Blog da Magda Vieira; Nutrição, Saúde e Bem-Estar

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Batata YACON e seus benefícios!


Casos já falado sobre a transição nutricional importante que está acontecendo no Brasil; além desse dado, o envelhecimento é outro fator que sofreu mudanças. Hoje em dia as pessoas vivem mais, porém não quer dizer que a qualidade de vida também tenha aumentado.

Com o aumento expressivo de idosos, o aparecimento de doenças crônicas não transmissíveis (DNCT) também aumentou e, com isso, o uso de medicação, exames contínuos e periódicos se tornaram maiores; deste modo, os gastos com o serviço público de saúde tornaram-se expressivamente maiores.

Mas tudo não está perdido! Temos um grupo de alimentos que pode auxiliar no combate e prevenção deste tipo de doença. São os alimentos funcionais, destes, prebióticos e os probióticos se destacam na diminuição do risco de DCNT.

Para que possamos entender melhor, podemos definir prebióticos como componentes alimentares não digeríveis, que agem diretamente no hospedeiro, estimulando a proliferação de bactérias desejáveis no colón, inibindo os patógenos. Estudos científicos comprovam que os prebióticos tem efeito positivo na microbiota presente no intestino delgado. Os prebióticos mais conhecidos são os frutooligossacarídeos (FOS) e a inulina, a melhor fonte deste grupo é a Batata Yacon, uma raiz tuberosa, pertencente à família da Asteraceate, cultivada no Andes, Peru e Argentina.

Como o teor de FOS presente na batata é superior a outras fontes alimentares, seu consumo moderado exerce efeitos benéficos ao organismo, como redução dos níveis de glicemia, colesterol, constipação intestinal e efeito antioxidante. Outros alimentos ricos em FOS e inulina são a cebola, chicória, banana, alho, trigo e alcachofra.

Uma melhor microbiota intestinal garante a absorção de minerais, promoção da saúde óssea, equilíbrio do sistema digestório e, além disto, da manutenção do sistema imune, garantindo melhor funcionamento do organismo.

Se você tem medo de acrescentar a batata no seu consumo diário saiba que essa é uma raiz pouco calórica, 100 gr do alimento contém apenas 54 Kcal, é rica em água e muito atrativa para quem deseja controlar níveis de glicemia, peso, colesterol.



Fonte: Portal Meu Nutricionista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Blog da Magda Vieira - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Giovanna Lacerda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo