Blog da Magda Vieira; Nutrição, Saúde e Bem-Estar

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Chocolate amargo é saúde


O cacau, ao longo da historia, vem sendo utilizado tanto como alimento, como medicamento. Os europeus no século XVI, utilizavam o cacau e o chocolate (líquido) eram utilizados no tratamento de doenças como desordens digestivas, dores de cabeça, inflamações e insônias.

O chocolate amargo com alto teor de cacau é rico em polifenóis e compostos fenólicos, substâncias potentes, com atividades antioxidantes capazes de interferir contra danos ao DNA das células. Outros efeitos benéficos desses compostos estão associados às propriedades anti-inflamatória, anticarcinogênica, antiaterogênica, antitrombótica, antimicrobiana, analgésica e vasodilatadora, todas comprovadas em estudos científicos.

O chocolate amargo também possui teobrina e cafeína, substância que consumida em doses certas ajudam na concentração e disposição; temos também o triptofano que aumenta a produção de serotonina, um neurotransmissor relacionado ao prazer e o bom humor, podendo até reduzir estresse e TPM.

O chocolate contribui com o consumo per capita de antioxidantes na União Européia e nos Estados Unidos, sendo, neste último, a terceira mais importante fonte de antioxidantes da dieta da população (VINSON et al., 2006). Gu et al. (2004).

Pequenas quantidades de chocolate amargo, com concentrações acima de 60% de cacau e menores quantidades de gordura podem trazer benefícios, porém não se pode exagerar. O chocolate, mesmo amargo, em excesso causa malefícios à saúde. O consumo exagerado torna o indivíduo mais suscetível ao ganho de peso, diarréia, azia, agitação e insônia.

Como todo alimento, devemos respeitar quantidades e aproveitar esta maravilha apreciada no mundo inteiro.

Fonte: Portal Meu Nutricionista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Blog da Magda Vieira - 2013. Todos os direitos reservados.
Criado por: Giovanna Lacerda.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo