aquele chocolatinho depois do almoço ou mesmo um pedacinho de bolo para matar a vontade de um doce durante o trabalho podem fazer você engordar até três quilos por ano, conforme mostrou uma pesquisa divulgada esse mês no Daily Mail.

Se você acha que uma pequena guloseima todos os dias não faz mal para a sua saúde, saiba que isso pode fazer a sua cintura aumentar a cada ano. É claro que isso não se encaixa com o consumo de frutas ou outras opções saudáveis. Os vilões da “alimentação corporativa” são os biscoitinhos, pacotes de batatas fritas, chocolates, bolos e outras delícias que nos confortam durante um dia de trabalho.

De acordo com a pesquisa realizada pelo The Village Bakery (uma rede de confeitaria e café que utiliza produtos frescos e orgânicos), as mulheres mantêm mais esse hábito do que os homens. A avaliação foi feita com dois mil britânicos (homens e mulheres), que admitiram que sentem vergonha da alimentação pouco saudável.

Segundo o relatório, as pessoas pesquisadas comem pelo menos dois lanches por dia no escritório, sendo que 30% delas consomem três ou mais. Entre as mulheres, 13% delas assumiram que chegam a comer quatro ou mais lanches por dia. A pesquisa mostrou que os biscoitos são as principais escolhas (42%) entre os pesquisados, seguidos pelo chocolate (38%), batatas fritas (32%) e bolos (13%).

Além disso, a avaliação revelou que os lanchinhos levados pelos colegas do escritório são as principais tentações dos pesquisados. Alguns deles (33%) colocaram a culpa no stress e 22% dos participantes disseram que recorrem aos petiscos açucarados para mantê-los mais animados no período da tarde.

Se você está se identificando com a pesquisa, saiba que é possível reverter esse quadro com um almoço equilibrado e nutritivo. Simon Staddon, da The Village Bakery, disse: "Estávamos cientes da falta de tempo que os trabalhadores podem ter para um almoço nutritivo, mas ficamos surpresos sobre como os almoços rápidos estão afetando o ganho de peso e o bem-estar geral deles”.

Não ter um bom almoço ou café da manhã faz com que as pessoas procurem petiscar opções açucaradas e gordurosas durante o expediente, pois não estão saciadas. Dessa forma, biscoitos, chocolate e bolos, que são ricos em calorias, gordura saturada e açúcar, afetam os níveis de glicose no sangue, levando ao ganho de peso.

Se as pessoas comessem um almoço mais nutritivo em primeiro lugar, elas se sentiriam satisfeitas por mais tempo e não teriam a necessidade de recorrer aos lanches gordurosos. Essa escolha de um almoço mais equilibrado e saudável também poderia ajudar com os níveis de energia e reduzir os sintomas, como o inchaço.

Fonte: UOL

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Qual tipo de exercício físico combina mais com você?


A maioria das pessoas já decorou os benefícios de praticar exercícios físicos. Além de emagrecer, eles melhoram a capacidade respiratória, aliviam o stress, previnem doenças e beneficiam a concentração. Porém, o que muitas não consideram é que, dependendo do seu tipo de corpo e objetivo para a malhação, o resultado pode variar e até decepcionar.

Afinal, a prática intensa de atividades aeróbicas pode ser ótima para quem quer acabar com a gordura localizada, mas não vai mudar de fato as curvas daquelas que são magras naturalmente.

Pesquisas recentes chegaram à conclusão de que entre as mulheres existem quatro tipos físicos, que variam de acordo com a glândula dominante e as medidas de certas regiões do corpo. Assim, cada grupo terá necessidades específicas de malhação, como eliminar o acúmulo de gordura no abdome ou nos quadris, criar curvas ou manter a silhueta em dia.

Por isso, na hora de começar a treinar, é importante conhecer as características do seu corpo e o que você deseja conquistar. Quando um aluno inicia a malhação, é comum os profissionais da área pedirem uma avaliação física, que é repetida periodicamente (entre 1 a 6 meses, de acordo com o instrutor).

A avaliação geralmente contém uma anamnese, histórico de atividades, objetivos do aluno, avaliação de composição corporal, postura e flexibilidade e parâmetros cardiovasculares. Assim, com os resultados em mãos, o avaliador ou professor pode sugerir alguma atividade ou objetivo ao interessado.

O treino, no entanto, leva em consideração principalmente o que o aluno quer alcançar. Confira a lista de objetivos e biótipos abaixo e planeje desde já a malhação.
Melhore seu condicionamento físico

Para quem busca aumentar a resistência física não apenas para ter uma rotina com mais energia, mas também para participar de competições, o ideal é apostar nos exercícios aeróbicos. Assim, conforme você evolui nos treinos, seu condicionamento físico melhora, bem como a respiração e a circulação.

Porém, é importante ressaltar que a prática de caminhada, corrida ou bicicleta deve ser acompanhada sempre de uma sessão de alongamentos e aulas de musculação para fortalecer os membros.

Alivie o stress

Aquelas que possuem uma rotina estressante podem investir na academia como forma de aliviar as pressões do dia a dia. Nesse caso, é possível praticar modalidades intensas, como a corrida, ou recorrer a aulas que trabalham a respiração e o equilíbrio, acalmando corpo e mente.
Um exemplo é a aula de Balance, que tem foco na respiração e na melhora da postura. Ela combina movimentos de tai chi, pilates e yoga, agindo na harmonia do indivíduo, concentração, equilíbrio, alongamento e fortalecimento. Você gasta até 350 calorias em uma sessão e ainda relaxa.

Outra sugestão é o pilates, que conquistou várias adeptas nos últimos meses. A modalidade dá força e alonga os músculos, além de prevenir lesões por meio do aumento da mobilidade das articulações. As alunas também aprendem a respirar pelo diafragma, melhorando o tônus do abdome, enquanto eliminam aproximadamente 300 calorias.

Há ainda a yoga, que mescla exercícios posturais com respiração pelo diafragma. O objetivo é estimular a meditação, melhorando a capacidade de concentração e o equilíbrio corporal. Os resultados positivos podem ser vistos no condicionamento físico e no emagrecimento. Cada aula elimina até 500 calorias, dependendo do estilo escolhido.

Por fim, é possível optar pela aula de alongamento, que relaxa e aumenta a flexibilidade. Após a sequência de posições, é normal sentir-se mais disposto, além de prevenir lesões futuras por movimentos repetitivos.
Acabe com a flacidez

Aquelas que estão com o corpo em dia, mas precisam tonificar e enrijecer os músculos, devem concentrar os esforços na ginástica localizada.

O treino semanal deverá incluir sessões de aeróbico e musculação com ênfase na carga e poucas repetições. Se tiver acompanhamento nutricional, drenagem linfática, a malhação ainda pode ajudar a eliminar outros problemas, como a celulite.

Treino para o corpo sarado
Em geral, esse é o biótipo que toda mulher almeja: corpo curvilíneo na medida certa sem precisar fazer muito esforço, já que a natureza foi bondosa. O segredo da silhueta esculpida está na glândula suprarrenal, que domina o funcionamento hormonal desse tipo de organismo.

Porém, nem tudo é fácil. Ao ingerir muitas calorias, as mulheres saradas também acumulam gordura, principalmente nas curvas, formando os temidos pneuzinhos. Assim, para manter em ordem o corpo de dar inveja, vale a pena investir em atividades que fortalecem os músculos, queimam calorias e melhoram a flexibilidade.

Entre elas está o step, que é baseado no movimento de sobe e desce, e a running class, aula que trabalha a corrida na esteira com o diferencial de ser praticada em grupo. Há também o treino com Fit Ball ou Power Ball, que é feito com o auxílio de uma bola de borracha para trabalhar abdominais e alongamento.

Assim, você elimina calorias e fica com os músculos bem definidos.

Treino para o corpo magro

Existem mulheres com tendência a serem magras e não acumular gordura. Isso acontece porque a tireoide é a glândula dominante e estimula o metabolismo a queimar calorias.

O biótipo que parece vantajoso, no entanto, nem sempre é sinônimo de magreza. Nos da área da saúde, nutricionistas, personal trainners e educadores físicos ressaltamos sempre que o baixo peso não significa necessariamente que o corpo é magro em percentual de gordura ou mesmo saudável.

Por isso, é aconselha ganhar curvas por meio de atividades localizadas e de força, como musculação, ginástica localizada ou pilates. Contudo, você não deve se esquecer de conciliar com alguma atividade aeróbia (caminhada, corrida, pedalada, natação, entre outras) com uma alimentação balanceada.

Nesse caso, vale a pena praticar exercícios que ajudem a aumentar a massa muscular, pois eles também fortalecem os tecidos.

Uma alternativa é apostar na aula de pump, que adapta os movimentos da musculação com barras, anilhas e pesos. Ela ainda melhora a postura, a densidade óssea e o condicionamento físico. Cada sessão tem o foco em uma região do corpo (peito, costas, braços ou glúteos), com aquecimento inicial e alongamento para evitar lesões. No entanto, o crescimento muscular não será tão expressivo quanto nas demais modalidades.

Treino para quadris largos

Os quadris largos são uma das queixas mais frequentes das mulheres brasileiras. Esse biótipo remete ao modelo de corpo pera, em que a cintura é fina, os ombros são estreitos e, ao engordar, a impressão é de que todos os quilos a mais foram parar no bumbum e nas coxas. Esse tipo de silhueta é comandado pelas glândulas gônadas, que produz o estrogênio.

Para Isabel, quem possui essas características precisa queimar calorias com uma atividade aeróbica, além de fazer exercícios específicos para essa região. Para os temidos culotes e quadril, podem ser trabalhados os glúteos e abdutores. Existem máquinas específicas para isso, mas também é possível trabalhar com caneleiras.

Você ainda pode intensificar os exercícios nos membros inferiores praticando step, jump, spinning e GAP.

Na aula de jump, o foco é o trabalho aeróbico com o auxílio de um minitrampolim, mas os movimentos melhoram a postura, combatem a flacidez e fortalecem o tecido muscular. O spinning é mais conhecido: a atividade consiste em acompanhar a intensidade e velocidade propostas pelo instrutor em uma bicicleta. Assim, é impossível não queimar gorduras e fortalecer o bumbum e as coxas com o esforço intenso.

Por fim, a GAP combina exercícios focados nos glúteos, abdome e pernas. O resultado é a queima localizada e de gordura, deixando a silhueta tonificada e curvilínea.

Treino contra a barriga saliente

Esse tipo de corpo parece perfeito, mas com um pouco de descuido, a gordura se acumula exatamente no abdome, tornando os pneuzinhos bem salientes. O acúmulo adiposo nesse caso é comandado pelas glândulas pituitárias, que têm a função de regularizar o metabolismo.

Para perder as medidas na cintura é preciso priorizar os exercícios aeróbicos, mas nunca deixar de lado o treinamento muscular localizado. O ganho de massa muscular auxilia não só a acelerar um pouco mais o metabolismo, como também na prevenção de lesões.

Algumas academias, inclusive, oferecem uma aula chamada de ABS, formada por uma série de exercícios abdominais que trabalham todo o grupo muscular, melhorando o tônus e eliminando medidas. Em geral, essas aulas são mais curtas, com duração de aproximadamente 30 minutos.


Treino para obesos

Quem precisa perder peso para valer não tem outra opção: os exercícios aeróbicos são a melhor forma de eliminar as gorduras que estão sobrando. O treino deve ser praticado pelo menos cinco vezes na semana, com duração de 30 a 60 minutos. Para combater a flacidez, é preciso também apostar na musculação três vezes na semana e em aulas de alongamento.

Vale ressaltar, no entanto, que o sobrepeso pode acarretar algumas restrições para a musculação. A  obesidade muitas vezes pode estar conciliada com outros fatores de risco, como hipertensão, diabetes e outros problemas cardiovasculares. Assim, é preciso de um acompanhamento nutricional, de um cardiologista e fazer o fortalecimento muscular e a proteção das articulações.

As pessoas obesas devem tomar cuidados com os exercícios, não deixando de fazê-los, mas sim realizando de maneira consciente. Para cada caso há um tipo de treinamento que pode ser realizado para trazer os benefícios e bem-estar. Ela ainda completa que, em caso de excessos, a atividade pode agravar o estado clínico do indivíduo.

Uma alternativa para os obesos é a hidroginástica. Cada aula elimina 450 calorias e ainda possui menos risco de lesões em articulações, pois a água diminui o impacto dos movimentos.

Vale ressaltar, no entanto, que independente do seu tipo de corpo, a malhação sozinha não faz milagres. É preciso estar com as consultas médicas em dias e seguir uma dieta balanceada para alcançar os seus objetivos.

Fonte: Minha Vida

domingo, 21 de abril de 2013

Lasanha de abobrinha


Ingredientes:

Lasanha de abobrinha - Imagem meramente ilustrativa
2 abobrinhas italianas médias
2 tomates maduros
Algumas fatias de cebola
1/2 dente de alho
Sal a gosto
Orégano
1 colher de sopa queijo parmesão ralado
Salsa picada
50 g de muzzarela light
1 colher de chá de azeite de oliva 

Modo de Preparo:

Fatie as abobrinhas. Bata no liquidificador os tomates com alho, sal e orégano a gosto. Monte num refratário uma camada de molho, duas camadas de abobrinha, salpique um pouquinho de sal, espalhe um pouco de molho, algumas fatias de cebola e salpique a salsa e o queijo ralado. Torne a colocar fatias de abobrinha, repetindo todas as camadas. Leve ao forno médio, por cerca de 20 minutos, até que as abobrinhas estejam murchas. Cubra com uma camada de muzzarela, espalhe o azeite de oliva e volte ao forno apenas para que esta derreta. Se preferir, use o microondas - o tempo de cozimento é de 8 a 10 minutos em potência alta na primeira fase, mais uns 2 minutos na mesma potência, na segunda fase. 

Informações:

Preparo: de 8 a 10 minutos no microondas, de 20 a 30 minutos no forno.
Rendimento: 6 porções
Calorias: 90 Kcal 

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Saiba que alimentos evitar quando estiver estressada


Em muitas situações, quando as pessoas estão estressadas, é comum descontar o nervosismo na alimentação ou nas bebidas de forma nada saudável, abusando de itens como doces com muito açúcar, frituras, energéticos e álcool. Porém, apesar dessas opções serem as mais desejadas pelo nosso organismo num momento estressante, são elas que também podem piorar, e muito, o quadro.

Quando estão estressadas, as pessoas tendem a desejar alimentos que são ricos em açúcar, gordura e sal, porque eles aumentam diretamente os nossos níveis de cortisol (o hormônio do stress).

Por isso, nos períodos estressantes, tente recorrer às opções saudáveis como frutas, chás de ervas, como camomila e erva-doce, saladas variadas, além de dar preferência aos itens com pouco açúcar e baixo teor de estimulantes. Por outro lado, evite ao máximo aquelas opções que podem aumentar o stress. Segue abaixo alguns alimentos listados, os quais são os itens que devemos deixar de lado nos momentos de ansiedade, confira: 

Energéticos - Essas bebidas são ricas em cafeína e açúcar, que são ingredientes que agravam os sintomas do stress. Essa combinação pode ser uma bomba para o organismo, que tende a ficar sobrecarregado por precisar fazer um esforço extra com o uso contínuo dessas substâncias estimulantes. 

Comidas apimentadas - Se o seu stress ataca diretamente seu estômago, as comidas apimentadas podem piorar ainda mais a situação. O stress desacelera o metabolismo, fazendo com que a digestão fique mais lenta e difícil. Isso pode causar um refluxo ácido, pois o alimento fica mais tempo no estômago e as comidas picantes pioram o desconforto. 

Doces e chocolates - Os desejados da mulherada! Doces podem até ser um “refúgio” na hora da ansiedade, porém o açúcar só aumenta os níveis de cortisol, o hormônio do stress. As altas taxas de açúcar no sangue e os picos de insulina podem ainda causar irritabilidade e até aumentar mais a fome.
 
Bebidas alcóolicas - A ilusão de que um ou mais drinks podem amenizar o seu nervosismo pode deixa-la ainda mais ansiosa, pois o álcool estimula a liberação de cortisol, de acordo com um estudo de 2008 publicado no Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism. 

Cafeína - O café, o cappuccino, o mochaccino, todas essas bebidas são ricas em cafeína, que é um estimulante que também provoca a liberação de cortisol, aumentando os níveis de stress. Além disso, a substância em excesso pode causar taquicardia e insônia. 

Alimentos processados - Alimentos com alto teor de sódio, gordura e aditivos artificiais — como salgadinhos de pacote, refrigerantes, macarrão instantâneos, biscoitos recheados e bolinhos — podem aumentar os níveis de estresse por estimular a produção de cortisol. 

Batata frita - Os altos níveis de gordura combinados ao carboidrato da batata frita pode até fornecer uma um rápido estoque de energia, mas só vai piorar a sua ansiedade mais tarde. Além do risco de hipertensão que este alimento pode causar, devido às altas taxas de sódio, o consumo também pode piorar quadros de gastrite e obesidade. 

Chicletes e balas sem açúcar -Os itens adoçados artificialmente podem exacerbar problemas relacionados digestivos, que podem levar à irritabilidade e consequente aumento do stress.

Salto baixo


Bom dia queridas!!!!!!
Acho lindo e chic os saltos altos mas, nos últimos meses, tenho sido fiel às minhas sapatilhas e saltos baixos: só estou usando salto alto quando vejo real necessidade. kkkkkk..... e quando vejo que quase não vou andar. Mas confesso que sinto falta dos saltos altos, mas o conforto dos baixos não tem preço. E acredito que nosso corpo agradece também. E é claro, sem perder nosso charme e elegância.
E a boa notícia (ótima aliás, para quem nunca aguentou aquelas plataformas e saltos exorbitantes) é que a moda enfim apontou para eles! Nessa estação, muitas marcas nacionais lançaram vários modelos com saltos médios: na verdade a sapatilha ganhou alguns centímetros e os scarpins desceram outros. Uma seleção de modelos bem lindos!
Além das marcas acima, já vi em lojas de departamento e outras com os preços mais baixos que os saltos (a Nanda Manu e Vizzano é uma delas, vale a busca). Adoro os modelos com bico fino, acho muito chic, mas também não dispenso os arredondados.
São tantas opções, da vontade de ter todoss! kkk.... O que acharam queridas?!?
Beijos...

Fonte: Fashion Gazette

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Alimentação da Criança


Atenção com a alimentação das crianças!!!

A obesidade infantil atinge no Brasil entre 7% e 15% das crianças, dependendo da região e da classe social. Nos Estados Unidos o número dobrou na última década e, cerca de 30% das crianças, apresentam algum grau de sobrepeso. Algumas dicas de alimentação para crianças são:

• Os alimentos devem ser oferecidos à criança para que ela aprenda a gostar. Se houver recusa no primeiro contato, deve-se insistir em outras vezes, pois novos alimentos têm sabores diferentes e, às vezes, promovem "caras-feias", mas com o decorrer do tempo o sabor passa a ser apreciado pela criança. 

• Apresente apenas um alimento novo a cada refeição, junto com os outros que seu filho já está habituado. Assim fica mais fácil experimentar. E faça esta apresentação no início da refeição, quando a fome é maior. Converse com ele sobre o alimento novo, explique de onde veio, conte uma história, enfim, desperte a sua curiosidade. Ofereça o leite para a criança duas horas antes ou após as principais refeições (almoço e jantar). O cálcio (presente no leite) diminui a absorção do ferro contido nos alimentos, podendo levar a criança a ter anemia. 

• Você também pode aproveitar receitas que seu filho gosta para adicionar alimentos novos. Faça um alimento que ele goste e adicione cenoura ralada ou tomate picadinho, enfim torne a refeição mais nutritiva. 

• Lembre-se de que, para melhorar a alimentação de seu filho, é preciso antes de mais nada melhorar os hábitos alimentares da sua casa. Avalie se os alimentos que fazem parte do cardápio familiar são realmente saudáveis. 

O melhor momento para formar bons hábitos alimentares é na infância. Conheça os programas que um nutricionista pode oferecer de reeducação alimentar para crianças e dicas de lanche escolar. 

Possuimos programas nutricionais específicos para as crianças. Trabalhamos também com o planejamento de refeições e criação de cardápios familiares. Encontre o nutricionista mais próximo de você.



Seque abaixo algumas sugestões de receitas nutritivas para merenda escolar:

Cachorro quente nutritivo (fonte de ferro e vitamina "A") 


- 30 gramas de pão de cachorro quente (1 pão pequeno)
- 2 colheres de sopa de carne moída
- 1/2 xícara de chá de água
- 1 pitada de sal
- 1 colher de café de azeite de oliva
- 1 cenoura média crua, limpa, ralada
- 1 tomate inteiro, lavado
- 3 colheres de sopa de extrato de tomate

PREPARO: liquidifique a cenoura, o tomate e o extrato. Refogue a carne moída no azeite e adicione o molho. Deixe cozinhar. Recheie o pão.

Flan de Chocolate (fonte de cálcio) 


- 1 Xícara de chá de leite desnatado
- 1 beterraba pequena cozida
- 1 colher de sobremesa de achocolatado em pó
- 1 colher de chá de amido de milho
- 1 colher de chá de açúcar
PREPARO: liquidifique todos os ingredientes. Leve ao fogo até que se forme um creme. Coloque em potinho próprio e gele.

Enrolado de Queijo (fonte de cálcio) 
Para o preparo de 30 unidades
INGREDIENTES (massa básica):
- 20 gramas de fermento dissolvidos em 1/2 Xícara de chá de água morna
- 2 potes de iogurte natural desnatado liquificados com 4 cenouras cruas.
- 1 Kg de farinha de trigo
- sal
- 1 ovo para pincelar
PREPARO: Misture os ingredientes e deixe descansar em ambiente "abafado" (forno desligado por exemplo). Corte retângulos.
INGREDIENTES (Recheio): - 3 Xícaras de chá de queijo minas em cubinhos
MONTAGEM: Em cada retângulo coloque cubinhos de queijo. Dobre a massa e enrole. Pincele ovo e leve ao forno.

Mini Hamburger (fonte de ferro) 
Para o preparo de 10 unidades

- 10 pães de batata ou cenoura tamanho médio, redondo (30 gramas)
- 300 gramas de carne moída
- 1 colher de chá de azeite de oliva
- 1 xícara de chá de brócolis cozido
- 1 xícara de chá de espinafre
- 2 claras em neve
- sal 

Pão colorido


INGREDIENTES:
- 1 xícara (chá) de farinha de trigo
- 1 xícara (chá) de farinha de aveia
- 1 ovo
- 1 pitada de sal
- 2 cenouras médias cozidas
- 1 xícara (chá) de leite
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 2 colheres (sopa) de margarina
- 1 pote de requeijão cremoso

MODO DE PREPARO
Pique a cenoura e coloque no liquidificador com o leite. Bata formando uma pasta. Em uma vasilha, misture a farinha de trigo, a margarina e a aveia. Coloque o sal e o ovo batido. Acrescente a margarina. Aos poucos, coloque a mistura do leite com a cenoura e amasse com as mãos. Faça bolinhas. Unte um tabuleiro. Pré-aqueça o forno, a 180 graus e asse até que os pães estejam corados (cerca de 20 minutos). Corte cada pão e passe o requeijão.
Rendimento: 20 pães

terça-feira, 16 de abril de 2013

Mais um pouquinho do Minas Trend


Bommm diaaaa!!! Que delícia todos esses looks...

Fica até impossível escolher poucas peças. Como uma mulher bem eclética, se assim, posso dizer, eu adoro várias coisas, apaixonada por uma novidade, participar disso tudo é um barato. Espero que gostem!
Além de todas essas marcas, tem muuuuitas outras. O Minas Trend é completíssimo, tem para todos os gostos e lojas. Quer bordado de altíssima qualidade? Lá tem. Quer um mundo inteiro de bijoux? Lá tem. Quer couro de todas as cores? Lá tem. Quer estampa? Lá tem. Quer bolsas e sapatos de todos os materiais e formas? Lá tem. A turma de B.H é demaisss!!!!! 

Tem muitas marcas que não estão aqui, mas todas tem suas particularidades de beleza! Para os lojistas, vale a pena a visita na próxima edição. Eu vou dar um jeitinho de não perder o próximo!!!!!

Fonte: Blog Mariah

segunda-feira, 15 de abril de 2013

10 dicas para retomar a dieta

Após feriados e finais de semana, é comum notar um número maior de pessoas apostando na dieta e nutrição saudável para estar com o corpo em dia. Devido os momentos de descanso, todo o esforço é deixado de lado, dando lugar a uma alimentação rica em refeições gordurosas, doces e bebidas alcóolicas aliada ao desleixo com as atividades físicas.

Muitos homens e mulheres ficam insatisfeitos ao subir na balança e ver que o período de relaxamento valeu a pena, mas deixou alguns quilos a mais na silhueta. E retomar a alimentação para uma dieta equilibrada nem sempre é fácil.

Quem passou por uma reeducação de hábitos sempre terá mais vantagens nesse processo, pois já conhece o que dá certo para alcançar o emagrecimento. As regras continuam as mesmas: a nutrição saudável deverá ser acompanhada pela prática de exercícios, para que as calorias extras sejam eliminadas mais rapidamente. Dessa forma, o metabolismo volta a responder de forma positiva com os estímulos certos.

Vale ressaltar que retomar uma dieta saudável não faz bem apenas para as curvas, mas também para a pele, os cabelos e até na autoestima. Afinal, com o corpo enxuto e aparência renovada, quem é que não se sente bem consigo mesma?

Por isso, confira as dicas para fazer as pazes com a balança!

1# Desintoxique já!
O corpo possui a capacidade natural de eliminar uma parte das toxinas que não fazem bem ao seu funcionamento. No entanto, quando consumidas em excesso, as substâncias nocivas se acumulam de tal forma no organismo que ele não consegue mais restaurar o equilíbrio.

A alimentação relaxada favorece esse quadro. Assim, a primeira medida a tomar para retomar a dieta é apostar na desintoxicação. Nesse processo, comer alimentos mais saudáveis, como frutas e verduras, e ricos em fibras, como os integrais, é fundamental. Além de serem altamente nutritivas, essas opções ainda auxiliam o corpo a eliminar as intoxicações.

A hidratação também é fundamental para a “limpeza” do organismo, já que é por meio da urina e do suor que parte das toxinas é eliminada. A água é a melhor opção, mas também é possível investir em sucos funcionais.

É indicado a receita de suco verde preparado com couve, gengibre e lima-da-pérsia ou limão para ser consumido durante os dias de desintoxicação. A combinação é interessante, pois reúne um alimento rico em fibras, um termogênico que fortalece o sistema imunológico e uma fruta rica em vitamina C e sais minerais importantes para o corpo, como potássio, sódio e cálcio.

2# Corte os vilões do cardápio
A maioria das pessoas sabe quais são os alimentos que levam ao acúmulo de pneuzinhos na silhueta. Mas depois de um período de relaxamento, nem sempre é fácil resistir às tentações dos pratos calóricos de uma hora para outra.

É indispensável eliminar as frituras, refrigerantes, doces e produtos industrializados em geral para garantir que a dieta seja saudável. Eles podem ser banidos gradativamente, para que o corpo se acostume com as mudanças e, com o tempo, seja mais fácil resistir às calorias extras.

Algumas substituições também podem ajudar nesse processo de reeducação de hábitos. Prefira chás de ervas sem açúcar em vez do café, por exemplo, e troque o refrigerante por sucos naturais de fruta. As carnes vermelhas devem dar lugar a opções mais magras, como o peixe e o frango.

Outro hábito que faz a diferença é preferir os carboidratos integrais em pães, massas e no arroz. Como são ricos em fibras, eles são uma fonte de energia lenta e constante, mantendo o organismo saciado por mais tempo. Esses alimentos para uma dieta saudável ainda fornecem nutrientes importantes ao corpo, como vitaminas e minerais.

3# Volte a malhar
Para o plano de emagrecimento dar certo, é fundamental usar a energia renovada das férias e se inscrever na academia perto do trabalho ou então voltar a correr. O ideal é dedicar pelo menos 45 minutos para o treino, pois as reservas de gordura só passam a ser gastas após os 20 minutos iniciais.

Além disso, a atividade física leva ao bem-estar, eliminando o stress do dia a dia que pode acarretar em ansiedade, que poderá motivar os lanchinhos fora de hora.

Porém, se você não tem tempo para praticar atividades físicas, não é preciso desanimar. Mudar pequenos hábitos da rotina faz toda a diferença. Troque o elevador por escadas, evitar sentar no trajeto do ônibus ou faça questão de levar o seu cachorrinho para passear ao fim do dia, nem que seja apenas por uma volta no quarteirão.

Essas pequenas medidas já contribuem para que o metabolismo fique mais acelerado, gastando mais energia acumulada.

4# Reveja suas metas

Antes de começar a restrição alimentar e a malhação, é importante renovar a motivação para emagrecer. Afinal, eliminar as gorduras a mais não é um processo fácil.

Assim, trace seu objetivo, estabelecendo as metas que você deseja alcançar e em quanto tempo. Além disso, é fundamental contar com a ajuda de um nutricionista para que os resultados sejam garantidos e sem prejudicar a sua saúde.

5# Faça mais refeições durante o dia
Comer muito em poucas refeições não é um hábito saudável. Isso porque, dessa forma, o metabolismo se torna lento e são criados picos de fome, fazendo com que você exagere nas calorias quando se sentar à mesa.

Assim, procure fazer cinco refeições ao dia: café da manhã, almoço, jantar e dois lanches nos intervalos. O ideal é que elas sejam feitas no mesmo horário ao longo da semana, para que o corpo se acostume ao estímulo. O tempo máximo entre uma alimentação e outra deve ser de, no máximo, quatro horas.

Os lanches precisam ser ricos em fibras e nutrientes, para garantir uma dieta saudável. É indicado as frutas (normais ou secas), oleaginosas entre outros como boas opções para acabar com o risco da fome fora de hora.

6# Anote tudo o que você come
Manter um diário de sua alimentação pode fazer a diferença na hora de combater o excesso de calorias consumidas. Nem sempre percebemos o quanto beliscamos durante o dia e as anotações ou fotos podem ajudar a mudar isso.

Assim, ao fim do dia, confira quais alimentos foram ingeridos e poderiam ser eliminados do cardápio ao longo da semana para evitar calorias dispensáveis.

7# Busque apoio para a dieta

Quem está passando por uma reeducação alimentar sabe como é difícil manter-se na linha ao ver a família ou os amigos aproveitarem um baquete enquanto você precisa ficar apenas na saladinha.

Para evitar as tentações, proponha que todos se adaptem à rotina mais saudável, fazendo com que você não se sinta excluída à mesa. Vale ainda pedir aos amigos que prefiram opções mais saudáveis para o happy hour ou que ajudem você a resistir às opções calóricas do buffet por quilo na hora do almoço.

8# Hidrate o corpo
O cotidiano pode ser corrido, mas não se esqueça de manter a garrafinha de água sempre cheia por perto. Assim, o líquido ajuda na limpeza do organismo, além de garantir que o metabolismo continue em funcionamento.

Manter-se hidratada também traz benefícios para a pele, funcionamento do intestino e na saciedade. A quantidade ideal indicada é de dois litros por dia.

9# Atenção ao café da manhã

Depois de horas de descanso sem receber nutrientes, é fundamental reservar um tempo para um café da manhã saudável e balanceado, que ainda ajude na desintoxicação do organismo.

Um desjejum saudável deve ter frutas, cereais integrais como pão, aveia e granola sem açúcar, além de sucos verdes e infusos de ervas.

Assim, você sai de casa renovada para o dia que está por vir.
10# Não fique sem comer

Dieta é sinônimo de restrição alimentar, mas não de falta de nutrientes ao organismo. Por isso, ficar sem comer não é o melhor caminho para eliminar os quilos a mais de forma saudável.

O jejum não é indicado, pois ele estimula o corpo a manter suas reservas de gordura para compensar o déficit de substâncias, além de sobrecarregar a atividade de alguns órgãos, como o fígado.

Assim, vale a pena seguir um cardápio balanceado para eliminar os pneuzinhos e fazer as pazes com a aparência sem colocar a saúde em risco.

Procure um nutricionista para uma melhor orientação!

Um pouco do Minas trend


O desfile do segundo dia de Minas Trend foi de abalar. Em um cenário lindo com uma vista de Belo Horizonte de tirar o fôlego. O lugar belíssimo escolhido foi o Parque das Mangabeiras, um lugar que estou com muita vontade de conhecer e passar várias tarde toda por lá. As marcas estrelas deste dia foram Victor Dzenk, com suas estampas encantadoras e Rogério Lima, arrasando nos acessórios. Não foi um desfile comum, fechado, pronto e acabou. Foi um show ao ar livre, em meio as árvores, com música brasileira ao vivo e modelos belíssimas. As fotos conseguem passar um pouco dessa emoção. As sombrinhas estampadas deram o charme extra ao lugar, pois todos os convidados resolveram usá-las, deixando o clima  ainda mais tropical!
Que tal, todos estes looks chiquérrimos e esvoaçantes para arrasar numa praia!?!? Acho chiqueee... rsrs...Look masculino super cool!!
Óculos e boca colorida!!!



Fotos belíssimasss!!! Desfiles ao ar livre são muito inspiradores!


Fonte: Blog Mariah


© Blog da Magda Vieira - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Giovanna Lacerda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo