Blog da Magda Vieira; Nutrição, Saúde e Bem-Estar

terça-feira, 29 de abril de 2014

Grávidas e alimentação

Aproveite essa fase em que ter barriga é motivo de orgulho. Mas não exagere. Muitas grávidas relaxam e entram na onda “agora posso comer por dois”, o que é pura ilusão. Depois, voltar ao peso inicial vira uma tortura. O ideal é engordar entre 10 e 12 quilos, isso você já deve saber. Resultado: por dentro, seu corpo ficará tinindo e, por fora, lindo como nunca. Um último toque: não deixe de fazer um pré-natal completo, com um especialista. Isso é a garantia da sua saúde de vocês dois! 

O que não pode faltar na dieta

A alimentação tem um papel fundamental durante a gravidez. Mas, quem pensa que comer bem é sinônimo de comer muito está enganada. Para garantir a saúde da mamãe e do bebê, é imprescindível consumir alguns nutrientes. Veja quais são: 

Ácido fólico: Atua na formação do tubo neural do bebê. Fontes: miúdos, verduras verde-escuras (brócolis, espinafre e couve), feijão-branco e legumes. 

Cálcio: Importante para a formação dos ossos do bebê e ajuda na manutenção da estrutura óssea da grávida. Fontes: leite, iogurte, cottage, ricota, couve, semente de girassol, semente de linhaça, gergelim, iogurte desnatado. 

Vitamina D: Auxilia o aproveitamento do cálcio pelo organismo. Fontes: leite, fígado, atum, salmão, sardinha. 

Ferro: Previne anemia. Fontes: carnes vermelhas, miúdos, fígado, verduras verde-escuras, gema de ovo, frutas secas. 

Vitamina C: Auxilia a absorção do ferro. Fontes: frutas cítricas (laranja, limão, acerola, maracujá) e vegetais folhosos. 

Líquidos: Fundamental para o funcionamento adequado do organismo. Beba de 2 a 3 litros por dia, principalmente de água. 

Fibras: Evita que o intestino fique mais lento, o que ocorre com freqüência com as gestantes. Fontes: alimentos integrais (arroz, massa, pão, cereais), verduras e legumes crus e frutas com casca e bagaço. 

Dicas para uma alimentação sem exageros

Durante a gestação, é preciso redobrar os cuidados com a alimentação. Fique atenta!!

Evite
 
Carnes cruas, gema de ovo malcozida, café, chocolates, álcool, amendoins, adoçantes com aspartame, ciclamato e sacarose (pode consumir os mais naturais coma frutose ou estévia), chás mate e preto, refrigerantes à base de cola, sal e doces em excesso. 

Um café por dia (cerca de 125 mg de cafeína) parece não representar risco para o bebé. Recomendações recentes referem que o valor de ingestão de cafeína das grávidas não deve ultrapassar os 200 – 300 mg.

Para os enjôos 

Para amenizar tal desconforto, típico das primeiras 12 semanas de gestação devido à alteração hormonal, vale a pena recorrer a alimentos gelados e ácidos, como limonada ou abacaxi. Pela manhã, comece o café seu desjejum com alimentos mais sólidos.

Os famosos desejos 

Não há estudos científicos que comprovem que gravidez desencadeie uma gula incontrolável. Mesmo assim, se os desejos rondam a sua vida, é fundamental ter um cardápio bem fracionado para evitar que o apetite vá às alturas e você acabe comendo além da conta. Quando quiser degustar uma guloseima, sempre tenha um “sócio” para dividir as calorias e dê preferência aos doces que sejam à base de frutas. 

Mais apetite 

Muitas grávidas reclamam da fome durante a gravidez. Na maioria das vezes, isso se deve ao aumento da ansiedade da gestante (que se manifesta na forma de fome) ou ao desequilibro de nutrientes. Procure uma orientação médica para adequar a alimentação e faça atividades que relaxem. 

Por que engordar demais não é legal

O aumento excessivo de peso na gestação está diretamente relacionado ao risco de desenvolvimento de diabetes gestacional e hipertensão arterial na gestante. Nos dois casos, a gestante corre o risco de ter um parto prematuro. Além disso, quem engorda demais tem muita dificuldade de voltar ao peso anterior à gestação. Logo, fique de olho no prato.

Esqueça a história que é preciso comer por dois, procure um nutricionista e um médico para orientá-la sobre o estado de saúde, se autorizada, não deixe de praticar atividades físicas, com o acompanhamento de um profissional da área!


quinta-feira, 24 de abril de 2014

Cantinho da Nia: Talharim de abobrinha


Genteee, este prato é simples, leve, prático e sofisticado!


Talharim de abobrinha do Cantinho da Nia; fotografia de gastronomia, por Benevenuto Studios (www.benevenutostudios.com)

Retire as cascas da abobrinha. Com um cortador de legumes, retire "fitas" da abobrinha e depois, com uma faca, corte 2 ou 3 vezes no sentido do comprimento, para ficar como um talharim. Refogue em água fervente até ficar "al dente" e deixe escorrer. 
Coloque em um refratário e sirva com o molho de sua preferência. No meu caso, escolhi bolonhesa, que é o meu preferido. E ainda acrescentei pimenta biquinho, queijo branco ralado e azeitona sem caroço.

Vou ser sincera com vocês, prefiro esse talharim do que a massa tradicional. Vocês vão amar!!! :-D

Beijo da Nia e até a próxima quinta! Para mais dicas e pratinhos, visitem o Cantinho!

domingo, 20 de abril de 2014

Feliz páscoa!!


Bommmm diaaaa!!!!

Hoje é domingo de páscoa! Porque Ele vive, podemos crer no amanhã... Porque Ele vive, temor não há!!!! Jesus, nosso senhor ressuscitou, e Ele vive em nós e por nós. O receba e tenha a vida eterna, hoje e sempre!

Tenha todos um domingo de muita alegria!

Beijosssssssss....

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Começos e recomeços da Segunda-feira

Bom dia leitores queridos,

Hoje é segunda-feira... segunda-feira... segunda-feira, acredito que 96% (não sei ao certo) das pessoas, não gostam desse dia. Estou aqui para contrariar e dizer que faço parte do 4% (menos ou mais) que gostam da segunda-feira. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

Segunda-feira é o dia de recomeçar ou começar, a dieta, a malhar, um novo emprego, um novo empreendimento, por em prática uma nova ideia, recomeçar ou começar a ser feliz!

Pense comigo, não tem como não gostar do início da semana. Como não gostar de ter a oportunidade de acordar, como não gostar de ter a chance de fazer tudo novo, como não gostar de viver cada dia como se fosse o último.

Como não gostar de cada dia em especial seja ele qual for. O simples fato de você estar aqui, de você respirar, você está sendo privilegiado. Se você não está conseguindo ver isso, é simplesmente porque, seu "óculos" estão um pouco escuros demais. Troque as lentes e veja o quão maravilhoso é vivenciar tudo isso.


E o melhor... viver o dia que Deus criou especialmente para você!!!!!!!!

Uma semana abençoada para todos nós!!!!!


Tenha um ótimo dia! Have a nice day!!!!!!!!!!

Beijos!!!!

sexta-feira, 11 de abril de 2014

18 maneiras de seguir uma alimentação saudável





Ter uma alimentação saudável é essencial para alcançar uma maior qualidade de vida. O abuso de alimentos ricos em gorduras saturadas, sódio e açúcares é um gatilho para doenças como infarto, derrames, hipertensão, obesidade, diabetes e até câncer. Em contrapartida, é fácil incluir no cardápio alimentos heróis da resistência e da longevidade. Por essas razões, ter uma dieta saudável é tão importante.

1. Não fique sem comer

"O mais importante é não passar longos períodos sem comer. Fazer pequenos lanches entre as grandes refeições é fundamental, pois ao restringir energia o metabolismo tende a ficar mais lento, como uma forma de poupar energia que lhe foi fornecida, o que acaba dificultando a perda de peso. Além disso, provavelmente a pessoa irá comer mais na próxima refeição, buscando alimentos mais calóricos, como uma forma de compensação, o que também resultará em ganho de peso." (Carla Fiorillo, nutricionista da Universidade Federal de São Paulo)

2. Sinta prazer comendo

"A alimentação também é fonte de prazer. Não se torne escravo de dietas e calorias, pois existem cada vez mais estudos que evidenciam que pessoas que se preocupam demais com a forma física tendem a sofrer maiores oscilações de peso, além de serem insatisfeitas com o próprio corpo. Estar bem consigo mesmo e cuidar do corpo com atividade física e alimentação saudável são as melhores formas de obter uma boa qualidade de vida." (Carla Fiorillo, nutricionista da Universidade Federal de São Paulo) 

3. Busque alimentos naturais

"Siga uma alimentação o mais natural possível e tente fugir de refeições com muitos produtos industrializados. Se comer um macarrão industrializado, faça você mesmo um molho caseiro. Se quiser tomar um suco de frutas, tente tomar o natural, pois os alimentos industrializados contêm muitas substâncias como corantes e conservantes, que possuem altas quantidades de sódio e podem, em longo prazo, causar hipertensão e sobrecarregar os rins." (Daniela Cyrulin, nutricionista da USP e da Instituto Saúde Plena)

4. Faça substituições

"Tente substituir alimentos mais pesados e gordurosos por versões mais leves sempre que possível: faça macarrão de palmito pupunha desfiado, arroz de couve-flor cozida, troque o presunto por peito de peru, compre o atum em água no lugar do atum em óleo, troque os queijos gordurosos por versões mais leves como o queijo cottage e a ricota, substitua o queijo parmesão ralado por ricota defumada e ralada." (Daniela Cyrulin, nutricionista da USP e da Instituto Saúde Plena)
"O mais importante é perceber que nenhum alimento é proibido.O famoso "prato colorido" é sem dúvida o mais saudável"

5. Escolha o lugar certo para comer

"As refeições devem ser feitas em lugares tranquilos e sem pressa. Comer bem devagar, sem pensar em compromissos e mastigar muito bem os alimentos fará com que você se sinta saciado mesmo ingerindo uma menor quantidade de comida. Também evite comer assistindo televisão, na frente do computador ou trabalhando, pois nessas situações perdemos a noção da quantidade de comida que estamos ingerindo." (Lidiane Martins, nutricionista diretora do NutryUp) 

6. Fuja da farinha

"Uma pessoa que está buscando uma alimentação mais saudável deve evitar produtos com farinha refinada, como massas, bolos, biscoitos e alimentos processados, ricos em gordura e açúcar, como pipoca de microondas, sopas prontas cremosas, preparações congeladas, batatas chips e salgadinhos. Também vale caprichar em ervas aromáticas para temperar a comida como: alho, cebola, salsa, cebolinha, manjericão, alecrim, louro, orégano, sálvia, curry, açafrão e coentro" (Lidiane Martins, nutricionista diretora do NutryUp) 

7. Coma de tudo

"O mais importante é perceber que nenhum alimento é proibido, a não ser que a pessoa precise fazer uma dieta restritiva, caso seja paciente de diabetes ou doença celíaca, por exemplo. É muito comum que as pessoas pensem que comer só salada é uma boa forma de manter a alimentação saudável, mas isso não é verdade. O famoso "prato colorido", ou seja, aquele que tem uma fonte de fibras, minerais, vitaminas e proteínas é sem dúvida o prato mais saudável". (Roberta De Lucena Ferretti, nutricionista e professora do curso de nutrição clínica na Universidade Gama Filho)

8. Estabeleça metas para a semana

"Além disso, pensar em longo prazo e criar um hábito saudável é muito importante. Dificilmente a pessoa consegue ingerir todos os alimentos que são fontes de vitaminas que o corpo precisa em um dia. Para isso, ela teria que comer vários tipos de frutas, carnes, legumes e verduras todos os dias. O melhor é fazer as metas para toda a semana. Fica mais fácil distribuir a alimentação adequada nesse período" (Roberta De Lucena Ferretti, nutricionista e professora do curso de nutrição clínica na Universidade Gama Filho) 

9. Seja persistente 

"Muito provavelmente, a mudança para uma alimentação adequada não ocorrerá do dia para a noite. Você deverá provar alimentos que não são de costume como frutas, legumes, verduras. Aceite que o paladar deverá ser estimulado. Desistir na primeira tentativa é um erro. Todos os dias, selecione alguns desses alimentos. Não gostou? Prove novamente. Tudo bem se você rejeitar, inicialmente. Mas desistir na primeira tentativa é subestimar o seu poder de mudança." (Roberta Stella, nutricionista chefe do programa de emagrecimento Dieta e Saúde) 

10. Escreva sobre suas refeições 

"Comece a fazer um diário alimentar. Escreva todos os alimentos ingeridos durante o dia, as quantidades e horários em que fez as refeições. Facilmente, você perceberá o erro e onde está o excesso. O diário alimentar servirá como um puxão de orelha para quem está fazendo uma alimentação inadequada. Mas, por outro lado, dará um estímulo grande quando perceber que está com disciplina e determinação, conseguindo colocar alimentos saudáveis em todas as refeições e reduzindo a quantidade dos alimentos menos saudáveis." (Roberta Stella, nutricionista chefe do programa de emagrecimento Dieta e Saúde) 

11. Hidrate-se 

"Beba pelo menos dois litros, mais ou menos oito copos de água todos os dias. A água ajuda na hidratação da pele e é fundamental como meio de transporte de algumas vitaminas hidrossolúveis como a vitamina B1, B2, B6, B12 e a vitamina C. Além disso, a água é essencial para que o corpo fique disposto durante todo o dia." (Rosana Farah, nutricionista e professora dos cursos de graduação em nutrição da Universidade Presbiteriana Mackenzie)

12. Ataque as frutas 

"Consuma entre três e cinco porções de frutas todos os dias. Laranjas, maçãs, peras, melancia, tangerina, entre outras, são as melhores fontes naturais de vitaminas, minerais e fibras. Esses três componentes auxiliam o bom funcionamento do nosso intestino e auxiliam o nosso metabolismo a continuar ativo mesmo nos intervalos entres as refeições." (Rosana Farah, nutricionista e professora dos cursos de graduação em nutrição da Universidade Presbiteriana Mackenzie) 

13. Deixe o açúcar de lado 

"Alimentos que têm uma grande quantidade de açúcar refinado são dotados de processos químicos na sua produção e possuem altíssimo índice de glicose, que aumentam os índices de glicemia do corpo. Essas características, aceleram o envelhecimento, aumentam flacidez por desestruturar o colágeno da pele e ainda possuem calorias, porém são desprovidos de nutrientes. Hoje em dia encontramos adoçantes naturais como a sucralose, derivada da cana de açúcar, porém sem calorias e sem alto índice glicêmico e a stevia, derivado de uma planta natural." (Daniela Jobst, nutricionista da Clínica NutriJobst) 

14. Consumir alimentos fontes de antioxidantes

"As substâncias antioxidantes bloqueiam a ação dos radicais livres no organismo, prevenindo a oxidação das células. Esses elementos são capazes de prevenir o aparecimento de tumores, o envelhecimento precoce e outras doenças. Alimentos com cores fortes, como tomate, goiaba, romã, cenoura, abóbora, manga, açaí, berinjela, uva, folhas verdes, legumes e brócolis, são ricos em antioxidantes." (Daniela Jobst, nutricionista da Clínica NutriJobst)

15. Saiba o que você está comendo 

"O essencial é entender que as calorias são o combustível para o nosso organismo e que, sem elas, o nosso corpo fica sem energia. Escolher os alimentos só pelo número de calorias não é o mais indicado. Muitas vezes as calorias não são os principais perigos dos alimentos. O que na verdade faz toda a diferença na hora de uma alimentação saudável é a qualidade de nutrientes. A quantidade de gorduras, por exemplo. Por isso é importante ler os componentes de cada alimento." (Camila Leonel, nutricionista e Especialista em Adolescência Universidade Federal de São Paulo) 

16. Saiba combinar os alimentos

"O segredo da boa alimentação está em combinar todos os tipos de nutrientes como carboidratos, proteínas, gorduras, minerais, vitaminas, fibras e água. A regra geral é que não há um tipo de alimento que deva deixar completamente a sua dieta, mas sim quantidades de nutrientes que devem ser controladas. Tudo é uma questão de variar o cardápio, não deixar de fora nenhum tipo de alimento e sempre comer em pequenas porções ou quantidades." (Camila Leonel, nutricionista e Especialista em Adolescência Universidade Federal de São Paulo) 

17. Coma sem medo

"Hoje são tantas informações sobre a alimentação que as pessoas ficam com medo de comer. Quem procura uma dieta já não sabe mais se é bom ou não comer certo alimento, se é saudável deixar de ingerir certas comidas ou que tipo de substância engorda. Comer é importante, vital para a vida. Para quem tem dúvidas sobre dietas, a alimentação básica que nossos avôs conheciam e praticavam, ainda é uma boa dica por ter todos os tipos de nutrientes que o corpo precisa." (Ana Maria Roma Devorais, nutricionista especializada em distúrbios alimentares) 

18. Procure o que você gosta

"Comer de tudo um pouco, de todos os grupos de alimentos. Cereais (prefira as versões integrais), grãos, carnes/aves/peixes, frutas, verduras, leite e derivados e até mesmo as guloseimas. Praticar uma alimentação saudável também é saber comer alimentos "não tão saudáveis", mas que são apetitosos e fazem parte da cultura, da tradição de uma família. Não dá para comer só guloseimas , mas não podemos deixar colocar em nossas refeições aquelas comidas que dão sensação de bem-estar.(Ana Maria Roma Devorais, nutricionista especializada em distúrbios alimentares)

E como eu sempre digo!!!!! Organize um tempo para cuidar de você, da sua saúde ou será obrigado a ter um tempo para cuidar da sua doença! 

Fonte: Site Minha Vida

domingo, 6 de abril de 2014

Cantinho da Nia

Cantinho da Nia (http://www.facebook.com/CantinhodaNia)
Olá, galerinha! 

O Blog da Magda começa essa semana com novidade!

Meu nome é Nia Benevenuto, eu sou fotógrafa de casamento e famílias e estou em busca de uma vida saudável. Para me motivar e também incentivar outras pessoas, eu criei o Cantinho da Nia, um lugarzinho no Facebook para a troca de ideias e experiências ao longo dessa minha jornada.

No Cantinho, posto dicas e pratos diferentes que faço no café da manhã, no almoço, no lanche da tarde ou no jantar. Há sempre novidades, como sucos ou algum chá diferente que fiz e aprovei.

Sempre segui o blog da Magda Vieira e aprendi muito com minha grande amiga, irmã, confidente e nutricionista maravilhosa. Agora, fechamos uma parceria!

Toda semana, o Cantinho da Nia vai trazer para o blog receitinhas leves, gostosas e saudáveis para uma vida melhor. Quem procura reeducação alimentar e qualidade de vida não pode perder!

Vamos compartilhar saúde!!!
Beijo da Nia!!! :-D

Pratos variados do Cantinho da Nia; fotografia de gastronomia, por Benevenuto Studios (www.benevenutostudios.com)

terça-feira, 1 de abril de 2014

Hall da fama: goji berry, golden berry e cranberry – os tops da vez!

Superfrutas são aquelas raras ou com alto valor nutricional e propriedades benéficas ao organismo humano. São muito utilizadas como matérias-primas pelos fabricantes de alimentos funcionais, bebidas e nutracêuticos. Amora, framboesa, mirtilo (ou blueberry), cranberry , goji berry, golden berry, morango e outras frutas são consideradas “Super” não é à toa. Além de deliciosas, estas frutinhas são ricas em antioxidantes e anti-inflamatórios, como os compostos fenólicos, antocianinas e carotenoides.
De forma geral, elas auxiliam na proteção contra doenças degenerativas como câncer, catarata, aterosclerose, Alzheimer, infartos, derrames e envelhecimento precoce – além de estarem associadas a tratamentos estéticos. De forma individual, cada fruta possui propriedades únicas que as levaram ao hall da fama. Duvida? Então veja tudo o que o Goji berry, Golden berry e Cranberry podem fazer por você!

Goji berry

 O Goji berry (Lycium barbarum Linnaeus – LPB), vedete do momento, veio para ficar, confira, alguns dos motivos do seu “estrelado”.
Goji berry
  • Efeitos anti-inflamatórios, anti-angiogênicos e anti-câncer
Um estudo relatou que os flavonoides atenuaram a adesão intracelular das inflamações. Seu efeito anti-angiogênico evita a criação de novos vasos sanguíneos, bem como inibe o fator de crescimento vascular endotelial. Isto significa que o Goji berry evita o crescimento de cânceres. Outro estudo demonstrou seu efeito inibitório sobre a proliferação celular através da indução da apoptose por via mitocondrial. Os resultados sugerem que o polissacarídeo do Goji berry pode ser desenvolvido como um potencial agente quimioterápico contra o câncer de colo do útero. Outras pesquisas concluíram que ele pode ser utilizado como um agente anti-câncer por interromper ciclo celular de células cancerígenas.
  • Efeitos neuroprotetores
Um estudo feito em ratinhos com acidente vascular cerebral (AVC) utilizou o extrato da fruta de forma oral, o que melhorou os déficits neurológicos, reduziu o tamanho do infarto e edema cerebral, bem como protegeu o cérebro de rompimento da barreira hematoencefálica. O estudo sugeriu que essa fruta pode ser usada como um neuroprotetor profilático em pacientes com alto risco de AVC isquêmico. Em outro estudo, os efeitos neuroprotetores de polissacarídeos do Goji berry forneceram proteção contra a toxicidade induzida pela homocisteína em neurônios corticais de ratos, demonstrando seu potencial na prevenção e tratamento da Doença de Alzheimer.
  • Efeitos sobre o estresse oxidativo induzido pelo exercício físico
Para atletas e praticantes de exercícios físicos, o Goji também tem seu valor. Estudos em ratos demonstraram os efeitos do Goji berry sobre o estresse oxidativo induzido pelo exercício. Os resultados mostraram que os ratos que receberam Goji berry apresentaram uma resistência prolongada sob exercício exaustivo em relação ao grupo controle normal. Isso é indicativo de que ele pode prevenir o estresse oxidativo após exercício exaustivo.
  • Efeitos no desempenho sexual
Berrys
O Goji berry também pode deixar a relação a dois mais caliente. Um estudo foi feito para investigar seus benefícios no desempenho sexual. Um grupo de ratos do sexo masculino recebeu Goji berry por 21 dias. Os resultados mostraram uma melhora significativa no desempenho sexual, incluindo aumento da eficiência, aumento de frequência de ejaculação e encurtamento do período de latência da ejaculação. O estudo sugeriu que esta fruta pode aumentar o desempenho sexual em ratos e recomendou mais estudos em seres humanos. Oba!
Outro estudo observou os efeitos dos polissacarídeos de LBP sobre as lesões espermatogênicas induzidas Bisfenol A (BPA) em camundongos. O BPA é uma substância química que constitui a unidade básica de polímeros e revestimentos de alto desempenho, principalmente plásticos policarbonatos e resinas epóxi. Por ser uma molécula muito instável, pode migrar dos produtos para os alimentos apenas com mudanças de temperatura ou danos à embalagem, causando grave desregulação endócrina. Concluiu-se que a LBP pode ser um dos potenciais ingredientes que protegem os animais adultos do sexo masculino de danos reprodutivos do BPA.
  • Efeitos no diabetes
Um estudo foi realizado para avaliar os benefícios de polissacarídeos extraídos de Goji berry (LBP) em ratos hipoglicêmicos. Os resultados do estudo mostraram que os vários parâmetros, incluindo o peso corporal, glicemia de jejum, colesterol total e triglicérides em ratos diabéticos melhoraram significativamente.
Outra pesquisa analisou o efeito da LBP na ultraestrutura da retina de ratos diabéticos induzidos por estreptozocina (fármaco quimioterápico). O resultado apontou que a LBP poderia aliviar as alterações patológicas da mitocôndria. Espera-se que o Goji possa ser utilizado na prevenção e tratamento da neuropatia retinal diabética precoce. Goji berry
  • Efeitos na saúde dos olhos
O Goji berry pode fornecer benefícios de saúde contra a degeneração macular associada à cegueira devido ao envelhecimento, além preservar a função da retina após a transecção parcial do nervo óptico e neuropatia diabética. Ele é rico em carotenoides, a zeaxantina, que é conhecido por melhorar a função da retina.
  • Efeitos na perda de peso
Pesquisas informaram que o Goji Berry aumenta a taxa metabólica e reduz os ganhos de peso corporal, bem como produz uma sensação de bem-estar, incluindo o nível de energia. Os resultados mostraram que a ingestão diária de 120 ml de suco dessa fruta reduz a circunferência da cintura e aumenta as taxas metabólicas em seres humanos em relação ao grupo controle.

Golden berry

O golden berry, com o poder que possui, também entrou para o hall da fama. O fruto de Physalis peruviana L. (PPL) tem sido tradicionalmente usado como antiespasmódico, diurético, antisséptico, calmante e analgésico em todo o mundo. E, por esses motivos, o golden berry merece um lugar dourado.
  • Efeito anti-câncer
Golden berry 2
Um estudo realizado ano passado analisou o efeito derivado 4β-hydroxywithanolida E (derivado do golden berry) para matar seletivamente as células de câncer bucal por meio da geração de EROS, danos ao DNA, e as vias de apoptose. Como a maioria dos fármacos quimioterápicos é altamente citotóxica para células normais, é sempre um desafio identificar substâncias hipersensíveis às células cancerosas, mas sem efeitos deletérios mínimos sobre as células saudáveis. Pois o golden berry não passou vergonha: os resultados perceberam os mecanismos de matança seletiva de 4βHWE, indicando que ele pode ser utilizado para melhorar a eficiência em eliminar células de câncer bucal durante a quimioprevenção e terapia.
O golden também apresentou um efeito citotóxico em cultura de células de câncer colorretal e de próstata e leucemia mieloide crônica.
Outro estudo demonstrou que o extrato do golden berry possui atividades anticancerígenas e anti-inflamatórias, sendo considerado um potencial agente de combate ao DNA alterado das células canceroras e quimioterápico contra o câncer de pulmão. No entanto, o mecanismo celular envolvido neste processo ainda é desconhecida.
  • Efeitos protetores hepatorrenais
Uma pesquisa investigou o potencial do golden berry como um agente protetor hepatorrenal contra fibrose hepática e renal induzida por tetracloreto de carbono (CCl4). O CCl4, um líquido transparente que evapora muito facilmente, é utilizado principalmente na fabricação de gases para refrigeração e propelentes em aerossóis. Em exposições intensas, pode ocorrer falência hepatorrenal e pulmonar. O golden berry conseguiu proteger o fígado e o rim contra a fibrose por moléculas e mecanismos ainda desconhecidos. Outros estudos corroboram a afirmação em pesquisas realizadas tanto com a raiz Physalis peruviana quanto com o fruto.
  • Efeitos anti-hipertensivos e antiglicemiantes
Um estudo avaliou a inibição in vitro de alfa-amilase, a alfa-glucosidase, e a angiotensina I conversora de angiotensina (ECA) relevante para potencial gestão de hiperglicemia e hipertensão associada ao diabetes tipo 2. O estudo apontou um excelente potencial da fruta como uma estratégia baseada em alimentos para complementar ações antidiabéticas e anti-hipertensivas eficazes, com base em mais estudos.

Mas atenção!

Um estudo realizado e 2013 analisou os efeitos tóxicos agudos e subcrônicos do Golden berry em ratos. A troponina I plasmática e os níveis de troponina T foram significativamente aumentados em grupos de machos tratados com sumo da fruta liofilizada em comparação com o grupo controle. A troponina é um complexo de três proteínas (C, T e I) que participam do processo de contração muscular no músculo esquelético e cardíaco. O nível de potássio também aumentou significativamente no grupo masculino. Em conclusão, o suco do golden berry induziu toxicidade cardíaca em doses muito elevadas e no sexo masculino.

Cranberry

CranberryO cranberry já alcançou a fama há tempos. Há muito considerado por nós como uma superfruta, seus benefícios para a saúde são inúmeros, uma vez que apresenta em sua composição uma gama de nutrientes essenciais ao organismo humano, como vitaminas A, E e C, glicose, frutose, ácidos gálico, benzoico, oxálico, taninos condensados e compostos bioativos flavonoides, como quercetina, mirecetina, antocianina e proantocianidinas, responsáveis pela maior parte do potencial antioxidante desse fruto. Ele está no topo da lista das frutas mais ricas em antioxidantes, além de ser super indicado para o tratamento de infecções urinárias. Se você ainda não conhece tudo o que o cranberry pode te oferecer, vale a pena descobrir!
É tudo muito lindo mas… como comer? A melhor resposta é: fruta desidratada!
A desidratação tem sido muito utilizada como um meio de conservação dos alimentos. Secando o fruto, o índice de atividade de água – que se refere à quantidade de água em um alimento – é significativamente reduzido. Como a água é necessária para fornecer o ambiente para fungos e outras bactérias para crescer, alimentos com baixa atividade de água têm uma vida útil por muito mais tempo e são menos propensos a estragar. Além disto, por aumentar a concentração dos açúcares, a fruta fica mais docinha! Mais fácil de armazenar, menos risco de perder, doce concentrado e valor nutritivo mantido… fruta desidratada é o que há!
E, se não tem jeito de comer, beba! Existem sucos prontos de Cranberry e todas as outras berries de grande qualidade no mercado e você também pode fazer seu próprio drinks com o cranberry. 
Os berries merecem ou não merecem estar com a fama que estão? Sucesso para eles!
 Bibliografia consultada:
PERK, et al. Acute and subchronic toxic effects of the fruits of Physalis peruviana L. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, 2013.
ZHU, C. P.; ZHANG, S. H. Lycium barbarum polysaccharide inhibits the proliferation of HeLa cells by inducing apoptosis. Journal of the Science of Food and Agriculture, 2012.
SHAN, et al. Lycium barbarum polysaccharides reduce exercise-induced oxidative stress. International Journal of Molecular Sciences, 2011.
JING, et al. Evaluation of hypoglycemic activity of the polysaccharides extracted from Lycium barbarum. African Journal of Traditional, Complementary and Alternative Medicines, 2009.
ZHANG, et al. Protective effects of Lycium barbarum polysaccharides on testis spermatogenic injury induced by bisphenol A in mice. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, 2013.
GUO, et al. Effect of lycium barbarum polysaccharides on the retinal ultrastructure of streptozocin-induced diabetic rats. Chinese Journal of Integrated Traditional and Western Medicine, 2013.
Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (CETESB). Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo. Ficha de Informação Toxicológica (FIT). Tetracloreto de carbono.
EL-GENGAIHI, et al. Golden berry juice attenuates the severity of hepatorenal injury. Journal of Dietary Supplements, 2013.
Fonte: Chocolate com pimenta - http://julianatoledodefaria.com.br/blog/
© Blog da Magda Vieira - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Giovanna Lacerda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo