Blog da Magda Vieira; Nutrição, Saúde e Bem-Estar

quinta-feira, 18 de julho de 2013

A importância da nutrição para o adolescente

A adolescência é conhecida como um momento de conflito e autoafirmação. Temos a mudança do corpo, os grupos sociais e a necessidade de ser aceito na sociedade. Com isso, algumas preocupações no campo da estética, atividade física e alimentação começam a ser mais frequentes. A pele sem acne, o corpo magro ou definido, são algumas das preocupações dos adolescentes. Assim, pode-se perceber um aumento desse público nas academias, e com isso aumenta também a preocupação com alimentação, pois ao tentar atingir um padrão de beleza muitos adolescentes começam dietas da moda (que são restritas em determinados nutrientes que são importantes para o crescimento e desenvolvimento do adolescente), fazem uso de suplementos sem a orientação de um profissional habilitado ou utilizam hormônios por indicação dos colegas. Tudo isso visando alcançar o objetivo de forma rápida.

Na adolescência o fato que de maior impacto no comportamento alimentar é a aparência. Entre as meninas temos o desejo pela magreza, onde há um excesso de atividade física associado a restrições alimentares severas. Já entre os meninos, a preocupação é com o ganho de massa muscular e definição muscular.
A preocupação com o peso e as dietas de emagrecimento é mais comum entre as meninas do que entre os meninos. Segundo estudos, 60% das meninas estão em dieta de emagrecimento, enquanto entre os meninos esse percentual é de 30%. Entre as amigas, sempre circulam as dietas da moda (a dieta da proteína, da sopa, da lua, do chá, etc.) e com isso as adolescentes acabam se submetendo a restrição alimentar, resultando em uma perda de peso, porém de forma inadequada. Essa conduta pode ocasionar deficiências nutricionais que nessa fase tem como consequências um crescimento inadequado (lembra-se que o adolescente está em fase de crescimento e maturação sexual?) e até a suspensão do ciclo menstrual (também conhecida como amenorréia). Outra grande preocupação é com o desenvolvimento de distúrbios alimentares como anorexia e bulimia, que podem ter sequelas psicológicas, ginecológicas e metabólicas.

O ganho de massa muscular sempre foi mais almejado entre os meninos, apesar de atualmente haver muita menina querendo também ganhar massa muscular e definir o corpo. Porém, a falta de orientação, bem como a influência dos amigos e colegas de treino, pode levar ao uso indiscriminado de suplementos alimentares e até anabolizantes. O desejo por resultado rápido e a falta de preocupação com consequências futuras, faz com que muitos vejam o uso de medicamentos e suplementos como atalho para alcançar o objetivo.
 
Diante do exposto, percebe-se a importância do acompanhamento nutricional de adolescentes. Não somente orientando no uso de suplementos (quando estes são necessários – geralmente em atletas de alto rendimento), como também auxiliando nas melhores escolhas alimentares. Vale ressaltar que nessa fase a interação com os colegas está associada ao consumo de fast food e alimentos não tão saudáveis, o que muitas vezes pode colocar a perder o treino. Assim, uma avaliação individualizada faz-se necessária a fim de estabelecer as necessidades nutricionais e de cada indivíduo, promovendo então o fornecimento adequado de nutrientes para que o adolescente. As características de crianças, adolescentes e adultos requerem condições nutricionais específicas relativas à idade e maturação, o que requer um maior aporte de proteínas e energias para dar suporte ao processo de crescimento, bem como uma maior necessidade de cálcio para a saúde dos osso, um cuidado maior com a hidratação para evitar o risco de desidratação e uma maior necessidade de ferro.

 Ou seja, adolescente devem sim se manter ativos, mas há uma necessidade de um acompanhamento nutricional a fim de manter o bom requerimento de nutrientes para não comprometer o crescimento e a maturação. E lembre-se, cada indivíduo possui uma necessidade específica, e o que serve para o seu colega, nem sempre é o que serve para você. Sendo assim, consulte um nutricionista, pois este sim saberá o que é melhor PARA VOCÊ



Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Blog da Magda Vieira - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Giovanna Lacerda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo