Blog da Magda Vieira; Nutrição, Saúde e Bem-Estar

sábado, 10 de maio de 2014

Uhuuu... Diet, Light, Zero e Free!


 Fico me perguntando com bastante frequência. Por que as pessoas gostam tanto de uma polemica? Por que as pessoas gostam tanto de achar um culpado para tudo? São tantos por quês...

Sabe aquele ditado antigo que diz: Ouviu o galo cantar, mas não sabe onde! kkkkkkkkkkkkk... É o que estamos vivendo nas redes sociais
.
Nosso momento de bate papo hoje, é sobre o que ando vendo e lendo nas redes sociais. Um falatório doido sobre o que pode ou não pode comer... sobre o consumo de produtos industrializados, produtos diet, light, zero, lacto free, glúten free e daí vai.

Quero deixar bem claro, como pessoa e nutri, que sou totalmente da opinião que a base da nossa alimentação saudável, deve ser longe de produtos prontos e industrializados, o mais natural e orgânica possível. Isso é o ideal que devemo buscar para uma longevidade com muita saúde.

Então... vamos aos fatos! Alimentos diet ou dietéticos é qualquer alimento produzido industrialmente que apresente ausência de determinados nutrientes (carboidratos, açúcar, sal, lactose, gordura etc.). É utilizado por pessoas que apresentam algum distúrbio de metabolismo ou físico, como, por exemplo, a hipertensão, o diabetes e os intolerantes a lactose, glúten e daí vai.

Foram criados para indivíduos que devem seguir uma dieta baseada na restrição de um determinado nutriente (carboidrato, gordura, açúcares, proteínas e sódio), ou seja, que apresentam algum distúrbio de saúde.
Esses alimentos surgiram para suprir a necessidade dessas pessoa em particular, para os incluírem no meio social e pelo simples fato da satisfação em comer determinados alimentos. Fica claro que esse alimentos, não tem como objetivo principal e primordial,  pessoas sem distúrbios metabólicos. NÃO FOI FEITO PARA QUEM VIVE UMA REEDUCAÇÃO ALIMENTAR OU DIETA (Dieta : estilo de vida). 


Costumam ser confundidos com alimentos LIGHT, que apresentam níveis reduzidos de componentes: no mínimo, menos 25% de açúcares, gordura saturada, gorduras totais, colesterol ou sódio.

Em resumo, você, que não tem distúrbios metabólicos, pare de seguir modismos! Procure um nutricionista para te orientar. Faça do seu alimento, o seu medicamento. Precisamos hoje ter uma alimentação saudável, para não ter que recorrer a esses alimentos no futuro. 

Quais são seus objetivos? Simplesmente emagrecer temporariamente ou ter saúde por toda vida?!?


Lembrem-se:

1. Para emagrecer, ao ingerir os produtos light, você deve comer na mesma quantidade que você comia os produtos normais. Um grande erro é que as pessoas se esquecem que são alimentos industrializados e exageram no consumo do produto light e podem até engordar. 

2. Não consuma abusivamente os produtos light que substituem o açúcar por adoçantes, pois seu consumo exagerado pode trazer desconfortos gástricos. Planeje um cardápio saudável, junto com seu nutricionista, a inclusão desses produtos na sua alimentação, se realmente for necessário. Que tal treinar o paladar a ficar sem açúcares?!?

3. Ao consumir estes tipos de produtos, procure no rótulo para saber qual ingrediente que está alterado em relação à fórmula original. Por exemplo, há queijos que perderam gordura, mas ganharam sal. Assim não devem ser consumidos por pessoas com pressão alta. Se tiver dúvidas, ligue para o Serviço de Atendimento ao Consumidor.

4. O chocolate diet engorda tanto quanto o normal, pois não tem açúcar, mas tem gordura. Para os refrigerantes, não faz diferença se são diet ou light, porque os originais já não têm gordura, só açúcar. Portanto, os diet e light são caloria zero com aumento de sódio. 

5. Atividades físicas orientadas, devem estar na sua lista de prioridade.

 Ter uma vida saudável é questão de opinião e decisão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Blog da Magda Vieira - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Giovanna Lacerda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo